Notícias

Polícia flagra maus-tratos a animais expostos em shopping na Serra (ES)

O tutor dos animais foi levado para a Delegacia da Serra Foto: Everton Nunes
O tutor dos animais foi levado para a Delegacia da Serra
Foto: Everton Nunes

Policiais militares flagraram, nessa sexta-feira (05), animais em situação de maus-tratos expostos na fazendinha do Shopping Montserrat, na Serra. De acordo com a Polícia Militar Ambiental, pôneis, coelhos e outras espécies estavam sem alimentação adequada e em meio à sujeira. O responsável foi levado para a Delegacia Regional da Serra.

De acordo com o sargento Reis, da PM Ambiental, os policiais receberam uma denúncia anônima de que os animais – que ficam expostos na área interna do shopping – estavam em condições inadequadas no espaço. Ao chegarem ao local, os militares constataram a situação.

“Eles estavam sem alimentação, sem condições de higiene e com água suja para beber. O guardião foi contatado e alegou que um dos tratadores faltou ao trabalho. Mesmo assim, ele foi levado para a delegacia”, disse o sargento.

Segundo o policial, além dos maus-tratos, o tutor dos animais não apresentou um laudo de vistoria do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), autorizando a exposição dos animais. “Ele disse que tem esse laudo, mas que não estava com ele no momento”, frisou.

De acordo com o sargento, o acusado assinou um termo circunstanciado na delegacia e foi liberado. Ele continuará com a guarda dos animais, mas terá de se adequar.

“Solicitamos que ele providenciasse imediatamente comida e água para os animais, além de mantê-los em um local mais limpo. Vamos informar o fato ao Idaf, para que uma nova vistoria seja feita, e encaminhar o relatório ao Ministério Público, para que sejam tomadas as providências cabíveis”, destacou.

O sargento informou ainda que o contrato entre o guardião dos animais e o shopping será analisado, para apurar se o centro comercial tem alguma responsabilidade sobre o caso.

A assessoria de comunicação do grupo Sá Cavalcante, responsável pelo Shopping Montserrat, informou que o centro comercial é responsável pela locação do espaço para os organizadores da feira. Segundo a nota, o local é arejado visando o conforto e a segurança dos animais.

O grupo Sá Cavalcante informou ainda que, desde a locação, a Secretaria de Meio Ambiente da Serra tem realizado vistorias regulares, atestando que o locador estava cumprindo com as recomendações repassadas.

Fonte: Folha de Vitória

​Read More
Você é o Repórter

Doente e precisando de tratamento, gato Mingau espera por ajuda na Serra (ES)

Vanessa Pires
vanessap1@hotmail.com

O gato da imagem se chama Mingau. Ele foi resgatado após ser vítima de maus-tratos pela antiga família na Serra, Espírito Santo. Mingau está com o diafragma rompido e apresenta dificuldade respiratória, caso não passe por uma cirurgia, o quadro poderá agravar-se e ele não sobreviver. Uma protetora está cuidando do Mingau, mas, infelizmente, não tem condições de custear seu tratamento. Quem puder ajudar de alguma forma entre em contato com a Vanessa através do e-mail abaixo.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Contato: Vanessa, e-mail: vanessap1@hotmail.com

​Read More
Notícias

Policial atira em cachorro durante patrulhamento em Vitória (ES)

O quadro da cachorra é estável e ela poderá ter alta no sábado (30)
O quadro da cachorra é estável e ela poderá ter alta no sábado (30)

Um policial militar atirou contra uma cadela, de 6 anos, durante um patrulhamento na noite desta quarta-feira (27) no bairro Itararé, em Vitória. O tiro atingiu o focinho do animal, que precisou ser operado com urgência. Em nota, a Corregedoria da PM informou que o militar atirou devido a uma suposta reação agressiva da cadela.

Segundo o tutor do animal, a cachorra, que se chama Tróia, estava no bar da família, onde sempre fica, e latiu ao ver seis policiais passarem pelo local. O último se incomodou com os latidos, mirou nela e fez o disparo.

