Notícias

Burro explorado desmaia de exaustão na rua e é salvo por ativistas

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

Um burro explorado por um carroceiro desmaiou de exaustão nas ruas de Segorbe na Espanha. As pessoas que presenciaram a situação chamaram as autoridades e tiraram fotos da situação precária do animal.

Quando a polícia investigou a situação, descobriu que o explorador também tinha um cachorro. O cão também negligenciado foi imediatamente resgatado do tutor abusivo e levado para uma organização de resgate, mas infelizmente o burro não teve a mesma sorte.

Mas uma das pessoas que acompanhou o caso, sabia que o burro também merecia ser resgatado e ligou para o santuário e equipe de resgate El Refugio del Burrito (RDB).

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

“É frustrante que, embora ambos os animais estejam protegidos sob a mesma lei, e seja muito claro a ação necessária quando a vida de um animal está em risco, percebemos que as autoridades ainda hesitam nesses casos”, disse Veronica Sanchez, gerente nacional da RDB, em um comunicado. “Isto é negligência e omissão do dever.”

O caso havia sido relatado ao departamento local de bem-estar animal, mas acabou retido na burocracia. Ninguém percebeu que uma vida estava em jogo.

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

Então, apenas alguns dias depois do colapso do jumento, o RBD enviou um pedido urgente ao tribunal local e à polícia local. Mas ainda nada aconteceu.

Então os ativistas pelos direitos animais da RBD tentaram outra coisa: eles começaram uma campanha no Change.org (site de petições on-line). Em menos de 13 horas, mais de 12 mil pessoas assinaram a petição.

Essa campanha ajudou a pressionar o tribunal local a tomar medidas e, na manhã de 14 de março, equipes de resgate chegaram para o jumento. O explorador e ex-tutor se recusou a entregar o animal, apesar do burrinho estar obviamente sofrendo. Um exame veterinário posterior confirmaria que o burro precisava de tratamento para desnutrição severa, infecção do casco, múltiplas lesões de pele causadas pelo uso de cinturões inadequados, parasitas internos e externos e outras infecções.

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

Desta vez, a lei estava do lado do burro, e as autoridades retiraram o animal para salvá-lo.

Os salvadores chamaram o burro de Vida.

O burro foi imediatamente hidratado por via intravenosa. Ele teve seus cascos aparados e tratados. E Vida já está comendo bem, e já engordou um pouco.

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

“Vida está provisoriamente em um lar temporáro em Castellon, já que ele ainda não está apto para viajar”, disse Rosa Chaparro, gerente de comunicações e arrecadação de fundos para a RBD, ao The Dodo. “Assim que ele puder viajar, ele virá ao nosso santuário em Fuente de Piedra, Málaga.”

Foto: El Refugio del Burrito
Foto: El Refugio del Burrito

Em sua nova casa, ele se encontrará com mais de 300 jumentos abandonados e maltratados que encontraram novas vidas no santuário.

A vida está finalmente melhorando para Vida.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

ONGs pedem proibição de circos com animais em Málaga

Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Ecologistas membros da organização “Ação de Mijas”, seguindo a campanha estadual contra o abuso de animais em circos, pediram à cidade de Mijas na província de Málaga na Espanha, não autorizar a instalação de circos com animais e também pediu á Câmara Municipal de Mijas junta-se ao localidades onde foi proibida a instalação dos circos que usam animais em seus shows, como o município vizinho de Benalmádena. As informações são de Econoticias.

Na associação, após do debate aberto sobre o abuso animal na última disputa que aprovou uma moção contra o “Touro da Veja”, uma “festividade” que faz parte do circuito de touradas celebrada na cidade de Tordesillas na Espanha. O texto desta moção é contra todas as formas de abuso e crueldade contra os animais.

Para a fundação “Ecologistas em Ação”, o público desses eventos na maior parte são crianças que desconhecem do abuso que existe por trás desses tipos de circos.

“Ecologistas em Ação” acreditam que tais programas não são compatíveis com uma sociedade que pretende avançar nos tópicos de respeito e tolerância. A organização recordou que os circos que atualmente têm mais sucesso e reconhecimento social, aumentam sua audiência com a habilidade dos artistas e não com exploração animal.

Os circos devem promover eventos culturais para entretenimento e prazer, em consonância com os direitos animais, disse a associação.

​Read More