Notícias

Cachorro é resgatado após ficar preso entre duas paredes em SC

Apesar do acidente, o cachorro foi resgatado em segurança e não sofreu nenhum tipo de ferimento


Um cachorro ficou preso entre as paredes de duas lojas em Balneário Piçarras, no estado de Santa Catarina, e foi resgatado na segunda-feira (4) por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Para retirar o cão do local, os militares precisaram quebrar uma das paredes. O acidente aconteceu no bairro Santo Antônio. As informações são do G1.

Antes de quebrar a parede, os bombeiros tentaram salvar o cachorro usando um cambão – uma espécie de laço – mas a técnica não funcionou.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Os militares pediram autorização para os responsáveis pela loja para fazer um buraco na parede. A partir de então foi possível salvar o cachorro.

Bastante assustado, o animal foi resgatado e entregue aos seus tutores. Apesar do acidente, ele não sofreu ferimentos e foi retirado do local em segurança.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Galinha é salva após ficar 3 dias presa entre duas paredes em Ibirité (MG)

Uma galinha ficou presa entre duas paredes por três dias em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, numa ação que durou uma hora. O acidente aconteceu no bairro Durval de Barros. O local em que o animal estava preso tinha menos de 50 centímetros.

Foto: Corpo de Bombeiros de MG/Divulgação

Como ficou dias sem receber água e comida, a galinha estava visivelmente debilitada no momento do resgate. O caso indignou o pedreiro Daniel Machado, que chamou os bombeiros.

“É uma sacanagem deixar a bichinha lá. Se não tem amor ao animal, porque que cria? Judiação”, disse Daniel, que mora em frente à casa do tutor da galinha, que não foi encontrado para comentar o caso.

Foi a primeira vez que o sargento Gleison de Freitas Minelli, há 29 anos no Corpo de Bombeiros, resgatou uma galinha. As informações são do portal G1.

“Já participei de resgate de cachorro, de gato. A gente estava no pelotão, no nosso dia-a-dia, à espera dos chamados. Foi aí que veio esse resgate da galinha. A gente achou estranho, mas fomos cumprir com o nosso dever”, disse Minelli, que participou da ação com o Cabo Milagre e o Cabo Bosque.

Foto: Corpo de Bombeiros de MG/Divulgação

Para salvar o animal, os bombeiros tiveram que tirar três tijolos do uro da marcenaria vizinha. “Eu até me prontifiquei a consertar a parede. Mas deixar ela lá é uma sacanagem”, disse o pedreiro.

Viva, porém faminta, a galinha foi retirada do local. “Os tutores não apareceram. Um senhor chegou e disse que a entregaria para os tutores. Aí fomos embora”, contou Minelli.

Daniel também não sabe o que aconteceu com a galinha, pois teve que trabalhar e, por isso, não conseguiu acompanhar o final do resgate. O medo, agora, é que ela tenha caído em mãos erradas que possam mata-la, já que na mesma rua onde ela foi resgatada há um matadouro de aves.

“Espero que ela esteja bem. Sofreu muito”, disse Daniel.

​Read More
Notícias

Gato fica preso entre duas paredes e vídeo registra resgate do animal

Um gato ficou preso entre duas paredes no Centro de União dos Palmares, município de Alagoas, na quinta-feira (7). O Corpo de Bombeiros foi acionado e esteve no local para realizar o resgate. O trabalho dos militares foi registrado em um vídeo (confira abaixo).

Foto: Corpo de Bombeiros

O resgate foi acompanhado pela tutora do animal. Segundo os bombeiros, ao lado da residência onde o gato mora está sendo realizada uma obra em uma loja. No local, há um espaço entre a parede da casa e da loja, onde o animal caiu e não conseguiu sair sozinho.

Os militares precisaram quebrar a parede de um dos imóveis para que fosse possível ter acesso ao gato. O animal foi retirado em segurança do local, sem ferimentos. Após o resgate, ele foi entregue à tutora. As informações são do portal OP9.

Dados do Corpo de Bombeiros indicam que apenas em 2019 foram resgatados 26 gatos pela corporação, sendo 12 na Região Metropolitana de Maceió e 14 no interior do estado.

