Notícias

Gatos que seriam consumidos são salvos na China

Assim como os cachorros, os gatos fazem parte da culinária tradicional chinesa, ou seja, são caçados e comercializados para o abate. Recentemente, cerca de 70 gatos foram resgatados desse trágico destino, na província de Guangdong.

Gatinhos agora aguardam por uma família amorosa para adotá-los Crédito: Reprodução/ Daily Mail

De acordo com o jornal Daily Mail um grupo de 40 manifestantes exigiram a libertação dos felinos. Os animais estavam sendo mantidos em gaiolas, sem água e sem comida, em um mercado a céu aberto. Após muita confusão, um dos integrantes pagou dois mil yuan, cerca de 500 reais, para recuperar os gatos.

Felizmente, oito deles acabaram em uma pet shop e aguardam por adoção. Os outros gatos não tiveram a mesma sorte e foram soltos de volta às ruas de Shangai. Em entrevista à publicação, a estudante Zhao Yang, que cuida de 30 gatos em sua casa, declarou que é comum a presença de caçadores de gatos no país. Eles chegam a capturar 600 animais por semana e depois os vendem para restaurantes ou comerciantes de rua.

Em Guangzhou, no sul da China, cada gato pode ser vendido por 50 yuan, cerca de 13,50 reais. Com um felino os restaurantes conseguem preparar até quatro refeições de um prato popular chamado de “Long hu feng”. Considerada uma carne que traz boa sorte, a carne de gato representa o tigre, assim como a de cobra simboliza o dragão e a de frango, a fênix.

Para evitar que os gatos de estimação acabem na panela, as autoridades de defesa animal da China aconselham os tutores a manterem seus gatos dentro de casa.

Fonte: Petmag

​Read More