Notícias

Deputado organiza “Acampamento Nacional pelos Animais”

Na última semana, o deputado federal Roberto Santiago (PSD) anunciou um manifesto que promete agitar Brasília: o “Acampamento Nacional pelos Animais”. A mobilização, que acontecerá após o recesso parlamentar, já conta com a presença confirmada de simpatizantes da causa e ativistas de todo país,  e acontecerá entre os dias 17 a 20 de fevereiro, em frente ao Congresso Nacional, tendo como objetivo a aprovação de projetos relacionados à proteção animal.

Santiago, um dos organizadores do manifesto, afirmou que a pauta de exigências são temas protelados pela Câmara. “O que falta é sensibilizar os demais parlamentares para que esses projetos sejam aprovados com brevidade. A presença das pessoas será a melhor forma de chamar atenção para essa causa. Enquanto os projetos são engavetados, adiados para a apreciação plenária, há inúmeros animais sofrendo e morrendo por maus-tratos, torturados por experiências laboratoriais, entre outros sacrifícios desumanos. Sabemos que no Congresso os projetos não sofrem rejeição pela maioria, portanto não há porque eles não entrarem na pauta”, argumentou.

Um dos projetos que aguardam votação é o PLC 1376/2003, que determina a esterilização gratuita nacional para controle de natalidade de cães e gatos excedentes. “O presidente tem autoridade para colocar as matérias para disputa nominal de voto, mas tem um estilo de somente colocar para voto matérias com unanimidade de lideranças acordadas. Ora, não precisamos de unanimidade e não é somente com unanimidade que votamos aqui. Precisamos da maioria. Aposto na disputa nominal, mas acredito que essa ação, que já conta com presenças confirmadas de ativistas de todo país, trará resultados positivos com as lideranças. Precisamos sensibilizar o Congresso”, finalizou Santiago.

Fonte: Deputado Roberto Santiago

​Read More
Notícias

Mobilização Nacional reunirá milhares de pessoas pelo fim da crueldade contra os animais

Logo do Movimento Crueldade Nunca Mais que está sendo divulgado em todo o Brasil

Um grupo de organizações não governamentais protetoras dos animais se organizaram e formaram o Movimento ‘Crueldade Nunca Mais’. E, no próximo dia 22 de janeiro, o Movimento pretende junta centenas de pessoas reivindicando os direitos animais em um movimento simultâneo em diversas cidades brasileiras e Maceió não vai ficar fora dessa.

Depois dos últimos atos de crueldade contra animais registrados em diversas partes o Brasil, como o ‘caso Lobo’ e o assassinato do Yorkshire, as entidades protetoras de animais se uniram, formaram um grupo com sede em São Paulo e agora lançaram o Movimento Crueldade Nunca Mais que pede uma punição mais severa e efetiva em casos de maus-tratos e abandono de animais.

“A lei atual é branda e não pune devidamente quem comete crimes contra animais. Esta manifestação é o início de uma série de ações para uma penalização correta contra a crueldade aos animais”, diz o manifesto.

O Movimento ainda tem o intuito de arrecadar mais de 1 milhão de assinaturas em um abaixo-assinado. A pretensão é realizar um protesto simultâneo e, de acordo com a divulgação, mais de 100 cidades já se inscreveram através de ongs protetoras.

Foto: Reprodução

Maceió entrou na Manifestação Crueldade Nunca Mais através do Grupo Vida Animal de Maceió (GVAM).

“Esse movimento explodiu devido ao caso do Yorkshire. Isso [maus-tratos e crueldade animal] sempre aconteceu, mas devido a esse caso, todos os outros agora têm aparecido e causado essa comoção toda”, explicou Luceli Pereira, voluntária do GVAM que esta a frente da Mobilização Crueldade Nunca Mais em Maceió.

Segundo a Luceli, o GVAM sempre registra casos de maus-tratos e o mesmo sempre acontece a polícia não atende como crime, e a ONG não tem jurisdição e, muitas vezes, não dispõe de recursos para livrar o animal desse sofrimento.

