Notícias

Falta de energia mata 12 mil aves confinadas em Nova Veneza (SC)

Confinadas para o consumo humano: aves viviam em condições deploráveis (Foto: Reprodução/Zero Hora/Maurício Vieira)

A falta de energia elétrica causou a morte de aproximadamente 12 mil aves na localidade de São José, interior de Nova Veneza.  As propriedades ficaram 12 horas sem luz, e os animais, confinados, ficaram sob um calor de 40 graus.

As aves mortas eram de exploradores (aviários) a dois quilômetros de sede do município, localizados na rodovia Pietro Thomazzi, em direção à Barragem do Rio São Bento.

Sem a energia, o pulverizador de água e os ventiladores não funcionam.

É a segunda vez que acontece a morte de aves pela queda de energia. Na primeira,morreram  1,5 mil aves.

Com informações de A Tribuna

Nota da Redação: Condenadas ao confinamento, ao sofrimento e à angústia de quem, de alguma forma, pressente um destino trágico e cruel, a condição dessas aves é um retrato da banalização da vida. Graças à baixeza própria da decadência da índole humana nos deparamos ainda com cenas deprimentes como essa, que estampam uma dor injusta e sem fim. Se esses animais estivessem livres na natureza, o que lhes é um direito inerente, teriam a oportunidade de viver e de morrer dignamente – tal como manda a natureza. Humanizar-se virou sinônimo de brutalizar-se, de tornar imbecil e fútil a própria existência e a do próximo? Até quando isso será permitido à espécie humana?

​Read More