Notícias

Baronesa americana deixa sua herança para cães, mas juiz reduz a quantia

Por Marcela Couto (da Redação)

Organizações de defesa dos direitos animais estão denunciando que a herança de Leona Helmsley não está sendo revertida para os cães – como prometido.

Leona Helmsley e seu cão maltês Trouble
Foto: AP Photo/Jennifer Graylock

De acordo com a Associated Press, grupos de defesa dos animais acusaram os fiduciários da herança de Helmsley de “tramarem contra a doação da herança à caridade dos cães” a favor de seus interesses sobre a fortuna da baronesa.

A magnata dona de hotéis, que morreu em 2007 aos 87 anos, tutelava um maltês muito querido chamado Trouble. Ela nomeu Trouble como beneficiário em seu testamento, deixando um fundo de U$12 milhões para o animal com a intenção de que o dinheiro fosse administrado em prol dos cães. Mas um juiz conseguiu reduzir o valor para U$2 milhões.

A Humane Society dos EUA, a American Society for the Prevention of Cruelty to Animals e a Maddie’s Fund disse que os responsáveis pela herança de Helmsley estão ignorando seu desejo de usar o dinheiro para ajudar cães.

Com informações de The Baltimore Sun

​Read More