Notícias

Cientistas criam camundongo que é capaz de ‘cantar’ como um pássaro

Camundongo transgênico criado por cientistas é capaz de 'cantar' como um pássaro. (Foto: AFP/Universidade de Osaka)

Cientistas japoneses anunciaram nesta terça-feira terem criado um camundongo geneticamente modificado que pia como um passarinho. Segundo os pesquisadores, o animal pode ajudar a entender a evolução da linguagem humana.

O bicho faz parte do “Projeto de Evolução de Camundongos” da Universidade de Osaka, no qual são usados animais geneticamente alterados que são mais suscetíveis a erros de cópias em seu DNA e, portanto, a mutações.

Clique aqui para ver e ouvir o camundongo cantar

“As mutações são a força por trás da evolução. Nós cruzamos os camundongos geneticamente alterados por gerações para ver o que aconteceria”, disse o pesquisador chefe Arikuni Uchimura. “Analisamos os camundongos recém-nascidos um por um até que um dia encontramos um camundongo que estava cantando como um pássaro”, acrescentou, destacando que o animal nasceu por acaso, mas que a característica será passada para as futuras gerações.

O laboratório agora conta com mais de 100 “camundongos cantadores” para futuras pesquisas. Os cientistas esperam que eles forneçam pistas sobre como a linguagem evolui, assim como pesquisadores em outros locais estudam pássaros cantores em busca de sinais que os ajudem a entender as origens da linguagem humana. Eles descobriram que os pássaros usam diferentes sons que unem em grupos como palavras nas línguas humanas e depois as sequenciam para cantar suas “músicas”, que estão sujeitas a algumas regras linguísticas.

“Os camundongos são melhores que os pássaros para esses estudos porque são mamíferos e mais parecidos com os humanos na sua estrutura cerebral e outros aspectos biológicos”, considera Uchimura. “Estamos observando como um camundongo que emite sons novos afeta outros camundongos comuns no mesmo grupo, isto é, sua conotação social.”

“Sei que é muito difícil e as pessoas vão dizer que é ‘um absurdo’, mas faço isso com a esperança de um dia produzir um verdadeiro ‘Mickey Mouse’.”

Com informações de O Globo

Nota da Redação: Nada mais inútil e cruel do que o abuso de animais em laboratórios com finalidade “científica”. Descartar a vida de inúmeros ratos explorados como cobaias para se estudar a “evolução da linguagem humana” , transformando-os em “camundongos cantadores” , além de ser totalmente antiético, é de uma futilidade incompreensível. O que dizer de um cientista que afirma querer criar um “Mickey Mouse”? Já que parece terem se esgotado as possibilidades de torturar animais em pesquisas, a ciência volta sadicamente ao jardim da infância. Usa animais como brinquedinhos descartáveis para fazer jus à verba destinada às pesquisas, criando as mais estapafúrdias formas de exploração.

​Read More
Notícias

Cientistas criam camundongo que é capaz de 'cantar' como um pássaro

Camundongo transgênico criado por cientistas é capaz de 'cantar' como um pássaro. (Foto: AFP/Universidade de Osaka)

Cientistas japoneses anunciaram nesta terça-feira terem criado um camundongo geneticamente modificado que pia como um passarinho. Segundo os pesquisadores, o animal pode ajudar a entender a evolução da linguagem humana.

O bicho faz parte do “Projeto de Evolução de Camundongos” da Universidade de Osaka, no qual são usados animais geneticamente alterados que são mais suscetíveis a erros de cópias em seu DNA e, portanto, a mutações.

Clique aqui para ver e ouvir o camundongo cantar

“As mutações são a força por trás da evolução. Nós cruzamos os camundongos geneticamente alterados por gerações para ver o que aconteceria”, disse o pesquisador chefe Arikuni Uchimura. “Analisamos os camundongos recém-nascidos um por um até que um dia encontramos um camundongo que estava cantando como um pássaro”, acrescentou, destacando que o animal nasceu por acaso, mas que a característica será passada para as futuras gerações.

O laboratório agora conta com mais de 100 “camundongos cantadores” para futuras pesquisas. Os cientistas esperam que eles forneçam pistas sobre como a linguagem evolui, assim como pesquisadores em outros locais estudam pássaros cantores em busca de sinais que os ajudem a entender as origens da linguagem humana. Eles descobriram que os pássaros usam diferentes sons que unem em grupos como palavras nas línguas humanas e depois as sequenciam para cantar suas “músicas”, que estão sujeitas a algumas regras linguísticas.

“Os camundongos são melhores que os pássaros para esses estudos porque são mamíferos e mais parecidos com os humanos na sua estrutura cerebral e outros aspectos biológicos”, considera Uchimura. “Estamos observando como um camundongo que emite sons novos afeta outros camundongos comuns no mesmo grupo, isto é, sua conotação social.”

“Sei que é muito difícil e as pessoas vão dizer que é ‘um absurdo’, mas faço isso com a esperança de um dia produzir um verdadeiro ‘Mickey Mouse’.”

Com informações de O Globo

Nota da Redação: Nada mais inútil e cruel do que o abuso de animais em laboratórios com finalidade “científica”. Descartar a vida de inúmeros ratos explorados como cobaias para se estudar a “evolução da linguagem humana” , transformando-os em “camundongos cantadores” , além de ser totalmente antiético, é de uma futilidade incompreensível. O que dizer de um cientista que afirma querer criar um “Mickey Mouse”? Já que parece terem se esgotado as possibilidades de torturar animais em pesquisas, a ciência volta sadicamente ao jardim da infância. Usa animais como brinquedinhos descartáveis para fazer jus à verba destinada às pesquisas, criando as mais estapafúrdias formas de exploração.

​Read More