Notícias

Moradores denunciam matança de 30 gatos em praça no Rio de Janeiro

Reprodução/Pixabay/Imagem Ilustrativa

Pelo menos 30 gatos foram alvos de uma verdadeira chacina no Rio de Janeiro. Os animais, que integravam uma colônia de 100 gatos, foram mortos em uma praça em Vila Valqueire, na Zona Oeste da cidade. A suspeita é de envenenamento.

Moradores denunciaram o caso à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) na última terça-feira (28). Os corpos estão sendo examinados no Instituto Jorge Vaitsman, da Prefeitura do Rio de Janeiro, para que a causa da morte seja confirmada.

“As senhoras que têm ali no condomínio cuidam dos gatos. Eles são alimentados ali e, inclusive, oitenta por cento dos gatos são castrados. Os bichinhos não causam problema para ninguém”, afirmou ao G1 o morador Cláudio Avelar.

Protetores de animais afirmam que os cachorros e gatos abandonados da cidade passaram a ser mais perseguidos graças à omissão da prefeitura, que não realiza campanhas de conscientização, nem apoia voluntários que cuidam desses animais.

“No dia 22, quando as senhoras foram lá na Subem, Secretaria de Bem Estar Animal, disseram para essas senhoras que assim que eles tivessem tempo e viessem por essa área, eles iam aparecer por lá para as pessoas verem os coletes da prefeitura”, disse Cláudio. Segundo ele, a visita ainda não ocorreu.

Os crimes contra os gatos também foram denunciados à polícia pelo presidente da Comissão de Direito dos Animais da Câmara de Vereadores do Rio, Luiz Carlos Ramos Filho (PMN). “Vamos fazer uma operação no local. Essas barbaridades vêm aumentando. Esta semana mesmo minha equipe fez uma outra operação para salvar animais e até mesmo crianças de envenenamento. Uma crueldade criminosa que precisamos combater junto com a polícia, antes que façam outras vítimas”, afirmou.

A DPMA informou que o caso está sendo investigado e que testemunhas serão ouvidas. Equipes das subsecretarias de Proteção Animal, do Estado, e de Bem-estar Animal, da cidade do Rio, farão uma operação no local na próxima segunda-feira (3). Os gatos serão microchipados e castrados, casinhas serão instaladas e ações de conscientização serão realizadas envolvendo os moradores da região.

Abandonar, envenenar e maltratar animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais, com pena de até um ano de detenção, além de multa.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Moradores denunciam mortes brutais de cachorros em Anápolis (GO)

Três cães foram encontrados mortos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Cachorros estão sendo mortos de maneira brutal no bairro Recanto do Sol, na cidade de Anápolis, em Goiás. É o que denunciam moradores da região. Em menos de 20 dias, três cães foram encontrados sem vida no bairro.

O primeiro caso de morte foi de um cachorro encontrado há 20 dias agonizando em um lote. Dois dias depois, um carro foi flagrado por uma câmera de segurança atropelando um cachorro que estava deitado no meio da rua. Moradores acreditam que o atropelamento foi intencional. O animal não resistiu aos ferimentos.

Há uma semana, mais uma morte. O animal foi morto a tiros. Segundo testemunhas, o cachorro foi encontrado morto após disparos serem ouvidos pela vizinhança. Todos os cães viviam em situação de rua.

Momento em que cão é atropelado. Moradores afirmam que o atropelamento foi intencional (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Não é possível afirmar ainda, segundo o delegado Pedro Garcia Caires, que as mortes foram causadas por uma só pessoa. “Imagens de câmeras de segurança serão analisadas e moradores serão ouvidos nos próximos dias com o objetivo de identificar o que pode ter causado a morte desses animais”, disse ao G1.

