Notícias

ONG de proteção aos animais pede ajuda para manter resgates em Paracatu (MG)

Paracatu.net

A Presidente da Associação Protetora dos Animais de Paracatu (APAP), Luciene Martins Lopes, ocupou a tribuna da Câmara de Paracatu, em Minas Gerais, na última segunda-feira, para falar das dificuldades financeiras que a entidade vem enfrentando, correndo inclusive o risco de fechar as portas.

Luciene relatou que a APAP necessita de recursos para conseguir comprar ração, medicamentos e vacinas para os animais resgatados nas ruas de Paracatu e ainda relatou casos graves de denúncias de maus-tratos contra animais em que os voluntários da entidade atendem com grande frequência.

“Na zona rural há relatos de animais que são sacrificados a pauladas, pedradas, tiros e também casos em que cães são amarrados e jogados em rios. Já na cidade, temos até denúncias abuso sexual contra cães de ruas em Paracatu. Tivemos recentemente uma denúncia em que três cadelas estavam sendo estupradas por três pessoas ao mesmo tempo. Em um dos casos tentamos fazer o resgate de um cão que estava sofrendo maus-tratos durante a noite, mas quando encontramos o endereço, já haviam até cortado a cabeça do cachorro”, relatou a presidente da associação.

A APAP já retirou quase 3 mil animais das ruas, a maioria são doentes e debilitados. De acordo com Luciene, a verba de subvenção que recebe da Prefeitura de Paracatu no valor de R$ 1.666 por mês, não é suficiente para cobrir as despesas da associação que chegam a R$ 7 mil por mês.

O juiz de direito, Rodrigo Assumpção, esteve presente na reunião para manifestar seu apoio à causa e reforçou o pedido da entidade que cuida hoje de 108 cães em sua sede na BR 040, próximo ao trevo da Kinross.

“A APAP é hoje uma entidade de fundamental importância para o município, até porque é a única instituição que acolhe e trata os animais que moram nas ruas da cidade. Paracatu tem uma quantidade muito grande de animais soltos nas ruas, causando transtorno e transmitindo doenças”, frisou o juiz.

O presidente da Câmara, vereador Ragos Oliveira (PT), disse que o órgão acompanhará com atenção as denúncias feitas pela representante da APAP e que irá conversar diretamente com o Prefeito para que ele envie um projeto de lei aumentando a subvenção da APAP, “pois um dos grandes problemas da associação é a falta de recursos diante de grande trabalho que tem em prol do município,” afirmou Ragos.

Ao final, Luciene Martins conclamou todos os presentes para iniciarem uma mobilização em função da proteção dos animais. “Às vezes causa perplexidade, mas essa é a nossa realidade diária, mas mesmo sabendo que existem pessoas capazes de cometer atrocidades contra animais, sabemos que existem pessoas de bom coração, com vontade de ajudar e é por isso que estamos aqui começando nosso pedido de socorro”, concluiu a protetora dos animais.

Fonte: Paracatu.net

​Read More
Notícias

Filhote de veado-campestre é resgatado por motorista em rodovia

Um veado-campeiro de 30 dias de vida foi resgatado e entregue para a PM ambiental na manhã desta segunda-feira (2), em Unaí, no noroeste de Minas Gerais.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Segundo os militares, um motorista que seguia a MG-188, entre Paracatu e Unaí, encontrou o animal às margens da via e o levou para a 16ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito.

O filhote recebeu cuidados e foi examinado por um médico veterinário. Assim que o animal estiver recuperado, será solto em uma reserva ambiental. Os policiais acreditam que ele estava acompanhado de uma fêmea, que teria sido atropelada.

Fonte: R7

​Read More