Segundo os bombeiros, a queda em poços, prisões em paredes ou telhados e subidas em árvores sem que consigam descer são as situações mais recorrentes em que os gatos são encontrados durante as ações de resgate.

Ao todo, foram resgatados 90 animais este ano pelo Corpo de Bombeiros em Alagoas. Dentre eles, gatos, cachorros, cobras e tartarugas.

Confira o vídeo do resgate:

​Read More
Notícias

Cachorro preso entre duas paredes é salvo em Catalão (GO)

Um cachorro ficou preso entre duas paredes no município de Catalão, região sudoeste de Goiás.

(Foto: Divulgação)

Como o cão não conseguia sair sozinho do local, o Corpo de Bombeiros foi acionado.

Os militares tentaram, inicialmente, salvar o cachorro utilizando uma corda e, depois, óleo de cozinha, mas não tiveram sucesso nas tentativas e, por isso, decidiram quebrar uma das paredes. As informações são do portal DM.

Após a parede ser quebrada, o cão pôde, enfim, ser retirado do local. Ele foi resgatado com vida e sem ferimentos.

​Read More
Notícias

Bombeiros resgatam cão que ficou prensado entre paredes

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada, na manhã desta segunda-feira, para um trabalho inusitado: salvar um cãozinho em apuros em Alfenas (MG). O animal ficou preso entre duas paredes por cerca de duas horas e só conseguiu sair de lá com a ajuda dos bombeiros que tiveram que quebrar parte de um muro.

A ação dos bombeiros foi rápida: durou cerca de 20 minutos. Mas o sofrimento do animal e da família, tutora do cãozinho, durou algumas horas.

O sargento Cardoso, do Corpo de Bombeiros, que comandou a ação, diz que os bombeiros só são chamados nesses casos após muitas tentativas de populares. Foram cerca de duas horas de tentativas segundo informações das pessoas que pediram a ajuda do Corpo de Bombeiros, informou o militar. “Só chamam quando não tem mais jeito mesmo”, comenta.

O caso aconteceu na rua Joaquim Manso Vieira, no Jardim Elite. Entre a residência dos tutores do animal e um muro da casa vizinha são menos de 10 centímetros e foi nesse espaço que o cão entrou e não conseguiu sair.

O problema, conta o sargento, é que as paredes não são lisas e sim chapiscadas. Isso dificultou a saída do animal, que ficou entalado. “Qualquer movimentação do animal, com o uso de cordas (para puxá-lo, por exemplo), acabaria ferindo o cão”, explicou.

Diante da situação, os bombeiros pediram autorização para o vizinho e tiveram que quebrar parte do muro e, assim, retirar o cão.

O bombeiro conta que, após o resgate do animal, recomendou a família que promova uma reforma no local, acabando com esse espaço que pode causar infiltrações na residência, além de poder ser refúgio de animais e outros tipos de animais.

Fonte: Alfenas Hoje

​Read More
Notícias

Uma casa, 276 cães: alguns estavam nas paredes

Monmouth County SPCA
Monmouth County SPCA

A maioria dos animais resgatados estava de boa saúde, mas os tutores vão ser alvo de várias acusações

As autoridades de Howell, Nova Jersey, resgataram 276 cães mantidos numa única casa em condições deploráveis, durante três anos.

Grandes quantidades de fezes e urina foram encontradas no edifício onde os animais estavam fechados. Alguns cães estavam mesmo no interior das paredes, avança a Asbury Park Press.

Os proprietários da casa explicaram às autoridades que tudo começou há três anos, quando adquiriram oito cães que não castraram, o que terá desencadeado o “pior caso de acumulação” que as autoridades desta região já viram.

Não foram encontrados animais mortos e apenas alguns dos cães foram encaminhados para os cuidados veterinários urgentes.

Os quase 300 chihuahus, yorkshire terriers e pugs estão agora à procura de novos lares, antes de serem entregues para adoção no Centro de Monmouth County.

Os anteriores tutores serão alvo de múltiplas acusações, confirmam as autoridades.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Diário de Notícias

​Read More
Notícias

Gatos filhotes estão 'emparedados' há mais de uma semana na Zona Sul de SP

Preocupação de moradores é que local se alague com as fortes chuvas.
Animais recebem comida e água com ajuda de um pequeno balde.