A Polícia Civil investiga as mortes e, ainda de acordo com o delegado, caso o agressor seja identificado, ele poderá responder judicialmente por maus-tratos a animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Jumentos ilhados após aumento do volume de açude são resgatados

Reprodução/G1

Moradores da comunidade de Curupati, em Jaguaribara (CE), resgataram jumentos que ficaram ilhados após o Açude Castanhão, que teve baixos aportes nos últimos 8 anos, registrar um aumento do seu volume.

Pelo menos 20 animais foram resgatados na segunda-feira (27). Ao G1, o secretário de Infraestrutura, Agricultura e Meio Ambiente de Jaguaribara, Daniel Linhares Gonçalves, explicou que os animais não são tutelados por ninguém, e vivem de maneira selvagem na região, antes completamente dominada pela seca.

Após serem resgatados, os jumentos foram deixados em um local no entorno do açude em que não existe a possibilidade de ficarem ilhados novamente.

“Esses animais ficaram ilhados devido a recarga do Açude Castanhão vir aumentando a cada dia. Ontem [segunda-feira], os moradores do Curupati fizeram uma força tarefa e tiraram esses 20 jumentos, salvaram todos das ilhas e levaram para terra firme, onde a água não cobre”, explicou.

Apesar de nenhum jumento ter morrido, há outros 40 ou 50 animais da espécie que correm o risco de afogamento em diferentes pontos do reservatório, segundo o secretário. Para impedir que isso aconteça, os animais devem ser levados para terra firme.

“Temos planejado uma equipe dos moradores que farão os resgates novamente. O Dnocs [Departamento Nacional de Obras Contra as Secas] disponibilizou uma lancha para ajudar e o prefeito [de Jaguaribara] vai disponibilizar combustível e alimentação para eles”, acrescentou o secretário.

Ao invés de acionar o Ibama, a prefeitura optou por entrar em contato com o Corpo de Bombeiros, através da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Égua é resgatada após ficar presa em tubulação de água no interior de SP

Foto: Divulgação/Monte Aprazível Notícias

Uma égua ficou presa numa tubulação de escoamento de água em Monte Aprazível, no interior do estado de São Paulo, e foi resgatada na manhã da última quarta-feira (15).

O resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros do município. A corporação foi acionada por moradores que passavam pelo local quando notaram a égua em apuros. O acidente, segundo o G1, aconteceu no bairro Jardim América.

Além dos militares, um médico veterinário também foi chamado para participar da ação de resgate. Não se sabe como o animal foi parar no local.

Foto: Divulgação/Monte Aprazível Notícias

Para que o resgate fosse possível, o veterinário aplicou um tranquilizante na égua, fazendo com que ela ficasse mais calma. Em seguida, os bombeiros usaram uma corda e retiraram a égua da tubulação. Os militares também contaram com a ajuda de policiais militares e de moradores da região que ficaram comovidos com o caso.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a tutora da égua acompanhou a operação de resgate. Apesar do acidente, o animal passa bem.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Maritaca encontrada com fios presos à pata voa livre após ser resgatada

Após ser solta, a maritaca voou na direção outras aves, que a esperavam. Se não tivesse sido resgatada, ela provavelmente teria morrido


Uma maritaca foi resgatada por moradores de Sorocaba (SP) após ser encontrada com fios enrolados em uma de suas patas. Com a ajuda que recebeu, o animal conseguiu voltar a voar em liberdade.

Bruno Antonio Bezerra contou ao G1 que ele e um amigo encontraram a ave e decidiram acionar o Corpo de Bombeiros.

Foto: Bruno Bezerra/Arquivo Pessoal

“Chamamos os bombeiros, porque não tinha como tirar. Eles usaram uma haste com um objeto cortante e conseguiram remover, mas ela voou um pouco e tinha muita linha enrolada na perna. Parece até que alguém tinha enrolado. Os bombeiros falaram que, daquele jeito, se ficasse solta, ia morrer”, disse.

Depois que os militares foram embora, Bruno retirou as linhas que estavam presas na ave.

