Notícias

Ativistas pelos direitos animais manifestam apoio ao prefeito de Porto Alegre (RS) pelo fechamento do Minizoo

Prefeito José Fortunati em audiência com representantes do ‘Movimento Gaúcho de Defesa Animal’ e do ‘Movimento Lugar de Animal é no Habitat Natural’. Foto: Fredy Vieira/PMPA

Com o objetivo de apoiar a iniciativa de fechar o Minizoo da Redenção, em Porto Alegre (RS), ativistas pelos direitos animais se reuniram com o prefeito José Fortunati, na tarde de sexta-feira, 11. Durante o encontro, realizado no Paço Municipal, foi entregue uma carta de apoio à retirada dos animais do espaço.  O documento foi assinado por entidades não governamentais e pelo movimento Lugar de Animal é no Habitat Natural.

Fortunati agradeceu a carta de apoio e comunicou que a prefeitura está em tratativas com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para fazer o levantamento dos criadouros que tenham possibilidade de receber os animais. “Temos o compromisso de encaminhar os animais apenas para locais e pessoas habilitadas, pelo Ibama, para recebê-los”, afirmou o prefeito.

Os representantes dos movimentos, que se reuniram com prefeito, farão, no domingo, 13, a distribuição de um material gráfico apoiando a retirada do Minizoo, no Parque da Redenção.

Abaixo a carta entregue ao prefeito:

CARTA DE APOIO À RETIRADA DO MINI ZÔO DA REDENÇÃO

O Movimento “Lugar de Animal é no Habitat Natural” vem a público apoiar a
Prefeitura Municipal de Porto Alegre em sua iniciativa de retirar o Mini Zoo do Parque da Redenção.

A visão ultrapassada de que manter animais enjaulados é útil para estudos, diversão, ou mesmo para a preservação de espécies, não se sustenta mais. Os tempos mudaram, os conceitos evoluíram. Não é dessa forma que se conhece o comportamento dos animais, não é com sofrimento do outro que devemos nos divertir, e não é mantendo alguns animais enjaulados que vamos preservá-los ou ao meio ambiente. Nenhum argumento justifica a existência desse precário zoológico, encravado na zona central de um aglomerado humano, e desconforme com as normas do IBAMA, que por si só já são questionáveis.

Os animais, que há tantos anos vivem nesse ambiente insalubre, devem ser
removidos para um local adequado que lhes proporcione espaço, segurança e privacidade.

Parabenizamos a Prefeitura Municipal de Porto Alegre por essa iniciativa de
resgate da dignidade dos animais e da cidadania dos porto alegrenses. Medida educativa de combate a uma visão utilitarista e antropocêntrica que tantos prejuízos trás, especialmente na formação do caráter das crianças, tornando-as insensíveis ao sofrimento do outro, semente da violência que tão drasticamente castiga nossa sociedade.

O Movimento “Lugar de Animal é no Habitat Natural”, representando 31
organizações não governamentais do estado do Rio Grande do Sul, coloca-se
solidário e apóia integralmente a iniciativa da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, esperando que esse exemplo seja seguido por todos os municípios que ainda mantém esse tipo de atividade.

Assinam esse documento
MGDA – Movimento Gaúcho de Defesa Animal – Entidades filiadas
APASFA – Associação Protetora de Animais São Francisco de Assis –
Carazinho
Amigo Bicho & Companhia – Grupo de Conscientização da Vida
Animal – Rio Grande;
Amigos, Associação de Proteção e Defesa da Vida Animal – Gravataí;
AMOGA – Associação Montenegrina dos Guardiões dos Animais –
Montenegro;
APATA – Associação Protetora de Animais de Taquara;
APROCAN – Associação Protetora dos Animais de Canoas;
ASPA – Associação Santanense de Proteção aos Animais – Santana
do Livramento
Associação Camarense de Proteção aos Animais – General Câmara;
APAC – Associação Gaúcha de Proteção aos Animais- Charqueadas;
AJEPA – Associação Jeronimense de Proteção aos Animais – São
Jerônimo;
Associação Pelotense de Cidadania – Pelotas
ATPA – Associação Torrense de Proteção aos Animais – Torres;
Clube Amigo dos Animais, Santa Maria;
GADA – Grupo de Amparo e Defesa dos Animais – São Leopoldo
Gatos e Amigos – Porto Alegre;
Grupo Ramatis – Porto Alegre
NBPASFA – Núcleo Bageense de Proteção aos Animais São
Francisco de Assis – Bagé
ONDA – Organização Nacional de Defesa Animal – Cachoeirinha;
ONDAA – Organização pela Dignidade dos Animais Abandonados.
REDIA – Rede de Educação Estadual dos Direitos dos Animais e do
Meio Ambiente, Porto Alegre;
SOAMA – Sociedade Amigos dos Animais – Caxias do Sul;
S.O.S ANIMAIS – Viamão
União Santa Mariense Protetora dos Animais, Santa Maria;
UPV – União Pela Vida – Porto Alegre
PORTO ALEGRE MELHOR – Porto Alegre
VANGUARDA ABOLICIONISTA – Porto Alegre
UPAN – União Protetora do Ambiente Natural – São Leopoldo
GAEPOA – Grupo Pela Abolição do Especismo Porto Alegre – Porto Alegre
GAE-RIO GRANDE – Grupo Pela Abolição do Especismo Rio Grande – Rio
Grande
V & C – Vira Latas e Coração – Rio Grande

​Read More