Artigos

Moda "sustentável" ao estilo "caçador"?!

Um dos temas do outono 2011 da Hering Kids é o estilo “Caçador”: “Para os pequenos aventureiros, o estilo caçador é livre e descontraído…”

Para os pequenos aventureiros, as crianças, o mundo é encantado por si mesmo, não porque seja povoado de seres imaginários (Chapeuzinho Vermelho, Caçador, Lobo Mau…), e sim porque é emocionalmente rico, menos fragmentado, é um mundo acordado e em movimento. Usar o caçador como um estilo para o vestuário para crianças não foi uma escolha adequada da marca.

Porque “Caçador”? O que significa um estilo “Caçador” para as crianças no século XXI?

Trabalho como professora de cursos de moda faz quase 15 anos. Sei que já se propôs quase todos os temas possíveis e imagináveis para criar e vender coleções de roupas baseadas em tendências de moda. Ao tomar conhecimento do estilo “Caçador”, proposto pela marca situada na minha Santa Catarina, onde nasci e vivo, me perguntei caçador de quê? De patos? Pois no site promocional tem uma imagem de pato e outra de um cão que parece ser um beagle1 (cão de caça). Seria uma referência a caça de patos selvagens com cães? Também tem uma borboleta. Seria então um caçador e um cão que caça de tudo que voa?

Enfim, interpretações à parte, a questão é que o estilo “Caçador” para as crianças no século XXI pode remeter à violência, pois o que faz um caçador?

“Aquele que caça, que exercita a caça”. Um caçador usa armas, ele quer matar. Isso é ser “livre e descontraído” para quê?

A escolha de um tema para uma coleção, principalmente para crianças, deve ser muito consciente, pois está se criando e vendendo um produto cujo conceito, por exemplo, estilo “Caçador”, de certa forma, vai estimular o imaginário da criança, ou seja, assim como ela se veste com uma roupa de super homem se imagina o próprio, então, vestido com um estilo caçador ela vai imaginar o quê? Que vai caçar. O quê? Um bicho ou qualquer outro ser vivo de que não gosta muito…

Assim como as armas de brinquedo já são consideradas uma influência negativa para as crianças por estimularem a violência, não é exagero questionar o uso de referências como do caçador para uma coleção infantil.

Na verdade esse tipo de referência não convém usar nem para adultos! Pois deveria se propor o estilo “Consciente”, para crianças e adultos. É um estilo que estimula as pessoas a melhorarem da cegueira de não ver o que é óbvio: que ninguém tem o direito de caçar a vida de outro ser vivo. Mas na Santa Catarina, que ainda tem farra do boi, puxadas de boi e zoológicos onde os animais morrem afogados por estarem em locais inadequados, ainda teremos que criar muitas coleções com estilo “Consciente”! É um estilo de “vestir” o ser humano que precisa ser disseminado em todo mundo.

É importantíssimo para uma marca, estilista ou empresa, que ao se utilizar de um conceito como “sustentável” faça isso com mais propriedade, conhecimento. Um caçador que mata não pode ser inspiração para uma linha de preservação do meio ambiente, isso é no mínimo uma incoerência!

“O tema ‘Caçador’ diz muito sobre a estação, pois tem como referência um estilo de vida espontâneo, aconchegante, ligado à natureza e ao meio ambiente. A inspiração da linha é a preservação, o modo de vida sustentável”2.

1 O Beagle é um cão de porte médio, do tipo sabujo, originário da Inglaterra, onde até hoje é usado para a prática da caça à lebre e à raposa

2 http://www.ciahering.com.br/site/pt-br/Not%C3%ADcia/Novidades/2011/02/23/Hering+Kids+apresenta+cole%C3%A7%C3%A3o+outono+2011

​Read More