Notícias

Tutora, cão e pássaros são encontrados mortos em apartamento, em Portugal

Descoberta só ocorreu porque idosa seria despejada de imóvel.
Cachorro e pássaros também foram achados mortos no local.

O corpo de uma idosa portuguesa foi encontrado, na cozinha de seu apartamento em uma vila a 25 km de Lisboa, quase 9 anos depois do registro de seu desaparecimento. A descoberta ocorreu na terça-feira (8), dia em que ela seria despejada por atrasar a prestação do imóvel.

Aida (esq.) e Laurinda (dir.): vizinhas suspeitaram de sumiço de idosa . Foto: Vitor Sorano/G1

“Foi uma vergonha para o país. Se não fossem as Finanças (órgão responsável pelo despejo) quererem o dinheiro deles o corpo continuaria lá”, diz Aida Martins, de 82 anos. Foi ela quem, em agosto de 2002, avisou as autoridades locais sobre o  desaparecimento da vizinha, Augusta Martinho, que completaria 96 anos neste sábado (12).

Olhava para a janela dela, que tinha luz acesa todos os dias. Até que um dia a luz apagou-se”, revelou Fernanda Borges, vizinha de Augusta.

“Havia também o cadáver de um cão e de alguns pássaros, que deviam fazer companhia para ela”, diz Luís Pimentel, comandante dos Bombeiros de Agualva-Cacém, que atenderam à ocorrência. Em 43 anos de profissão, diz ele, foi a primeira vez que se deparou com um caso como esses.

“Ela era muito amiga dos animais. Reclamava com ela algumas vezes pois dava comida aos gatos aqui na rua e atraía ratos”, diz Júlio Luís, de 60 anos, dono de um pequeno café ao pé do prédio da vítima.

O Tribunal de Sintra, que também teria sido avisado do desaparecimento, disse que o assunto é de competência do Ministério Público.

Com informações do G1

Nota da Redação: A falta de interesse das autoridades portuguesas em investigar o desaparecimento da idosa, resultou na morte sofrida, por fome e sede, de um cão e pássaros. Lamentável!

​Read More