Notícias

Saguis são covardemente mortos a tiros no DF

Divulgação

Dois pequenos macacos da espécie sagui foram atingidos com disparos de uma arma de pressão no Lago Norte, em Brasília (DF). Um dos animais ficou gravemente ferido no abdômen e não resistiu. Outro animal foi atingido no braço e conseguiu fugir.

A denúncia está sendo realizada pela advogada Andrea Vasquez Valadão, que encontrou o animal sem vida no jardim da sua residência e afirma que escuta constantemente sons de disparos de pressão na casa de um vizinho, sendo ele o maior suspeito de alvejar os animais silvestres.

“Nos feriados e fins de semana, a gente sempre ouve barulho de alguém atirando. Hoje, eu estava assistindo aos saguis no muro e no telhado da minha casa quando vi que um deles caiu morto no meu jardim. Cheguei perto do muro e comecei a gritar para ver se ele parava, mas a pessoa que faz isso já tem a certeza de que nada vai acontecer com ele”, desabafou em uma entrevista ao portal Metrópoles.

O caso foi imediatamente denunciado à Polícia Militar Ambiental, mas uma viatura só deslocada até o local oito horas após a solicitação. Os suspeitos não fora abordados pelos militares, que apenas acompanharam a advogada até à 6ª DP (Paranoá) para o registro da ocorrência.

Uma equipe de veterinários da Universidade de Brasília (UnB) foi a até a casa de Andrea Vasquez realizar exames periciais no local do crime. Um dos veterinários tentou cuidar do ferimento do sagui alvejado no braço, mas o animal, muito assustado, fugiu.

Crimes contra animais silvestres podem ser punidos com até um ano de detenção, além de multa.

​Read More