Histórias Felizes, Notícias

Pit bull sensível não para de chorar na parte mais triste do “O Rei Leão”

Foto: Facebook/Josh Myers
Foto: Facebook/Josh Myers

Os orgulhosos adotantes e novos pais de uma pit bull resgatada estão descobrindo só agora o quão sensível e doce sua cachorrinha, Luna, realmente é.

Luna veio ao mundo há meses atrás em uma situação muito difícil. Ela nasceu de uma pit bull grávida e desabrigada, muiro sofrida, que foi levada para um lar temporário bem a tempo de ter seus 12 filhotes.

Felizmente, várias semanas depois, a mãe pit bull, Melon e seus doze bebês começaram a ser adotados, graças à Humane Educational Society, um abrigo no Tennessee nos EUA.

Foto: Facebook/Josh Myers
Foto: Facebook/Josh Myers

Foi assim que Luna encontrou sua nova família.

Luna foi adotada por Josh Myers e Hannah Huddleston, um jovem casal que vive em Chattanooga.

O casal conta que nunca esquecerá aquela primeira volta para casa com Luna, Myers dirigindo enquanto Huddleston estava ao lado dele com a filhotinha toda enrolada e encolhida em seus braços.

Foto: Facebook/Josh Myers
Foto: Facebook/Josh Myers

Nesses meses em que Luna já faz parte da família, ela cresceu e amadureceu. E Myers e Huddleston estão conhecendo sua doce personalidade pouco a pouco.

Mas o que Luna fez outro dia realmente os surpreendeu de forma única.

Eles estavam assistindo ao desenho em animação do clássico da Disney “O Rei Leão” enquanto Luna estava na sala brincando “descontroladamente” com seus brinquedos, como estava costumada a fazer, de acordo com a página do Facebook de Myers.

Foto: Facebook/Josh Myers
Foto: Facebook/Josh Myers

Quando o filme mostrou uma cena trágica, Luna parou de repente.

“Assim que Mufasa cai morto, ela para e se vira para a TV e parece estar assistindo a cena”, escreveu Myers.

Quando o filme mostra Simba está tentando acordar seu pai na tela, Luna começou a choramingar e ganir.

“Ver ela chorando em frente a televisão foi a coisa mais doce e encantadora que eu já vi”, escreveu Myers. “Ela até se deita logo depois que Simba se deita com seu pai morto também”.

Luna não é a única que tem um lado sensível, de acordo com Brad Ladd, da família que adotou o outro irmão de Luna; ele disse que toda a ninhada de pit bulls daquele resgate é sentimental e emocional.

“A história de vida deste filhote prova que o amor se sobrepõe ao sofrimento” Lad comentou. “Eles foram amados e mimados mais do que qualquer filhote de cachorro no mundo”.

Foto: Facebook/Josh Myers
Foto: Facebook/Josh Myers

A família, conhecida como The Melon Dozen (Os 12 filhos da Melon), ainda se reúne para em datas específicas para matar a saudade e se divertir e acima de tudo para que os irmãos possam continuar interagindo enquanto crescem.

“Nós não merecemos cachorros”, acrescentou Myers. “Quatro meses de idade e ela já está mostrando empatia”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA


 

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Autoridades africanas cogitam leiloar leão branco para arrecadar fundos

Se leiloado o leão branco pode ir parar nas mãos de caçadores ou mesmo ter os membros utilizados em rituais | Foto: Mufasa the White Lion/Facebook
Se leiloado o leão branco pode ir parar nas mãos de caçadores ou mesmo ter os membros utilizados em rituais | Foto: Mufasa the White Lion/Facebook

Os leões brancos são raros e únicos, eles devem a coloração de seus pelos a uma mutação de cor rara chamada de leucismo e, ao contrário do que prega a crença popular, não são albinos. Os animais são endêmicos da região de Timbavati, na África do Sul. O traço recessivo que causa a coloração do leão não influencia os animais de maneira negativa, mas os leões brancos ainda enfrentam sérias dificuldades quando se trata de sobreviver na natureza.

Existem apenas 300 leões brancos no planeta, sendo que desses só 13 permanecem livres na natureza (informações do Global White Lion Protection Trust). Mufasa é um desses leões, preciosos e raros mas que são indefesos perante a ambição e os disparates humanos.
Mufasa era ainda um bebê ainda quando foi entregue a um centro de reabilitação para ser cuidado e protegido após ter sido confiscado pela polícia de um local impróprio onde era mantido em cativeiro.

Depois de acolher Mufasa sob seus cuidados, o centro de reabilitação adquiriu um segundo filhote para fazer companhia ao leão – Suraya. Os dois leões têm agora três anos de idade e se tornaram amigos inseparáveis.

Mufasa e Suraya receberam a oportunidade maravilhosa de passar suas vidas em um santuário, que é sempre a melhor opção para animais que não podem ser devolvidos ao seu habitat natural. Infelizmente, a transferência do centro de reabilitação para o santuário não se concretizou. Autoridades de conservação da natureza recusaram a permissão para Mufasa ser transferido para sua nova casa. Em vez da mudança para o santuário, que se ofereceu para cuidar dos leões durante todo o período de duração de suas vidas naturais, sem custos, o centro de reabilitação foi instruído, por telefone, que Mufasa deveria ser leiloado para arrecadar fundos para o departamento.

Chega a ser difícil de acreditar que autoridades de conservação da natureza optem por vender um animal raro e vulnerável a quem pagar mais, em vez de concordar em transferi-lo para um santuário especializado que proporcionará o cuidado de que ele precisa além de um ambiente em que se sinta confortável. Arrecadar dinheiro desta forma é inaceitável e envia uma mensagem clara de que a vida e o bem-estar dos animais não são prioridade.

O leilão de Mufasa poderia levar o leão a acabar em qualquer lugar: ser explorado para obter lucro ou ser morto e ter seus ossos exportados ou vendidos para realização de rituais macabros. É inaceitável, da mesma forma, separá-lo de Suraya, quebrando desnecessariamente o vínculo entre os dois animais e a única amostra de família que o leão já conheceu.

O departamento realmente pode precisar de fundos, é claro, mas arriscar o bem-estar de um leão branco raro ou de qualquer outro animal, para obtê-los não é de forma alguma justificável. Mufasa não é uma propriedade para ser leiloado.

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

ONG resgata cão idoso e o presenteia com um final feliz

Por Bruna Araújo (da Redação)

Mufasa antes do resgate (Foto: Reprodução)
Mufasa antes do resgate (Foto: Reprodução)

A ONG norte americana “Hope For Paws”, reconhecida internacionalmente por realizar resgates difíceis e devolver a vida para milhares de animais em situação de extremo abandono, divulgou recentemente um vídeo que mostra o resgate de um cão idoso, tão debilitado que mal podia andar, em uma estação de tratamento de água.

Tomando banho e recebendo cuidados (Foto: Reprodução)
O animal tomou banho e recebeu cuidados (Foto: Reprodução)
Mufasa agora está seguro e confortável depois de recuperado (Foto: Divulgação)
Mufasa agora está seguro e confortável depois de recuperado (Foto: Reprodução)

A primeira parte do vídeo (apenas com legendas em inglês) mostra voluntários da ONG tentando ganhar a confiança do animal, que devido ao seu estado frágil, mal conseguiu resistir quando foi laçado e levado para a sede da instituição. Em seguida é mostrada toda a sequência do resgate. O cão, batizado de Mufasa, recebe alimento, petiscos, carinho, banho e tosa. O que ninguém esperava é que um lindo final feliz ainda estava à espera de Mufasa.

​Read More