“Ela foi embora e fomos atrás dela. Removemos toda a linha que tinha na pata. Ela estava um pouquinho machucada, mas conseguiu voar. Ela saiu atordoada, tentava voar, mas caía por causa das linhas”, afirmou.

Foto: Bruno Bezerra/Arquivo Pessoal

“Por coincidência, ela passou em frente à casa do meu amigo. Ele pegou um pano e jogou em cima. Por incrível que pareça, ela ficou quieta, parecia que sabia que estávamos tentando ajudar, e essas aves geralmente são ariscas”, completou.

Após retirarem as linhas, os moradores soltaram a maritaca, que voou em direção a outras aves que a esperavam.

“Achamos engraçado, tinha várias maritacas ao redor quando ela conseguiu voar. A gente ficou com dó de ela acabar indo a óbito. Tem gente abandonando cachorro e gente soltando passarinho”, concluiu.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cidades dão desconto no IPTU para quem adotar cães e plantar árvores

As medidas incentivam a população a realizar boas ações em prol dos animais e da natureza


As prefeituras de determinadas cidades estão oferecendo descontos para quem adotar cachorros, plantar árvores e preservar áreas verdes.

Pixabay/Nietjuh/Imagem Ilustrativa

Em Quinta do Sol, no Paraná, os moradores podem ter descontos de 30% a 50% no IPTU se adotarem um cão retirado da rua. A lei, que instituiu em junho de 2019 o Programa de Resgate de Cães Abandonados, também garante auxílio-veterinário. As informações são do UOL.

O desconto será medido de acordo com o porte do animal. Quem adotar cães de grande porte terá 50% de desconto. Os de porte médio levam a um desconto de 40% e 30% para pequeno porte. O benefício é garantido a quem assinar um termo de guarda responsável na sede da Associação de Proteção e Bem Estar Animal Melhor Amigo, que firmou parceria com a prefeitura.

Em Araquari, no estado de Santa Catarina, os moradores também podem conseguir descontos no IPTU quando adotam um animal. A medida vale desde 2016, mesmo ano em que foi instituída uma lei semelhante em Petrolina (PE), que também garante desconto no IPTU para adotantes de animais.

Já em Sabará (MG), os moradores podem conquistar desconto de até 25% caso plantem jabuticabeiras no quintal de suas casas. A dedução é de 5% por árvore, com limite de cinco pés por imóvel. Cada jabuticabeira tem que ter no mínimo cinco centímetros de diâmetro. Para ter acesso ao benefício, o morador deve acionar a prefeitura, que enviará um técnico ao local.

Também em Minas Gerais, uma lei de 1993 garante isenção no IPTU aos moradores de Belo Horizonte que tenham áreas verdes preservadas, conhecidas como reservas particulares ecológicas. Caracteriza-se como área verde locais com “condições naturais primitivas ou semiprimitivas” que façam a “preservação do ciclo biológico de espécies da fauna ou da flora nativas do Brasil”.

Moradores interessados em garantir a isenção devem entrar em contato com a prefeitura para solicitar um técnico ambiental, que fará uma inspeção para verificar seu “valor ecológico”. Após garantida, a isenção só será mantida se o proprietário realizar a manutenção do local.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Moradores denunciam morte de gatos em condomínio em Camaçari (BA)

O caso está sendo investigado pela 23ª Delegacia de Polícia Civil. Animais têm sido mortos no condomínio há anos


Moradores de um condomínio em Vila de Abrantes, na cidade de Camaçari (BA), denunciaram a morte de gatos no local. Os casos têm gerado indignação no residencial Parque de Jauá.

Foto: Charles Howard/Arquivo Pessoal

A denúncia foi feita na 23ª Delegacia de Polícia Civil. A delegada Danielle Monteiro explicou que está aguardando o resultado do laudo técnico que deve apontar as causas das mortes. As informações são do G1.

De acordo com Charles Howard, morador do condomínio, dois gatos tutelados por ele foram encontrados mortos na garagem de sua casa no domingo (12). Cinco animais da família foram mortos nos últimos anos.

