Receitas Veganas

“Maionese” de alho vegana e pães de alho

Essa maionese de alho vegana é muito gostosa e pode ser servida com pães, torradas, saladas e petiscos, como também utilizada pra fazer deliciosos pães de alho.

Ingredientes

50g batata inglesa (aproximadamente 1/2 xícara de batata picada ou 1 batata média)
1 xícara (de chá) de leite de amêndoas, amendoim ou soja bem gelado
1 dente de alho grande sem o miolo
1 colher (de sopa) de vinagre branco
Sal a gosto (geralmente uso 1/2 colher de chá)
Óleo vegetal (milho, girassol, soja, canola, azeite de oliva) – cerca de 3/4 de xícara
1 xícara (de chá) de salsinha e cebolinha picadas (opcional – para a maionese verde)
Pães do tipo francês (opcional – para os pães de alho)

Modo de preparo

Antes de tudo, cozinhe a batata inglesa até ficar bem macia.

Espere ficar em temperatura ambiente e coloque em um liquidificador, juntamente com o leite de amêndoas gelado. Se possível, deixe no freezer por uns 20 minutos antes de preparar a maionese.

Adicione o alho sem o miolo, o vinagre branco, tempere com sal a gosto e bata bem em velocidade rápida.

Assim que a mistura estiver uniforme, comece a acrescentar o óleo vegetal em um fio fino, mantendo liquidificador ligado na velocidade rápida.

Quando começar a encorpar, diminua a velocidade e continue com o fio de óleo, até a mistura estar bem cremosa.

Coloque em uma vasilha e leve à geladeira para gelar por pelo menos 2 horas antes de servir.

Se quiser fazer uma maionese verde, adicione ao creme salsinha e cebolinha picadas; geralmente uso 1 xícara. Está pronto!

Pães de alho

Para fazer os pães de alho, faça cortes na superfície de pães do tipo francês ou outros de sua preferência.

Passe a maionese nos cortes e na superfície, geralmente uso cerca de 2 colheres de sopa por pão. Salpique orégano ou ervas finas e leve para assar por cerca de 15 minutos em forno baixo (180ºC) ou até ficarem douradinhos.

Fonte: Presunto Vegetariano

​Read More
Receitas Veganas

Maionese de tofu

Divulgação

Esta maionese vegetal é super fácil de fazer e não tem erro. Vai pouquíssimo óleo (apenas uma colher de azeite) e você ainda pode adicionar temperos de sua preferência, como meio alho sem o miolo (senão fica muito ardido), adicionar salsinha e cebolinha para deixá-la verde, tomate seco, etc.

Ingredientes

1 xícara (de chá) de tofu macio amassado (cerca de 200g)
1 colher (de chá) de mostarda amarela
Suco de meio limão
1 pitada de sal
1 colher (de sopa) de azeite

Modo de preparo

Em um liquidificador, coloque todos os ingredientes acima e bata até obter um creme uniforme. Está pronto! Super fácil, né?

Fonte: Presunto Vegetariano

​Read More
Receitas Veganas

Maionese de abacate

Divulgação

Aprenda a fazer uma maionese super diferente e com um ingrediente inusitado: o abacate. Esta maionese é bem levinha, não leva tanto óleo como muitas outras (e sim azeite), e é perfeita para acompanhar pães, torradas, saladas e lanches.

Ingredientes

1 abacate maduro médio levemente amassado (Cerca de 400g)
1/2 xícara (de chá) de salsinha picada
2 colheres (de sopa) de mostarda
2 colheres (de sopa) de suco de limão
Sal a gosto
1 dente de alho sem o miolo (opcional)
Aproximadamente 1/2 xícara (de chá) de azeite de oliva

Modo de preparo

Em um liquidificador, coloque o abacate, a salsinha picada, a mostarda, o suco de limão, tempere com sal a gosto e se gostar acrescente um dente de alho sem o miolo.

