Notícias

Prótese substitui bico de ganso perdido em acidente

Sem o bico, a gansinha não podia comer nem beber.

(da Redação)

Garcia, uma gansinha curiosa, perdeu o bico por acidente, após enroscá-lo em uma das cercas do santuário onde vive em East Sussex, Inglaterra, informou reportagem do Daily Mail.

“Não pude acreditar quando vi. Sem o bico ele não conseguia comer ou beber água”, conta Terry Kemp, enfermeiro veterinário e fundador da Happy Endings Resgate Animal Sanctuary onde Garcia vive. Kemp  procurou um veterinário que pudesse ajudar a gansinha.

Alan Jones, que já havia reconstituído bicos de outras aves, solucionou o problema de Garcia. Uma massa de fibra de vidro foi posicionada no lugar do bico do animal. “Tudo foi feito para que o produto não fechasse as narinas de Garcia e o impedisse de respirar”, conta o veterinário. A operação levou cerca de uma hora e custou apenas 175 libras (cerca de R$ 450).

A prótese salvou a vida de Garcia.

“Quem poderia imaginar que um pedaço de fibra de vidro salvaria a vida de um ganso, é incrível. Estamos muito satisfeitos e felizes”, finalizou Kemp.

De acordo com o veterinário, a base do bico estava intacta e vai voltar a crescer lentamente a partir da raiz, e irá gradualmente empurrando a prótese para fora, que pdoerá, nesse período, ter que ser reformada.”Vai levar cerca de 12 a 18 meses para o bico voltar a crescer completamente”, disse ao Daily Mail.

De volta para casa: Garcia com seu novo bico e o companheiro Morgan, que ficou ao lado dela depois do acidente.
​Read More
Notícias

Bezerra nasce com três narinas e escapa do abate na Suíça

102_2136-blognarinas

Uma bezerra se tornou celebridade na região de Cheiry (Suíça). Tudo porque o animal nasceu com três narinas!

“As pessoas estão vindo visitá-la. Trazem sempre coisas boas para ela comer e ficam admiradas”, contou o tutor da bezerra, Urs Herrmann.

Segundo o fazendeiro, a bezerra se dá bem com os outros animais e é totalmente saudável.

“Mas ela tem uma vida melhor que os outros, já que ganha mais atenção das pessoas”, contou.

E, por ser diferente, a bezerra foi “premiada” e escapou do abate.

Fonte:  Correio Press

​Read More