“O coração quebra duas vezes porque eu amava esses dois animais, traziam muita alegria para a família. Ver a tristeza das minhas duas filhas, que cuidavam deles desde pequenas, ver o coração delas partindo, é uma tristeza ainda mais profunda”, relatou Charles.

Vários gatos foram encontrados mortos, com sinais de envenenamento, nos últimos 10 anos no condomínio. Além de Charles, a moradora Claudia Gonzalez também perdeu três animais.

“Vai chegar um ponto que vai ficar incontrolável, se tornou algo terrível, estão querendo matar nossos animais. Eu não posso andar com meu cachorro. As crianças não estão brincando no parquinho porque as mães não deixam, elas estão com medo do risco de serem envenenadas”, contou Claudia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Homem é agredido após ser flagrado estuprando cadela em Manaus (AM)

O abuso sexual foi praticado em uma área de mata ao lado da igreja onde a cadela morava. O homem agredido teve seus pés e mãos amarradas por moradores da região


Um homem foi agredido na quinta-feira (2) após ser flagrado estuprando uma cadela em Manaus, no Amazonas. Lucivaldo Almeida, de 38 anos, vai responder por abuso e maus-tratos a animais.

Foto: Jair Araújo

O tenente Antônio Medeiros, supervisor de área da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), disse que o tutor da cadela, um pastor de uma igreja do bairro Lírio do Vale 2, ouviu os gritos do animal durante a madrugada. Pela manhã, ele alimentou os animais que vivem em seu sítio e não encontrou a cadela. Por volta das 9h de quinta-feira, a cadela voltou a chorar. O pastor, então, foi verificar o que estava acontecendo e flagrou o estupro.

O crime aconteceu em uma área de mata localizada ao lado da igreja, no Conjunto Augusto Monte Negro, na Zona Oeste da cidade. As informações são do portal A Crítica.

Após ser flagrado estuprando o animal, Lucivaldo saiu correndo, mas foi parado por moradores da região que, ao tomarem conhecimento do estupro, amarraram os pés e as mãos do homem e o agrediram.

Morador do Conjunto Augusto Montenegro e vizinho da igreja onde a cadela mora, Lucivaldo foi levado ao Serviço de Pronto Atendimento Joventina Dias, no bairro Compensa, para receber atendimento médico, já que sofreu ferimentos nas costas e na cabeça.

Ao sair do hospital, Lucivaldo foi encaminhado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Fetos de tigre ameaçado de extinção dentro de jarro são encontrados com caçadores

Foto: Antara News
Foto: Antara News

Cinco pessoas foram presas por caçar um tigre-de-sumatra (Panthera tigris sumatrae), espécie protegida na Indonésia, após as autoridades terem descoberto um tigre morto e mais quatro fetos em uma jarra na ilha de Sumatra.

Uma equipe formada por policiais e funcionários do Ministério do Meio Ambiente e Florestas do país foi informada sobre suspeita de caça por moradores da vila de Teluk Binjai, no distrito de Pelalawan, na ilha de Sumatra, disse o ministério à agência de notícias estatal Antara.

Os oficiais prenderam três suspeitos no sábado (7) e encontraram os quatro fetos mantidos em um frasco de plástico. Mais tarde, mais dois suspeitos foram presos por policiais.

Um pedaço de pele de tigre adulto também foi encontrado na vila de Pangkalan Lesung como parte da operação.

Foto: CNN/Reprodução
Foto: CNN/Reprodução

Os suspeitos enfrentam no máximo cinco anos de prisão e uma multa de 100 milhões de rupias (cerca de 7.100 dólares ou 30 mil reais).

Os tigres-de-sumatra estão criticamente ameaçados de extinção. Em 1978, mais de 1.000 viviam em Sumatra, mas graças ao rápido desmatamento e à caça, seus números caíram para cerca de 400, segundo dados de ONGs de defesa dos direitos animais, incluindo a estimativa da WWF. A ilha outrora exuberante e verde perdeu mais da metade de sua cobertura florestal desde 1985.