Cão Lobo foi arrastado no carro do tutor. Animal morreu e tutor apenas recebeu uma multa (Foto: Reprodução)

“Toda semana recebemos denúncias. É freqüente, mas como não temos sede fixa e não dispomos de recursos financeiros fica difícil ajudar todos os casos”, lamentou a voluntária. “Na semana passada recebemos uma ligação de uma turista de Belo Horizonte, que estava no Francês. Ela estava indignada por ter presenciado um Burrinho sendo espancado por seu tutor, que segundo ela, ela um garoto. Ela nos disse o animal á estava todo ferido, ela pediu para o menino parar e ele nem ligou”, explicou a voluntário. Segundo Luceli, essa turista afirmou ter denunciado o caso a um policial que nada fez. “Ela falou que ficou horrorizada e não volta mais para cá”, finalizou.

Com o intuito de mostrar que ‘chega’ desse tipo de violência, o GVAM se juntou as outras ONGS protetoras dos direitos animais e entrou na Mobilização Crueldade Nunca Mais que, aqui em Maceió, será realizada na orla da Ponta Verde. De acordo com Luceli, a concentração está prevista para a praça em frente ao Alagoinhas [Alagoas Iate Clube], com previsão de saída às 10 horas.

“Só estamos com o ponto de concentração marcado, que é no Alagoinhas [Ponta Verde], daí por diante vamos caminhar, sem rumo e direção”, afirmou Luceli. “A Manifestação é pacífica, só queremos mostrar que tem gente que se importa, se preocupa e quer dar fim a isso”, finalizou ela.

De acordo com a voluntária, a organização do evento, apenas pediu que a população comparece ao local vestida com uma camisa de cor branca e no local, o GVAM vai distribuir fitas pretas como forma de protesto.

“A Manifestação tem logo, camisa, e outras coisas mais personalizadas, mas nós [GVAM] não temos recursos para isso. Nem para fazer e vender, não temos condições”, explicou Luceli. Segundo ela, não é proibido levar animais, mas a ONG aconselha a não levá-los.

Então, fique atento, se você é contra a crueldade animal e a favor de leis mais severas se engaje nessa luta e no próximo dia 22 compereça.

“Em São Paulo a previsão é juntar mais de 2 mil pessoas, aqui a pretensão não é tão grande. Não sabemos nem se o pessoal vai dar importância, mas queremos contar com o apoio de todos e mostrar que queremos soluções para o problema, pois pior que está, não fica”, finalizou.

Audiência Pública

Dois dias antes da Manifestação Crueldade Nunca Mais ser realizado, vai ser realizada em Maceió uma Audiência Pública que vai debater soluções e cobrar mais rigidez nos casos de violência contras os animais.

“Essa audiência pública foi um pedido da vereadora Heloísa Helena que se engajou na nossa luta para burlar a crueldade animal. Ela vai ser realizada no próximo dia 20, dois dias antes da mobilização, e nós [GVAM] vai se fazer presente”, disse Luceli. “Eu peço para que a população também compareça para mostrar que a sociedade não vai mais deixar crimes como esse passar despercebido”.

Audiência Pública contra a crueldade aos animais

20 de janeiro de 2012

Na Prefeitura Municipal de Maceió, às 9 horas

Movimento Crueldade Nunca Mais

22 de janeiro de 2012 em todo o Brasil

Maceió – Concentração no Alagoinhas, na Ponta Verde, às 10 horas

Contatos:

Mobilização Nacional

Email: info@crueldadenuncamais.com.br

Site: www.crueldadenuncamais.com.br

Em Maceió

Email: gvam.2011@hotmail.com

Luceli Pereira: (82) 9625.3013

Mayara: (82) 9168.5787

Saiba onde serão realizadas manifestações pelos animais no Brasil, no dia 22 de janeiro, clicando aqui.

Com informações do Primeira Edição

​Read More