Notícias

Cadela é queimada com óleo quente e caso é investigado pela polícia

Uma cadela foi queimada com óleo quente no município de Piripiri, a 166 quilômetros de Teresina, no Piauí. O caso de maus-tratos é investigado pela Polícia Civil.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com o delegado Jorge Terceiro, a polícia foi acionada por membros da Associação de Amparo e Defesa dos Animais, ONG da cidade, que encontraram a cadela agonizando na rua. As informações são do portal G1.

“Eles pegaram a cadela e trouxeram até a delegacia para mostrar a situação do bichinho. Nós instauramos um inquérito policial para averiguar o que aconteceu. De imediato, sabemos que a tutora não é suspeita de ter jogado jogar óleo quente no animal, mas uma vizinha dela”, contou o delegado.

Segundo o delegado, a tutora do animal foi chamada para prestar depoimento na delegacia, apontou como responsável pelo crime uma vizinha e auxiliou os policiais a descobrirem o que motivou o crime.

“A cadela foi encaminhada para receber tratamento com um médico veterinário, que deve expedir um laudo para informar o tamanho da lesão. O certo é que o animal sofreu bastante, porque teve o couro cabeludo arrancado e quem fez isso deve responder”, afirmou Jorge.

​Read More
Notícias

Cão morre após ser espancado e queimado com óleo quente no Paraná

Um cachorro da raça pit bull foi espancado e teve óleo quente jogado em seu corpo em Paranavaí, no Paraná. Os ferimentos causados pela agressão e pela queimadura levaram o animal à morte.

(Foto: Pixabay / Imagem Ilustrativa)

O cão foi encontrado com vida pela Guarda Municipal na última terça-feira (25). Os guardas faziam patrulhamento na região dos Três Conjuntos quando encontraram o animal.

A Sociedade Protetora dos Animais de Paranavaí (Spap) foi acionada e enviou uma equipe ao local para resgatar o cachorro. Ele, no entanto, não resistiu aos ferimentos.

O presidente da ONG, Guilherme Amorin, contou ao G1 que o cachorro estava bastante debilitado e que foi agredido antes de ser queimado. Amorin se comprometeu a entrar com um processo criminal para que o caso seja investigado.

Até a publicação desta notícia, o responsável por maltratar o pit bull não havia sido identificado.

​Read More
Notícias

Cadela sobrevive após ataque com óleo quente em Rio Grande (RS)

Cadela foi resgatada por uma agente de saúde (Foto: Julieta Amaral/RBS TV)
Cadela foi resgatada por uma agente de saúde
(Foto: Julieta Amaral/RBS TV)

Uma cadela foi vítima de maus-tratos em Rio Grande, na Região Sul do Rio Grande do Sul. A fêmea, com cerca de oito anos, foi resgatada por uma agente de saúde do município após moradores ouvirem os latidos do animal. O cão estava no pátio de uma casa no bairro Vila São Miguel, dentro de um buraco coberto com tijolos e lonas.

Segundo relatos, a cadela estava sendo queimada viva. Vizinhos suspeitam que o tutor tenha jogado óleo quente no focinho e nas patas do animal, deixando parte da pele exposta. Os moradores do bairro disseram que o tutor da cadela iria mudar de endereço e não queria mais o animal.

A cadela foi encaminhada para uma clínica veterinária, que assumiu voluntariamente o tratamento. De acordo com a veterinária Gabriela Acosta, o animal está com febre alta e infecção, mas não corre o risco de morrer. Ela ficou impressionada com a crueldade praticada contra a cadela.

Outra preocupação da veterinária é o fato de a cadela ter tido filhotes há pouco tempo e ainda apresentar leite nas mamas. O animal deve ficar em tratamento por dois dias na clínica e, depois, irá para um lar temporário em uma ONG até aparecer algum interessado em adotá-la.

Fonte: G1

​Read More
Você é o Repórter

Cão queimado com óleo é adotado, em SP

Lincoln Seiji
lincolndogrescuer10@gmail.com

Foto: Divulgação

Fui até lá, pois já tinham conseguido veterinário (obrigado Dr walter e também taxi dog, obrigado Fabiana), mas ninguém conseguia falar com a tal D. Vera.

Bom, consegui chegar no local e fiquei sabendo que um policial tinha dado um ajudinha financeira e começaram a tratar o pobre cachorro de rua que fora queimado com óleo quente.

A comunidade toda ficou comovida e conseguiram ajuda financeira pouca (obrigado às professoras da Escola Plínio de Queirós, não é a toa que essa escola é considerada uma das melhores de toda a região), o valor era de 40 reais por dia para dois meses de tratamento, sairia muito caro para o pessoal.

Fotografei e vim trazer as boas notícias, pois no meio do caminho recebi uma mensagem da Glaucia, uma das pessoas que estão ajudando, dizendo que o tal policial adotou o pobre cachorrão, pobre nada, sortudo!

Então, caso encerrado!

Se quiserem averiguar a situação e agradecer à D. Conceição que socorreu e alimenta os pobres cachorrinhos da rua onde mora, o telefone é: 11 2731-7424.

Mil agradecimentos a toda comunidade dos protetores da internet que ficaram que nem loucos repassando, procurando soluções etc.

A mim só coube então repassar para a rede o pedido da Dona Vera, trazer as fotos mostrando a veracidade e o triste fato ocorrido e também as boas notícias!

Mas o que fez a diferença mesmo foi a força daquela comunidade. Parabéns!

​Read More