Notícias

Capivara é resgatada de residência em Campo Grande, MS

A Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul resgatou, na manhã desta quinta-feira, de uma residência no bairro Maria Aparecida Pedrossian, zona Leste de Campo Grande, a capivara que nesta quarta-feira à tarde ‘passeava’ pelas ruas do bairro. O animal foi visto por moradores que ‘acomodaram’ a capivara no imóvel sem moradores.

Segundo o presidente da Associação dos Moradores do bairro, Jânio Batista de Macedo, a capivara apareceu no fim da tarde e passeou tranquilamente pela Rua Antonio Alves Setti. O animal circulou entre carros sem se assustar.” Na parte de cima do bairro não é comum aparecer animal, ao contrário da parte baixa, próxima à Área de Proteção, onde surgem macacos, quatis e muito raramente capivaras”, contou Macedo.

Para evitar acidentes, os moradores conduziram a capivara até um imóvel fechado na Rua Antonio Setti. Os bombeiros foram chamados, mas disseram que a ocorrência deveria ser atendida pela PMA. Moradores também ligaram para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), mas o órgão não dispõe de veículos para o transporte de animais. A PMA também alegou não dispor de viatura no momento.

A capivara passou a noite na residência e foi alimentada com milho e folhagens. Na manhã desta quinta-feira, a capivara foi levada pela PMA ao CRAS, onde será examinada e depois solta em seu habitat natural.

O animal pode ter saído da Área de Proteção Ambiental do Córrego Lageado, manancial responsável por 12% da água que abastece 26 bairros de Campo Grande. A área tem 3.500 hectares divididos em áreas urbanas e rurais. A área urbana está localizada no entorno lateral e final do residencial Maria Aparecida Pedrossian, onde a capivara se refugiou, além do Jardim Samambaia e Conjunto Oiti.

A reserva da Apa Lageado foi criada em 2001 com o objetivo de recuperar e conservar os recursos hídricos e proteger o ecossistema da região.

Fonte: O Globo

​Read More