Bata e adicione cerca de ½ xícara de azeite aos poucos até obter uma textura de maionese. Caso necessário, auxilie com a colher. Se quiser, adicione mais temperos de sua preferência.

Fonte: Presunto Vegetariano

​Read More
Notícias

Maior rede de lojas de conveniência do mundo anuncia que irá usar apenas maionese vegana

(da Redação)

Foto: Ecorazzi
Foto: Ecorazzi

Em breve será vendida nas lojas 7-Eleven a Just Mayo, um condimento tipo maionese, de produção ambientalmente sustentável e vegano – feito apenas de vegetais, da Hampton Creek.

O fundador e CEO Josh Tetrick anunciou recentemente no Twitter que todas as lojas 7-Eleven dos Estados Unidos passarão a usar exclusivamente Just Mayo em todos os seus sanduíches. As informações são do Ecorazzi.

“É a única maionese que eles terão, e uma que é infinitamente melhor para o planeta”, disse Tetrick ao Ecorazzi, por telefone, após o anúncio. “Se o  meio ambiente vence, você vence”.

A Hampton Creek vem promovendo produtos que são simultaneamente baratos e saudáveis; aqueles que são melhores para o ambiente e para o corpo. “Isto vai direto ao cerne do que somos como uma empresa”, acrescentou Tetrick, declarando que eles almejam alcançar grandes redes.

Ao longo das duas últimas semanas, a Hampton Creek tem trabalhado com a 7-Eleven para realizar a mudança. A medida entrará em vigor em 10 dias, uma alteração que deverá levar a uma economia de mais de 306 milhões de litros de água, preservar mais de 3 quilômetros quadrados de terras, e evitar a emissão de 191 milhões de gramas de CO2. Para os consumidores, isso significará 1,5 bilhões de miligramas de sódio, 304 milhões de miligramas de colesterol e 30 milhões de gramas de gordura saturada que serão evitados anualmente.

“A forma como olhamos para as coisas é: o que pode acontecer se começarmos do zero? Como é que podemos fazer as coisas de forma diferente? Para nós, queremos que tenha um gosto melhor, que seja menos caro e que gere menos impactos negativos sobre o meio ambiente. A maneira mais eficaz de se fazer isso é usando vegetais”.

Hampton Creek também produz o Just Cookies, um petisco totalmente natural e saboroso.

Foto: Just Mayo
Foto: Just Mayo
​Read More
Notícias

Marca de maionese vegana é favorecida por processo judicial movido pela Unilever

(da Redação)

Josh Tetrick, CEO da empresa Hampton Creek, produtora da maionese vegana Just Mayo. Foto: Huffington Post
Joshua Tetrick, CEO da empresa Hampton Creek, produtora da maionese vegana Just Mayo. Foto: Huffington Post

Conforme publicado recentemente pela ANDA , a multinacional Univeler processou a pequena empresa startup americana Hampton Creek por causa da maionese vegana produzida por ela, chamada Just Mayo.

Mas o resultado da ação tomada pela Unilever acabou tendo um efeito inesperado: funcionou como uma campanha da marketing a favor da Hampton Creek. As informações são do One Green Planet.

“Tem sido extraordinário como as pessoas reagiram a isso, incluindo o público, os comentaristas, os nossos parceiros de varejo e de food service”, disse Joshua Tetrick, CEO da Hampton Creek, ao One Green Planet. “Isso nos fez lembrar por que começamos esta empresa, em primeiro lugar. Nós sabíamos que a Hampton Creek faria barulho, e nós não devemos nos surpreender com as reações de alguns”.

