Notícias

Diretora Laurie Anderson mostra todo o amor por sua cadela no documentário “Coração de Cachorro”

O documentário tyraz diversos vídeos e imagens da cadelinha Lolabelle. (Foto: Reprodução / Divulgação
O documentário traz diversos vídeos e imagens da cadelinha Lolabelle. (Foto/ Divulgação)

A morte pode nos afetar de várias maneiras diferentes, seja a morte de entes queridos, de pessoas com quem não convivíamos tanto e também a morte de um animal doméstico.

Quem ama animais e vive com um dentro de casa sabe o quanto eles podem se tornar importantes e o quanto de amor eles podem fazer nascer em nossos corações.

Esse tipo de perda, de um amor de quatro patas, também pode nos afetar de forma profunda e deixar um enorme vazio na vida dos tutores.

É exatamente sobre isso que fala o documentário “Coração de Cachorro”, que tem roteiro e direção da visionária artista Laurie Anderson. O filme, que narra momentos considerados marcantes da vida pessoal da autora, é uma espécie de homenagem a sua cadela Lolabelle, uma Rat Terrier que faleceu em 2011 após ficar cega e sofrer uma longa agonia causada por um câncer incurável.

O documentário, que é narrado pela própria Laurie Anderson, traz diversos vídeos e imagens da cadelinha, personagem principal do filme que nos faz refletir sobre a perda de um animal e nossa reação diante da morte.

Os vídeos de Lolabelle vistos no documentário, que faz também uma reflexão sobre os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, nos mostra um pouco do tanto de amor que Laurie Anderson continua sentindo pela cadela.

No filme, a autora comenta sobre os últimos momentos da cachorrinha, nos mostra sua visão pessoal sobre a morte, apresenta ao público seu olhar budista sobre o tema e suas lembranças da infância.

“Coração de Cachorro” parece uma homenagem que todos nós, amantes de animais, gostaríamos de fazer aos nossos amigos de quatro patas que já se foram.

O documentário, que levou dois anos para ficar pronto, recebeu o prêmio Lina Mangiacapre do Festival de Cinema de Veneza de 2015 e está, finalmente, chegando aos cinemas.

Assista a seguir o trailer do documentário (em inglês):

Fonte: Portal do Dog

​Read More
Notícias

Coração de Cachorro estreia quinta-feira (21) no Cinesesc

Lolabelle foi uma grande paixão de Laurie Anderson e acabou como protagonista do filme sobre a artista. Descrição para deficientes visuais: Cachorrinha branca com mancha escura no rosto está tocando um piano. Foto: Divulgação
Lolabelle foi uma grande paixão de Laurie Anderson e acabou como protagonista do filme sobre a artista. Descrição para deficientes visuais: Cachorrinha branca com mancha escura no rosto está tocando um piano. Foto: Divulgação

Fátima ChuEcco/Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Uma cadela que pinta, toca piano e participa de eventos em prol de animais carentes – tudo isso depois de idosa e cega. Em “Coração de Cachorro”, filme escrito e dirigido pela artista performática e musical Laurie Anderson, viúva do músico Lou Reed, a cadelinha Lolabelle é a protagonista. Com estreia marcada para 21 de janeiro no Cinesesc de São Paulo, o filme se mostra bastante pessoal reunindo inúmeras lembranças e reflexões de Laurie que, entre outras coisas, também tenta expressar o que sua cachorrinha pensava e sentia.

Lollabelle foi adotada por Laurie e morreu em 2012 vítima de câncer. Mas antes disso, mesmo cega, recebeu aulas de pintura, piano e trabalhos manuais com massinha. Seu talento a possibilitou participar de apresentações de Laurie e Lou Reed (astro do rock), além de acompanhar o casal nas entrevistas de TV. E a própria Lolabelle também se apresentou em instituições de animais carentes para arrecadar fundos.

O casal Lou Reed e Laurie Anderson costumava levar Lolabelle para shows, eventos e entrevistas. Descrição: Lou Reed está de pé, ao lado de Laurie, e segurando Lolabelle no colo. Foto: Divulgação
O casal Lou Reed e Laurie Anderson costumava levar Lolabelle para shows, eventos e entrevistas. Descrição: Lou Reed está de pé, ao lado de Laurie, e segurando Lolabelle no colo. Foto: Divulgação

O trabalho de Laurie Anderson é inovador a ponto de levar recentemente para a Times Square (NY) dezenas de cachorros para apreciarem um show bem inusitado, criado especialmente para a sensível audição deles. Um espetáculo semelhante já tinha sido feito pela artista na Australia, no Sydney Opera House, em 2010. Os cães, assim como os gatos, têm gamas de audição significativamente mais amplas do que os seres humanos. Para a composição, Anderson escolheu sons com decibéis baixos, ao invés de barulhos de alta frequência que poderiam irritar os animais – diz a matéria publicada na ANDA.