De acordo com o TRAFFIC, a agência de monitoramento do tráfico de animais selvagens da WWF e da IUCN, os caçadores matam pelo menos 40 tigres-de-sumatra por ano, e a matança é facilitada à medida que seu habitat diminui.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Gatos são encontrados mortos com suspeita de envenenamento

Moradores de Leopoldina (MG) que tutelam cães e gatos estão preocupados com a possibilidade de seus animais serem envenenados


Dois gatos foram encontrados mortos em Leopoldina (MG), na região da Mina de Ouro. O caso indignou moradores da cidade, que suspeitam de envenenamento.

Reprodução/Portal O Vigilante Online

Os corpos foram encontrados na última quinta-feira (21). As mortes foram denunciadas pela Associação dos Valentes Amigos dos Cães (AVAC), entidade de proteção animal, por meio das redes sociais.

Ao abordar o caso na internet, Bárbara Reis, membro da ONG, recebeu relatos de outros casos de morte de animais nos bairros Tomé Nogueira, Pedro Brito e São Cristóvão.

No bairro Pedro Brito, as vítimas teriam sido filhotes de gato. Uma ninhada inteira foi envenenada. As informações são do portal O Vigilante Online.

Moradores que tutelam animais estão preocupados. “Quem fez com o gato pode fazer com o cachorro. Essas pessoas podem jogar o veneno e acabar matando os cachorros que ficam no quintal das casas e nas ruas”, disse uma internauta.

Informações que levem ao responsável pelos crimes podem ser repassadas ao Disque Denúncia pelo telefone 181. A denúncia pode ser feita em sigilo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Destaques, Notícias

Elefante é perseguido e espancado até a morte por moradores de vilarejo

Foto: Twitter
Foto: Twitter

Um vídeo com imagens perturbadoras foi compartilhado nas redes sociais mostrando moradores furiosos espancando um elefante até a morte no Quênia.

No vídeo, que começou a circular no Twitter na segunda-feira (18), uma gangue de homens armados com facões e machados pode ser vista atacando o animal ferido no chão.

O Serviço de Vida Selvagem do Quênia (KWS) diz que o ataque aconteceu em junho do ano passado na Floresta Imeni, perto da cidade de Meru, no centro do Quênia. Mas o vídeo só veio à público agora.

Os investigadores foram chamados e correram para o local, mas estavam distantes 44 milhas e, quando chegaram, o elefante já havia morrido.

Um porta-voz da KWS disse que uma nova investigação foi lançada agora que o vídeo veio à tona, pois os investigadores prometeram identificar e prender os responsáveis.

A agência disse que o ataque começou depois que dois elefantes romperam uma cerca elétrica em 21 de junho e “invadiram” uma fazenda próxima à procura de comida.

Foto: Twitter
Foto: Twitter

Os aldeões surgiram carregando machados, facões e pangas – uma lâmina pesada e curva semelhante a um facão – para afugentar os animais.

Durante a perseguição, um dos elefantes caiu em um buraco profundo criado pela remoção de um tronco de árvore e quebrou sua perna.

Foi então que os aldeões covardes alcançaram o animal e o massacraram.

Foto: Twitter
Foto: Twitter

Imagens chocantes mostram o animal ferido deitado no chão, com uma grande ferida sangrando na pata traseira direita.

Suas costas estão cobertas de feridas profundas e há outro arranhão sangrento na perna da frente – embora não esteja claro se este ferimento foi causado pela queda ou pelo ataque.

O elefante pode ser visto fazendo tentativas dolorosas de se levantar e afastar os aldeões que o agridem e atacam, mas há pouco que ele possa fazer.

Foto: Twitter
Foto: Twitter

Um segundo vídeo mostra o mesmo animal momentos depois de ter se arrastado mais alguns metros e agora deitado de lado.