A Unilever, conglomerado multinacional milionário que detém a marca Hellmanns, processou a Hampton Creek alegando que esta empregava propaganda enganosa ao vender a sua maionese Just Mayo. Segundo a Unilever, toda maionese deve conter ovos, devido a uma definição do FDA (Food and Drugs Administration) – afirmação que já foi contestada e não procede. Outro ponto apresentado pela Unilever em sua ação é que o rótulo da Just Mayo mostra um ovo sendo quebrado por uma ervilha amarela (ingrediente que substitui os ovos no produto), o que supostamente estaria enganando os consumidores ao fazê-los acreditar que o produto contém ovos.

Mas a etiqueta da Just Mayo evidencia que o produto é “egg-free”. E também não é a única maionese livre de ovos no mercado, o que leva a concluir que o cerne da questão e que motivou o movimento da Unilever foi o fato da Hampton Creek estar disputando mercado com a mesma.

Mas se a Unilever acreditou que uma ação judicial iria estancar a adesão dos consumidores de suas marcas menos saudáveis ou sustentáveis para seu concorrente inovador, ela parece ter calculado mal. Um representante de Hampton Creek disse ao One Green Planet que os especialistas de monetização de mídia determinaram que a Hampton Creek recebeu publicidade gratuita na ordem de 3 milhões de dólares por dia por uma semana, após o processo ter sido arquivado, devido à sua visibilidade nos grandes meios de comunicação.

A propaganda livre não foi o único ponto a favor da Hampton Creek: as páginas da Unilever e da Hellman’s no Facebook foram inundadas com comentários negativos feitos por consumidores indignados com o caso.

“A ironia é que muito do que estamos fazendo em resposta a este processo está, na verdade, construindo a nossa empresa”, disse Tetrick. “Está construindo nossa base de clientes, aumentando a nosso número de vendas, ajudando-nos a atrair melhores talentos e a energizar a nossa equipe. Está também reforçando um ponto de vista que temos e que é essencial em tudo o que fazemos…você precisa de uma nova abordagem para resolver grandes problemas”.

“Este é um grande momento para a Hampton Creek”, acrescenta Tetrick, a respeito de toda a provação. “Estamos surpresos, mas humildes. De fato, uma das razões que mais nos inspiram nesse momento é a percepção de uma potencial oportunidade de mudanças mais amplas no ambiente regulatório, para torná-lo mais adequado à solução de grandes problemas de modo que assim se possa criar alimentos mais saudáveis e sustentáveis”.

 

​Read More
Notícias

Unilever processa marca de maionese vegana

Their-Turn-Just-Mayo-677x1024Univeler, a mega multinacional de 60 bilhões de dólares, cujo portfólio de marcas inclui a maionese Hellman’s, resolveu processar para aleijar a pequena startup Hampton Creek por causa de sua maionese vegana chamada Just Mayo.

A Unilever alega que maionese por definição deve conter ovos e que a marca tem que ou acrescentar ovos ou sair das prateleiras. Em suma, um processo absurdo, é como se para se chamar um bolo de bolo ele tivesse que conter ovos. Surreal em sua falta de honestidade.

O CEO da Hampton Creek, Josh Tetrick, é um defensor da agricultura sem crueldade e já fez uma palestra TED sobre o assunto.

O que você acha de uma empresa como a Unilever, que você deveria boicotar por causa dos testes com animais e prática capitalista monopolista, processar uma empresa pequena que quer fazer a diferença para o planeta?

Fonte: Lobo Repórter

​Read More
Videos, Videos [Destaque]

Campanha denuncia a crueldade por trás da fabricação de maionese

Alface, tomate e alguns pintinhos ao redor. Isso parece formar um bom sanduíche? Se não, pode ser que você queira tirar a maionese, porque a ONG Farm Forward está mostrando a dura realidade que está exatamente por trás da Hellmann’s e da Best Foods. Um novo vídeo produzido pela Farm Forward mostra que para fazer um sanduíche com maionese, os filhotes são moídos vivos. Prática comun na indústria, os ovos são encubados e, assim que os filhotes machos nascem, eles são rapidamente descartados justamente por não terem nenhum uso.

​Read More