Notícias

Macaco-de-cheiro é resgatado em casa no centro de Manaus (AM)

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Animal foi encontrado em região afastada da mata | Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Um macaco-de-cheiro, da espécie saimiri sciureus, foi resgatado pelo Batalhão de Incêndio Florestal e Proteção Animal do Corpo de Bombeiros de Manaus, Amazonas. O macaco foi encontrado em uma residência da rua José Paranguá, no Centro da região.

De acordo com Adriano Pantoja, integrante da equipe de bombeiros, o animal aparentava ser domesticado, pois não fugiu do local: “Quando chegamos, o macaco estava na cabeça do filho de dez anos do proprietário da casa. A porta estava aberta e o animal não fugiu”, contou. Segundo ele, o macaco que era dócil, estava em uma área afastada da mata e que por isso provavelmente seria domesticado.

Depois de tentarem encaminhar o animal para o Refúgio da Vida Silvestre Sauim-Castanheiras, no Distrito Industrial 2, na Zona Leste da cidade, os bombeiros o levaram até o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O macaco ficará três dias em observação para saber se será reinserido ao seu habitat. O Refúgio não estava mais recebendo animais.

O Saimiri sciureus recebe este nome por sua rotina de higiene pessoal. Ao contrário do que ocorre com outras espécies de primatas, a limpeza dos pelos não é uma atividade feita em grupo. Cada mico-de-cheiro limpa e penteia seu próprio pelo. Depois de penteados, urinam na própria cauda e a encharcam bem usando as mãos. Esta é a razão do seu nome popular e a explicação para o seu nome.

​Read More