Notícias, ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Teatro incentiva crianças a cuidarem do seu animal de companhia

Em mais de 40% das residências brasileiras há algum pet (cachorro ou gato) segundo pesquisa da Comissão de Animais de Companhia (Comac), do SINDAN. Em 16% dos lares em que há cães e gatos, os tutores possuem filhos menores de 13 anos.

Para incentivar a participação das crianças na rotina de cuidados com o animal de companhia, a Tecnew, distribuidora da Merial Saúde Animal promove no Rio de Janeiro, no dia 22 de agosto, a peça educativa “Coçar e sugar é só começar, mas com Frontline® não”.

A apresentação acontecerá no Recreio dos Bandeirantes, na capital carioca. “A idéia é fazer com que as crianças participem dos cuidados com o animal de estimação mostrando o que pode acontecer com o cão ou gato, se houver infestação por pulgas e carrapatos. Além disso, conscientizá-las de que esses parasitas podem transmitir sérias doenças também às pessoas, afirma Gilberto Maia, médico veterinário e gerente de produtos para animais de companhia da Merial.

“O enredo aborda, de forma descontraída, a história da pulga Foguete e do carrapato Sinistro que resolvem “habitar” o cachorro Sangue Bom. Em um de seus passeios com o tutor, Sangue Bom acaba infectado pelos parasitas. Depois de um tempo, já debilitado, o cachorro é levado a um médico veterinário que fala sobre os cuidados que devem ser tomados com os animais de companhia. Ele ensina ainda os espectadores a aplicarem corretamente o Frontline®, produto da Merial contra pulgas e carrapatos”, conta Francisco Carvalho, um dos idealizadores do projeto e coordenador de território da Merial para Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Consideradas zoonoses (doenças transmissíveis dos animais para o homem), a febre maculosa e a erliquiose são causadas, respectivamente, pela Rickettsia rickettsi e pela Ehrlichia spp. No Brasil, um dos principais transmissores da doença é o carrapato Amblyomma Cajennense, mais conhecido como carrapato-de-cavalo ou carrapato-estrela.

De acordo com Gilberto Maia, as pulgas também causam sérios problemas. “Cachorros e gatos alérgicos têm dermatites que, se não tratadas, tornam-se sérias inflamações. Se não forem eliminadas, podem até transmitir vermes, causar anemia e, ainda, propagar doenças para outros cães ou para as pessoas”, alerta Dr. Gilberto.

“As crianças podem ter um papel fundamental na prevenção desses problemas. Conscientizá-las por meio do teatro é ótimo, pois assistindo ao caso do “Sangue Bom”, elas se identificam na relação com o seu pet”, encerra Marcello Cômodo, gerente da distribuidora Tecnew e autor da idéia.

O Frontline, antiparasitário da Merial, está há 12 anos no mercado e continua sendo a proteção mais prescrita e recomendada por sua eficácia, tempo de ação e segurança contra pulgas e carrapatos em cachorros e gatos.

Fonte: SEGS

​Read More