“Ela não avançou em nenhum policial, apenas latiu. Uma senhora ainda estava ao lado da cachorra, o tiro poderia ter pego nela e o desastre poderia ter sido pior”, explicou.

O tutor da Tróia procurou a Corregedoria da Polícia Militar, fez o registro do fato e disseram à ele que iam tomar as providências necessárias. Em relação aos gastos com o tratamento, o orientaram a guardar os recibos porque se for comprovado que o policial é culpado, o dinheiro será reembolsado.

Cuidados

O veterinário Marcus Campos Braun, que cuidou dos ferimentos de Tróia, explicou que o quadro dela, agora, é estável.

“O projétil entrou pelo focinho, saiu na cavidade oral, descendo pelo glosso, que é uma parte da língua, e perfurou o pescoço dela. Ela sofreu e chorou muito, mas agora passa bem”, comentou.

Apesar de Tróia ter dado entrada na clínica por volta de 00h30 desta quinta-feira (28), foi preciso estabilizar o quadro da cachorra que estava em choque para dar início a cirurgia às 8 horas. Com duração de cerca de três horas e meia, o veterinário precisou reconstruir a face dela.

“Tudo foi recolocado no lugar porque tive que fazer uma união dos músculos da língua, que tinham sido complemente atingidos. Ela não corre nenhum risco de ficar cega e se houver sequela será na língua. Tenho certeza que ela vai superar as dificuldades”, revelou.

Marcus contou que a cachorra continua internada e agora é preciso conter a infecção, já que a munição é um objeto extremamente contaminado. Além disso, ele disse que Tróia está se alimentando por sonda.

“Ela está a base de uma alimentação parenteral que é rica em vitaminas, aminoácidos e carboidratos. Amanhã vamos tentar dar uma alimentação líquida, se ela reagir bem, no sábado poderá ter alta”, ressaltou.

Adotada

O dono contou que Tróia é uma mistura da raça basset com SRD e que pegou ela para cuidar quando a cadela tinha apenas dois meses de vida.

“Eu a encontrei na rua onde moro e desde então cuido dela. Tróia nunca mordeu ninguém, só late e latir é normal”, defendeu.

Corregedoria vai apurar o caso

Em nota, a Corregedoria da Polícia Militar informou que o fato aconteceu na terça-feira (26) e que o tutor do animal formalizou uma reclamação sobre o ocorrido nesta quarta-feira (27). Consta na documentação enviada à Corregedoria que o policial militar atirou devido a reação agressiva do animal. Como as versões do PM e do reclamante divergem, será instaurada uma sindicância para apurar os fatos.

Fonte: Gazeta Online

​Read More
Notícias

Homem é detido com jacaré e peixes mortos em Goiânia (GO)

(Foto: Semarh)
(Foto: Semarh)

Após abordagem de um veículo, fiscais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hidrícos (Semarh) e agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) apreenderam 58 quilos do peixe Pirarara e 11 quilos de carne de jacaré.

A apreensão de pesca e caça ilegal ocorreu neste fim de semana, em Mozarlândia, distante 300 quilômetros de Goiânia.

Segundo informações da Semarh, o responsável pelas carnes ilegais foi autuado e detido no Distrito Policial (DP) do município, além de ser multado em R$ 8.500.

Fonte: Jornal O Hoje

​Read More
Notícias

Cães aguardam adoção no canil da Associação Protetora e Amiga dos Animais de Goiânia (GO)

Estrimilique. (Foto: Divulgação)
Estrimilique. (Foto: Divulgação)

A Associação Protetora e Amiga dos Animais (ASPAAN) de Goiânia (GO) informa que em seu canil vários cães estão disponíveis e aptos a serem adotados pela população.

Entre os vários animais está o Estrimilique. Trata-se de um cão porte médio, tranquilo e amigo. Ele tem leve sequela neurológica de cinomose, mas já está saudável a procura de um lar. Já está castrado e vacinado.

Quer adotar o Estrimilique? Entre em contato pelo e-mail: contato@aspaan.org.br

Fonte: DM

​Read More