Os moradores cercam completamente o animal indefeso e podem ser vistos cortando sua tromba enquanto ele se contorce no chão.

Outros agressores podem ser vistos reunidos ao redor da parte traseira do animal, realizando ações com as mãos, embora não esteja claro exatamente o que estão fazendo.

Foto: Twitter
Foto: Twitter

As imagens causaram indignação e revolta entre os quenianos e no mundo todo depois que começaram a circular no Twitter, com muitos culpando o KWS por não ter agido antes.

Em resposta, a KWS emitiu uma declaração dizendo: “O video atualmente em circulação não foi apresentado no momento em que ocorreu, portanto, o acompanhamento não foi conclusivo”.

“No entanto, agora que o KWS está de posse do vídeo, os culpados serão perseguidos e presos com a ajuda das autoridades locais.”

Elefantes no Quênia | Foto: WWF
Elefantes no Quênia | Foto: WWF

A caça ao elefante é proibida no Quênia desde 1973. Os caçadores presos podem pegar uma sentença de prisão perpétua e multa de 200 mil dólares (cerca de 800 mil reais) por matar os animais.

Apesar das duras penalidades, a caça ainda é abundante no pais, resultado da enorme demanda internacional por marfim e da corrupção entre as autoridades locais como fatores determinantes.

O último censo de elefantes, realizado em 2016, descobriu que existem cerca de 400 mil animais na África, com uma estimativa de 23 mil no Quênia.

Enquanto muitos países africanos viram sua população de elefantes aumentar nos últimos anos, cerca de 90% dos animais do continente foram exterminados no século passado.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Policiais são acusados de atropelar e atirar em cães em Araquari (SC)

Moradores de uma comunidade de Araquari e uma ONG de proteção animal afirmam que os policiais agiram com violência. O caso será denunciado ao Ministério Público


Moradores de Araquari, em Santa Catarina, acusam policiais militares de atropelar e atirar em dois cachorros da raça pit bull em uma comunidade da cidade. O caso teria acontecido no sábado (2).

Reprodução/NSC Total

Relatos indicam que os policiais teriam sido acionados para controlar os cães, que estavam soltos e haviam brigado com um cão menor, levando-o à morte. No entanto, a postura que os policiais teriam tomado indignou os moradores.

As testemunhas afirmam que os policiais usaram a viatura para atropelar um dos cães e que os agentes atiraram nos animais. Depois disso, eles teriam ido embora, deixando os cachorros agonizando no local. De acordo com os relatos, a fêmea ficou se arrastando no chão, sem o movimento das patas traseiras.

O tutor dos cães, o motoboy Yohan Eufrasio, afirmou à NSC TV que os cães, que têm oito meses, estavam em um canil e fugiram. Eles foram socorridos e estão internados em uma clínica veterinária. Um deles ficou paraplégico.

Uma moradora da região, que preferiu não ser identificada, afirmou que os cachorros não são agressivos e que não estavam mordendo pessoas. Segundo ela, os animais brigavam apenas com outros cães e uma vizinha havia, inclusive, conseguido levar os dois para dentro de casa para prendê-los. Ela contou ainda que uma criança fez carinho nos animais antes dos policiais chegarem.

Everson de Oliveira, presidente da ONG de proteção animal “CADA”, repudiou a atitude dos policiais e informou que irá acionar o Ministério Público.

Para o comandante da 2ª Cia. do 27º Batalhão da Polícia Militar, Luís Antônio Bordim, foi necessário atirar nos animais. Segundo ele, o Corpo de Bombeiros foi chamado para socorrer os cães e os policiais esperaram a chegada da equipe de resgate.

“Os detalhes serão apurados em procedimento interno, com as informações de como aconteceu realmente. A informação que chegou para nós é que os bombeiros chegaram até o local e fizeram o atendimento do cão e que só então a guarnição foi embora”, informou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More