Notícias

Universidade da Flórida ajuda a resgatar mais de 450 gatos em situação de maus-tratos

Por Karina Ramos (da Redação)

Mais de 450 gatos estão sendo transferidos de um santuário no sul da Flórida para organizações no estado, após uma equipe, liderada pelo programa de Medicina de Abrigos da Universidade da Flórida, ter considerado o santuário inapto a fornecer os cuidados necessários aos animais.

“Este é um dos maiores resgates de gatos de que temos conhecimento”, disse Julie Levy, chefe do Programa de Medicina de Abrigos de Maddie na universidade. Ela acrescentou que o abrigo mantinha mais animais do que poderia suportar.

Julie fez uma visita surpresa no dia 16 de novembro ao 10th Life Sanctuary, em Clewiston, juntamente com outros especialistas da Universidade da Flórida (UF) e representantes da Humane Society dos Estados Unidos e da Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra Animais (ASPCA).

A equipe constatou que as condições do local e os cuidados com os animais eram inadequados, forçando o proprietário do abrigo, Maury Swee, a entregar os 540 felinos ao departamento de controle animal.

Durante a vistoria inicial, a equipe encontrou 13 gatos em sofrimento e precisando urgentemente de cuidados veterinários. Uma análise mais detalhada identificou 93 gatos muito doentes e que precisaram ser eutanasiados.

No mínimo, outros 61 gatos foram declarados seriamente doentes, dos quais 10 foram levados para a UF para serem tratados e os outros 51 começaram a receber cuidados médicos imediatamente, no próprio local.

Testes para leucemia e vírus de imunodeficiência deram positivo para 34 gatos e muitos outros estavam com diarreia ou outras doenças, de acordo com Julie.

Gatos resgatados de abrigo da Flórida
Gatos resgatados de abrigo da Flórida

Maury Swee, que criou o santuário em 2002 para dar um lar a animais selvagens e gatos indesejados, questionou os critérios usados para determinar quais gatos precisavam ser eutanasiados e disse que ele e sua equipe de três pessoas forneciam cuidados adequados para todos os gatos depois de receberem $250.000 em doações no ano passado.

“Poderíamos ter dado um tratamento melhor se tivéssemos mais dinheiro, mas os cuidados que oferecemos são apropriados”, disse Maury na última sexta-feira (4).

Na tarde da última sexta-feira, cerca de 250 gatos do santuário, incluindo muitos dos que estavam doentes, já haviam sido levados por, no mínimo, 15 agências distribuídas pelo Estado. Outros 200 animais estão aguardando a mudança.

Doug Morgan, diretor de controle animal da cidade de La Belle, acredita que os gatos que restaram, que são ariscos, porém acostumados com uma alimentação regular em espaço confinado, conseguirão encontrar novos lares em organizações qualificadas até o dia 18 deste mês. Há uma preferência pela adoção por parte das agências. Se o público quiser ajudar, pode divulgar a informação nas agências de suas cidades.

Reprodução: UF Shelter Medicine
Reprodução: UF Shelter Medicine

Doug disse que doações serão bem-vindas para ajudar nos custos de transporte e tratamento.

Reclamações contra o 10th Life Sanctuary haviam sido feitas durante muitos anos, na forma de denúncias ao departamento de controle animal de La Belle e de ligações para Julie.

O santuário passou por várias inspeções. Recentemente, um vídeo anônimo mostrando gatos doentes e à beira da morte em gaiolas sujas, alguns com suas tigelas de água vazias, agravaram a situação.

Maury disse que o vídeo foi feito por pessoas pertencentes a grupos radicais de libertação animal que invadiram o local. Ele disse ter enviado água e amostras de necropsia para testes, a fim de descobrir se os animais haviam sido envenenados.

Porém, Julie disse que viu condições similares às que aparecem no vídeo durante sua visita no mês passado.

“O abrigo tinha algumas coisas boas, como acesso para o lado de fora, baias grandes para os animais se movimentarem bastante e estruturas verticais para que pudessem escalar. Outras coisas, como falta de cuidados veterinários e materiais de construção que facilitam a transmissão de doenças, certamente prejudicam o bem-estar desses animais”, disse Julie.

Maury continua sendo investigado por Doug, sob acusações de crueldade contra animais. Essa investigação terá prioridade depois que todos os gatos tiverem sido relocados.

Quem estiver nos Estados Unidos e quiser fazer uma doação para ajudar nas despesas de resgate e relocação, pode enviar as doações para o Departamento de Controle Animal da Cidade de La Belle: P.O. Box 458, La Belle, FL 33975. Por favor, escreva “10th Life Rescue” no cheque.

A atualização do esforço de resgate, inclusive o questionário para as agências interessadas na adoção dos gatos e a folha de orientação médica, pode ser conferida em www.ufsheltermedicine.com/CatRescue.htm

Fonte: Animal Concerns

​Read More