Notícias

Dia Mundial do Animal de Rua: ajude cães e gatos abandonados

Hoje, 04 de abril, é o Dia Mundial do Animal de Rua. Uma data desta, no entanto, só poderia ser celebrada se não precisasse mais existir. Afinal, enquanto houver animal na rua, não existirá razão para comemorações.

Reprodução/Instagram/MRSC

Este dia, no entanto, é importante no que se refere à conscientização. É preciso educar a sociedade para que os abandonos cessem e, enquanto eles existirem, pedir para aqueles que se importam com os animais que tomem atitudes.

Toda pessoa pode promover alguma ação em prol de um animal abandonado. O ideal seria resgatá-lo, levá-lo ao veterinário – com recursos próprios ou através de vaquinhas entre amigos, familiares e até mesmo internautas, por meio das redes sociais -, tratá-lo, vaciná-lo e castrá-lo para, depois, decidir dar um lar para ele ou procurar alguém que possa adotá-lo.

Quem, no entanto, não tem meios de executar tais medidas, deve ao menos minimizar o sofrimento desses animais, oferecendo água e alimento para eles e socorrendo-os caso adoeçam, sejam atropelados ou vítimas da maldade humana.

Reprodução/Instagram/MRSC

Outra opção é ajudar protetores independentes e entidades de proteção animal, que dependem da solidariedade da sociedade para seguir com seu trabalho.

Moradores de Rua e Seus Cães

Exercendo seu papel nesta empreitada de conscientização, a ONG Moradores de Rua e Seus Cães (MRSC) iniciou uma campanha em prol dos cães e gatos abandonados – além de seus humanos que dividem as ruas com eles.

“Nada a comemorar, nem às ruas estamos podendo ir, né?”, afirmou a ONG ao falar do Dia Mundial do Animal de Rua, citando a impossibilidade de manter as mesmas ações sociais de antes por conta da pandemia de coronavírus.

Reprodução/Instagram/MRSC

De acordo com a entidade, quase 2 milhões de animais estão abandonados na cidade de São Paulo, local onde a MRSC age, levando às ruas itens necessários aos animais e seus tutores.

“Estamos nos preparando bem para a próxima ação com eles [humanos e animais], no dia 26 de abril. Enquanto isso, devemos postar e chamar as atenções para eles! Para que não abandonem mais por aí, não haja maus-tratos e para os que já estão nas ruas, os dois milhões, sejam vistos e respeitados!”, afirmou a ONG. “Pois é por eles, e por seus tutores, que existimos! São eles o nosso DNA”, completou.

Para ajudar a MRSC a continuar realizando suas ações em prol dos animais e das pessoas em situação de rua, basta entrar nas redes sociais da entidade para ter acesso aos dados bancários.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More