Notícias

Polícia prende 14 pessoas por crimes ambientais no RS

Catorze pessoas foram presas durante a Operação Centauro Verde, desencadeada durante a madrugada de ontem pelo Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) no norte do Rio Grande do Sul. Com elas, os policiais encontraram armas, munição, material de pesca e cem quilos de carne sem procedência.

Também foram apreendidos 200 galos de rinha, 36 bois, uma cotia e quatro papagaios da espécie charão, ameaçada de extinção.

A ação envolveu 140 policiais militares e 30 viaturas para o cumprimento de 25 mandados de busca e apreensão nos municípios de Passo Fundo, Lagoa Vermelha, Ciríaco, Tapejara, Moliterno. Diante dos resultados obtidos, a ofensiva foi definida como megaoperação pelo comandante do CABM, coronel Jorge Luiz Agostini:

“Foi uma das maiores operações já realizadas pela Brigada Militar. A avaliação é positiva, pois não houve conflito e os objetivos foram cumpridos.”

A Operação Centauro Verde foi realizada a partir de queixas e investigações que resultaram nas ordens judiciais cumpridas durante todo o dia pela polícia. As pessoas detidas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia de Ciríaco e, segundo o CABM, não atuavam em conjunto.

“Buscando eficiência e menores custos, optamos por reunir casos isolados e desenvolver uma ofensiva única”, revelou o comandante.

A carne apreendida será incinerada. Os animais – bois e galos – ficarão com os responsáveis até que a Justiça decida o que será feito com eles. Os papagaios foram encaminhados ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais renováveis (Ibama) de Passo Fundo.

Fonte: Zero Hora

​Read More
Notícias

Animais e armadilhas de caça são apreendidos em operação contra crimes ambientais

Armas, armadilhas de caça, pássaros silvestres e cinco espingardas — sendo duas calibre 12. Este é o resultado, até o momento, de uma ação deflagrada pela Brigada Militar (BM) nesta segunda-feira em seis municípios do Planalto, Rio Grande o Sul. Iniciada às 6h30min, a Operação Centauro Verde tem como objetivo coibir crimes ambientais e envolve 140 policiais.

De acordo com o coronel Jorge Luiz Agostini, serão cumpridos 25 mandados de busca e apreensão em seis municípios da região. Além dos policiais militares, 30 viaturas e um helicóptero estão envolvidos no trabalho.

“Vamos entrar em sítios e residências em que temos notícias de ter caça abatida, animais silvestres presos. Neste lugares encontraremos armas, com certeza”, apontou Agostini.

Fonte: Zero Hora

​Read More