Búfalos em luta
Home [Destaque N2], Notícias

Búfalos são forçados a lutar para entreter milhares de pessoas no Vietnã

O torneio foi interrompido temporariamente há três meses depois que um búfalo matou seu explorador no campo de luta. Foi a primeira fatalidade humana, embora os animais tenham morrido durante os combates anteriormente.

Búfalos em luta
Foto: .AP/Hau Dinh)

Desde então, foram colocadas em prática mais medidas de segurança, incluindo cercas reforçadas e testes de estimulantes nos animais.

Cerca de 20 mil pessoas compareceram ao estádio na cidade turística de Do Son, em Hai Phong, para assistir às finais da competição, na qual 16 búfalos eram forçados a lutar uns contra os outros.

Búfalo ferido em festival
Foto: AP/Hau Dinh)

De acordo com a tradição, todos os búfalos que perderam foram mortos logo após o fim do torneio. O búfalo vencedor será morto no próximo dia como uma “homenagem a Deus”, algo perturbador e doentio.

Uma morte ocorrida no início de Julho provocou um intenso debate sobre a continuidade do festival, segundo o Daily Mail.

Nguyen Tam Thanh, do grupo de proteção animal Animals Asia, no Vietnã, explicou que a organização protesta contra eventos nos quais os animais são maltratados ou explorados para entreter o público.

Milhares de pessoas assistem ao festival cruel
Foto: AP/Hau Dinh)

“O festival deste ano é muito decepcionante. Nosso grupo esperava que o incidente mortal servisse como um alerta, mas, lamentavelmente, o festival continuou e as ideias da comunidade não foram respeitadas”, declarou.

As lutas de búfalos foram interrompidas durante a Guerra do Vietnã e retornaram no final da década de 1980.

​Read More
Notícias

Gatos são forçados a lutar uns contra os outros em vídeo perturbador

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Daily Mail
Reprodução/Daily Mail

Um indivíduo perturbado obrigou gatinhos a lutarem uns contra os outros durante um vídeo de abuso repugnante feito para a sua diversão.

O homem faz com que os gatos arranhem os rostos dos seus adversários, enquanto ele os segura pela pele durante o vídeo perturbador que se supõe ter sido filmado em Blackburn, Lancashire (Inglaterra).

Não se sabe se os animais foram feridos durante o incidente, mas a luta continua por algum tempo antes do término da filmagem. A RSPCA de Lancashire está investigando a prática cruel após o vídeo, compartilhado na internet, causar alvoroço.

“Estamos cientes deste terrível vídeo e estamos verificando isso com cuidado. Se alguém tiver alguma informação que possa ajudar a nossa investigação, por favor, ligue para nossa linha de recurso no 0300 123 8018. Como este caso está em andamento, não podemos entrar em mais detalhes neste momento”, disse um porta-voz da RSPCA, segundo o Daily Mail.

​Read More
Notícias

Animais que hibernam vivem mais

Em comparação com vagar no gelo à procura de comida em meio a metros de neve, hibernar no inverno soa como um estilo de vida bastante confortável. Mas não é apenas o fato de não gostarem de frio nem de patas molhadas que leva alguns animais a tirarem uma longa soneca durante o inverno. Acredita-se que a hibernação é o caminho mais fácil preservar a própria vida, possivelmente por fugir de predadores.

Uma nova pesquisa analisa “histórias de vida”dos animais – dados publicados anteriormente sobre quanto tempo eles vivem e quantos filhotes eles têm – no que diz respeito à possibilidade ou não de hibernação. Geralmente, os animais menores vivem menos e os maiores, mais tempo. Porém, os animais que hibernam parecem ser a exceção, disseram os pesquisadores.

“Nós descobrimos que pequenos mamíferos hibernantes têm uma expectativa de vida alta justamente por causa de seus hábitos de hibernação”, conta Christopher Turbill, pesquisador do Instituto de Pesquisa de Vida Selvagem e Ecologia, em Viena, Áustria. Geralmente, os pequenos mamíferos hibernantes também se reproduzem mais lentamente se comparados às espécies que não hibernam.

Durante a hibernação, os animais entram em um estado de baixa energia, basicamente dormindo durante todo o inverno em um lugar seguro. Eles sobrevivem com as reservas de gordura do corpo. Também não se movem muito, a temperatura do corpo cai e tanto a respiração quanto os batimentos cardíacos diminuem sua frequência. A hibernação e estados semelhantes podem ser encontrados entre uma variedade de animais, incluindo morcegos e outros mamíferos, marsupiais e até mesmo alguns pássaros e cobras.

Os pesquisadores descobriram que durante a hibernação os animais são muito menos propensos a morrer, por isso as espécies que hibernam conseguiram atingir uma idade mais avançada. Observações anteriores também sugeriram que animais hibernantes vivem mais tempo porque não precisam competir por alimento ou lutar com caças ou predadores durante as temperaturas do inverno, como os seus parentes não-hibernantes fazem.

Por exemplo, um roedor não-hibernante do tamanho de um rato médio tem chance de sobrevivência de 17%. Vive um máximo de 3,9 anos e é capaz de ter até 14 filhotes por ano. Um roedor hibernante com o mesmo peso tem uma chance de 50% de sobreviver a cada ano e, portanto, o tempo de vida máximo para a espécie é substancialmente maior: 5,6 anos. No entanto, ele tem cerca de metade da prole por ano: cerca de oito.

Turbill acredita que a principal diferença chega a ser, no final das contas, psicológica. Os hibernantes enfrentam menos pressão dos predadores, o que torna a sobrevivência ao inverno mais fácil para sobreviver ao inverno – embora eles percam as oportunidades de reprodução que teriam se estivessem acordados.

“Pode haver energia o bastante para estes animais sobreviverem, mas não o suficiente para se reproduzirem”, explica Turbill. “Mesmo assim, se você hiberna, você tem uma chance muito boa de sobreviver até que as condições melhorem e você possa se reproduzir”.

Fonte: Hypescience

​Read More