Filhotes de gato não conseguem sair de uma brecha entre duas paredes de residências na Zona Sul de São Paulo (Foto: Marcelo Mora/G1)

Dois filhotes de gato estão há mais de uma semana ‘emparedados’ em uma brecha entre duas residências do Jardim São Luís, na Zona Sul de São Paulo. Os moradores não sabem como os bichanos foram parar no local. Um vizinho, com uma ajuda de um pequeno balde, consegue levar água e comida até eles. O G1 esteve no local nesta sexta-feira (6).

A proprietária de uma das residências, a microempresária Isabel Marques, entrou em contato com o Corpo de Bombeiros para pedir ajuda para resgatar os gatos da brecha entre as casas, que chega a quase dois metros de altura e de acesso difícil. “Eles me disseram que não fazem resgate de animais”, diz Isabel.

Ela decidiu pedir ajuda, então, a uma amiga que atua como protetora de animais há cinco anos, a auxiliar de escritório Márcia Evangelista. Depois de várias tentativas para retirar os felinos da brecha, Márcia também ligou para os bombeiros e ouviu a mesma resposta que a amiga.

Bichanos recebem comida e água por meio de um pequeno balde (Foto: Marcelo Mora/G1)

O G1 ligou para a sala de comunicação do Corpo de Bombeiros e recebeu uma informação distinta. Segundo a assessoria da corporação, os bombeiros fazem, sim, resgate de animais, mas em situações emergenciais e quando o solicitante já esgotou todas as opções para tirar os animais do local. Foram dadas dicas para o resgate dos gatos, como quebrar um dos lados da paredes ou então estender uma longa ripa de madeira para que os bichanos pudessem escalá-la.

De um dos lados da brecha, no entanto, há um tanque de lavar roupa, o que dificulta a possibilidade de se quebrar a parede. Do outro lado, a vizinha da casa dos fundos está viajando de férias, segundo Isabel.

A preocupação tanto da moradora quanto da protetora de animais era quanto à iminência de que as fortes chuvas previstas para a tarde desta sexta-feira (6) pudessem alagar a brecha e os gatinhos morressem afogados. “Nossa preocupação toda é essa. Começou a chover forte todo dia de tarde. Não sabemos o que pode acontecer se eles continuarem lá”, afirma Márcia.

Fonte: G1

​Read More
Videos, Videos [Destaque]

Paredes de vidro

O cantor e ativista pelos direitos animais Paul McCartney explica, neste vídeo intitulado de “Glass Walls” (Paredes de Vidro), por que todos deveriam se tornar veganos. Entre uma e outra revelação chocante a respeito do constante sofrimento a que estão sujeitos os animais explorados/torturados/escravizados pela indústria  de carne, ovos, leite, etc, ele afirma que “se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos”. Cenas fortes.

​Read More
Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Populares despejam peixe na câmara em protesto

Dezenas de populares de Lordelo, em Paredes, acompanhadas pelo presidente da Junta de Freguesia, despejaram ontem cinco baldes de peixe morto em frente à Câmara de Paços de Ferreira.

Esta iniciativa, que se repetiu em frente às instalações da AGS, concessionária responsável pelo sistema de água e saneamento pacense, e da ETAR local, foi apresentada como uma forma de protesto para com o que dizem ser descargas poluentes que matam centenas de peixes do rio Ferreira.

A morte de peixes no rio Ferreira, sobretudo numa zona que atravessa a cidade de Lordelo, é um problema que se arrasta há vários anos e que recorrentemente causa transtorno naquela localidade de Paredes.

Umas vezes é a água que aparece turva, noutras é a espuma que cobre todo o leito que causa a indignação da população. A última situação aconteceu no fim-de-semana passado. “Houve descargas na sexta-feira, no sábado e no domingo”, garante o presidente da Junta de Freguesia de Lordelo.

Joaquim Mota não tem dúvidas de que a descarga poluente é feita pela ETAR localizada em Arreigada, Paços de Ferreira, e que recolhe e trata todo o saneamento da Capital do Móvel. Apesar das acusações da Junta de Lordelo, a Câmara de Paços de Ferreira assegura que a ETAR cumpre todos os requisitos impostos por lei.

Fonte: DN PORTUGAL

​Read More