Laurie Anderson levou 30 anos para voltar ao cinema. Esse é seu segundo filme. O primeiro foi o documentário “Terra de Bravos”, em 1986. “Coração de Cachorro” foi vencedor do prêmio Lina Mangiacapre do Festival de Cinema de Veneza de 2015 e foi um dos filmes mais comentados na Mostra Internacional de Cinema do ano passado no Brasil. No entanto, para quem não conhece Laurie Anderson, pode ser uma obra confusa, com a colagem de pensamentos de Laurie e (supostamente) de sua cachorra misturados e ainda se acoplando a ideias sobre Budismo, vida, morte e tragédias como o ataque as Torres Gêmeas, que aconteceu bem próximo da casa da cantora.

O filme de Laurie Anderson mistura reflexões da artista com supostos pensamentos e sentimentos de sua cadelinha Lolabelle. Descrição: Laurie Anderson aparece de meio corpo e de lado segurando a cadelinha. Foto: Divulgação
O filme de Laurie Anderson mistura reflexões da artista com supostos pensamentos e sentimentos de sua cadelinha Lolabelle. Descrição: Laurie Anderson aparece de meio corpo e de lado segurando a cadelinha. Foto: Divulgação

O filme foi realizado sob encomenda da Arte, rede de TV franco-alemã, que pretendia mostrar a filosofia de vida da artista. “Eu disse a eles que não tinha uma filosofia de vida e, mesmo se tivesse uma, não faria um filme sobre isso para que os outros vissem. De qualquer forma, eles mencionaram as histórias sobre a minha cachorra, dizendo que eram interessantes e podiam estar no filme. No fim, fui adicionando outras coisas, sobre tempo, amor e vida. Acabou que é a minha filosofia de vida. Eles me levaram a fazer de fato um filme sobre o assunto”, ela disse numa reportagem feita pelo jornal O Globo.

O trailer de “Coração de Cachorro” pode ser visto no YouTube e quem acompanhou o auge da carreira de Laurie Anderson nos anos 80 pode recordar uma de suas músicas mais conhecidas.

*É permitida a reprodução total ou parcial desta matéria desde que citada a fonte ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais com o link. Assim você valoriza o trabalho da equipe ANDA formada por jornalistas e profissionais de diversas áreas engajados na causa animal e contribui para um mundo melhor e mais justo.

​Read More
Notícias

Lou Reed e Laurie Anderson farão show para cães na Austrália

Os músicos Laurie Anderson (esq) e Lou Reed em Nova York. (Foto: Reprodução/UOL)

Segundo o jornal Sydney Morning Herald, “Music For Dogs” terá música tocada em “frequência sonora alta”, captada apenas pelos cães. O evento acontece no dia 5 de junho, em Sydney, como parte do festival Vivid Live, curado por Reed e Anderson.

Em entrevista ao jornal, Anderson revelou que há 11 anos toca músicas para sua cadela Lollabelle. “Ela gosta de coisas suaves, mas com batidas por cima”, disse.

A apresentação não terá barulhos repentinos, afirmou a artista multimídia conhecida por suas performances experimentais. “Não queremos que eles (os cães) fiquem muito excitados. Mas tudo bem se correrem em círculos”, disse sobre o show que deve ter ainda um buffet gratuito para os cães.

A apresentação da dupla terá cerca de 20 minutos de duração, já que a concentração dos animais não dura mais do que esse período, de acordo com Anderson.

“Na verdade, acho que muitos shows para pessoas melhorariam muito se tivessem 20 minutos. Shows são muito longos, inclusive os meus”, disse.

Além de “Music For Dogs”, o festival australiano terá ainda a cantora folk Rickie Lee Jones, o grupo japonês de metal Boris, Lou Reed interpretando seu disco “Metal Machine Music”, a banda japonesa de rock experimental Melt-Banana e o grupo norte-americano Blind Boys of Alabama, entre outras atrações.

Fonte: UOL

​Read More
Home [Destaque N2], Notícias

Ação de Graças sem crueldade em Nova York

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Fonte: Farm Sanctuary
Fonte: Farm Sanctuary

O feriado de Ação de Graças, comemorado em novembro pelos americanos, é uma das maiores celebrações naquele país. E o que é em teoria uma festa do espírito da gratidão torna-se um verdadeiro massacre de perus, já que a ave é o prato principal desse feriado. Mais de 45 milhões de perus, que são nativos da América do Norte, são mortos todos os anos e terminam nas mesas de milhões de famílias americanas.

Mas os pássaros também têm amigos naquele país. E para celebrar os perus nesse feriado, uma festa dia 22 de novembro em Nova York celebrará as aves nesse período que para elas é de terror. Organizado pela ONG Farm Sanctuary e tendo como anfitrião Russell Simmons, o fundador da gravadora pioneira de rap Def Jam e ativista vegano, o evento acontecerá na Tavern on the Green. O grupo está circulando uma petição pedindo que o presidente americano envie os perus ‘perdoados’ (um gesto simbólico pelo qual o presidente americano cada ano poupa a vida de alguns perus) para o santuário e não para a Disney World, como tradicionalmente acontece.

Entre as presenças confirmadas estão os músicos Lou Reed e Laurie Anderson, o artista pop Peter Max e a atriz Ally Sheedy. Haverá um leilão silencioso e uma palestra do escritor Jonathan Safran Foer, além, é claro, de muita comida vegana.

​Read More