Notícias

Vegetariano, diretor de “Noé” não utilizou animais verdadeiros nas filmagens

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um dos mais aguardados filmes dos últimos tempos, “Noé”, exibirá nas telas a passagem bíblica onde um homem é designado por Deus a dar continuidade à vida na Terra após uma grande catástrofe.

Em recente visita ao Rio de Janeiro para a divulgação do filme, o ator Russell Crowe (ganhador do Oscar® por sua atuação em “Gladiador”), que é o protagonista do filme, disse que foi decisão do diretor Darren Aronofsky (“Réquiem para um Sonho” e “Cisne Negro”) não utilizar animais durante as gravações.

“Eu entendo a decisão do diretor de não usar bichos de verdade. Ele é vegetariano e um ativista pela proteção dos animais.” – disse Crowe. O ator diz entender mas, em outra entrevista no mesmo dia, lamentou não ter contracenado com animais de verdade: “Foi muito decepcionante! Eu não pude acreditar.” – disse.

O diretor Darren Aronofsky é, de fato, um interessado em proteção animal. Darren chegou a escrever uma carta aos investidores de um circo que utilizava animais a repensarem sobre patrocinar um estabelecimento que promove este tipo de espetáculo.

Um dos trechos do filme, divulgado no canal oficial da Paramount Pictures International do Brasil, fica clara a relação de Noé com os animais, ao explicar para sua família o porquê da construção da arca: “Nossa família foi escolhida para uam missão especial: salvar os inocentes. Os animais. Precisamos salvá-los para começarmos de novo. Acredito que vamos recomeçar também em um mundo novo e melhor.” – diz.

Todos os animais que aparecem no filme foram produzidos em computador, nenhum animal não-humano foi utilizado nas filmagens.

Há grandes chances de Noé ser apresentado como um ativista vegetariano preocupado com a vida de todos os animais e com o meio ambiente neste filme. Mas isso só poderá ser confirmado nos cinemas. No Brasil, “Noé” estreia dia 3 de abril.

Fonte: Vista-se

​Read More
Imagens, Imagens incríveis

Pombo-correio adota ninhada de coelhos

Coelhinhos com cerca de 6 dias de idade foram atacados por um cão e ficaram órfãos. Dois da ninhada de cinco não sobreviveram, e três não estavam passando muito bem. Noé é um  um pombo-correio que está no centro de reabilitação. Quando tentam fugir debaixo das penas de Noé, ele cuidadosamente estende suas asas para fora para cercá-los e então aconchegar. Um lindo exemplo de solidariedade.

​Read More