Jornalismo cultural

Johnny Marr pede fim da exploração de burros em Santorini

Considerada a mais espetacular das ilhas que adornam as águas cintilantes do Mar Egeu, Santorini é uma referência paradisíaca do que restou de uma civilização micênica que existiu a 3,6 mil anos, quando um vulcão explodiu, restando somente fragmentos rochosos.

(Fotos: Getty/CNN)

No entanto, em meio a tantas histórias e belezas, nem tudo que se testemunha em Santorini é agradável aos olhos. Pelo menos para quem não gosta de ver animais sofrendo.

Na ilha grega, um dos passeios mais famosos até a cidadezinha de Thira, no topo de uma escarpa, pode ser feito por meio de um teleférico, que não leva mais do que dois minutos e oferece o bônus de vistas deslumbrantes. Ou pode ser feito a pé, o que não leva mais do que 30 minutos de caminhada.

Porém, muitas pessoas ainda optam pela opção “autêntica” ou “à moda antiga”, que significa montar sobre o lombo de um burro ou mula obrigando o animal a transportá-lo.

O trajeto em zigue-zague não é fácil e quem presta atenção no animal percebe o esforço descomunal que ele é condicionado e obrigado a fazer para cumprir o trajeto.

Considerando tal realidade, esta semana o ex-guitarrista do The Smiths, Johnny Marr,enviou uma carta ao ministro do Turismo, Thanasis Theocharopoulos, pedindo para que ele coloque um fim à exploração de animais nesses passeios.

Johnny se tornou vegano em 2005, quando se mudou para Portland, no estado do Oregon, nos Estados Unidos. Sobre essa decisão, ele justificou que “gosta da ideia do progresso, de ser progressista” e considera importante se opor à crueldade contra os animais. 

Fonte: Vegazeta


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. Doe agora.


 

​Read More
Notícias

Ex-guitarrista da banda The Smiths adota veganismo como estilo de vida

Redação ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Reprodução/Pinterest
Reprodução/Pinterest

Embora a icônica banda de rock inglesa The Smiths tenha acabado em 1987, “Meat Is Murder” continua a ser um hino dos direitos animais para muitas pessoas e, mais recentemente, tornou-se a trilha sonora de um jogo da PETA.

Se o foco estava em Morrissey e em seu ativismo, o ex-guitarrista da banda, Johnny Marr, afirma que, depois do lançamento da música, “nunca comeu carne novamente” e agora dá seus primeiros passos no veganismo.

“Desde o momento em que fizemos Meat Is Murder, nunca mais comi carne. É evidente que não, não podia ser hipócrita, não foi preciso muito sacrifício para ser honesto”, contou ele.

Marr afirmou que “comeu muito queijo antes de ser vegano” e essa foi uma das dificuldades na transição para o novo estilo de vida. Ele esclareceu que não adotou o veganismo para se desintoxicar de “bebidas ou drogas”, mas sim, para promover uma mudança.

O músico falou ainda que mantém uma alimentação variada, comparando-a com “os produtos do Whole Foods”, que incluem saladas, folhas de vinha recheadas, chili ou wasabi, arroz, chá branco, barrinhas nutritivas, espinafre, tofu e mingau, segundo o Clearly Veg.

​Read More
Notícias

Johnny Marr, guitarrista vegano dos Smiths, faz show gratuito em São Paulo neste domingo

Por Lilian Garrafa   (da Redação)

Johnny Marr em apresentação na cidade de Pomona, California. (Foto: Divulgação)
Johnny Marr em apresentação na cidade de Pomona, California. (Foto: Divulgação)

É impossível desatrelar o nome de Johnny Marr de sua antiga banda, os Smiths. O guitarrista foi a alma do grupo com seus riffs inconfundíveis e que ainda hoje arrebatam fãs em todo o mundo. Em carreira solo, Marr estará em São Paulo no dia 21 de junho (domingo) para uma apresentação gratuita no Memorial da América Latina.

Johnny Marr atribui o início de seu vegetarianismo ao disco Meat is Murder (Carne é assassinato), que gravou com os Smiths há quase 25 anos. Segundo afirma, não seria certo para ele tocar a canção que deu o nome ao disco e continuar a comer carne. Até então, o músico relata que sua única interação com os animais era por intermédio da frase: “Espero que este cão não me morda”, porque ele cresceu em uma propriedade do conselho de estado da Inglaterra. Apenas quando parou de comer animais Johnny realmente começou a sentir empatia em relação a eles.

Em 2005 Marr se tornou vegano, quando se mudou para Portland, cidade americana. Ele relata não ter tido dificuldade alguma nessa transição. Para Johnny, desistir das coisas não significa sacrifício ou miséria, mas o oposto. “Eu me ‘comprometi’ a ser vegano, eu não ‘desisti’ de alguma coisa. E isso me tornou mais focado e com mais energia”.

A família do músico é toda vegetariana. Sua esposa, Angie, já era vegetariana quando eles se conheceram, aos quinze anos. “Provavelmente eu teria me tornado vegetariano, mesmo se não houvesse influência da música”.

Refeições típicas na casa de Johnny Marr incluem saladas gigantes com muito tofu, além de comida tailandesa, mediterrânea, mexicana, massas e espinafre. Quando viaja em turnê, Johnny procura arrumar tempo para comprar o que comer. Se a temporada na estrada é longa, ele carrega o ônibus com muita comida.

Johnny é coautor da canção Meat is Murder. Morrissey deu o título e a Marr coube seguir com o sentimento, com um tom que imaginou ser evocativo e inquietante; a banda conseguiu captar o espírito certo em um tarde de inverno em Liverpool. “Senti que o resultado ficou pesado, mas estranhamente bonito. Eu amo essa música.”

Marr já está preparando seu terceiro álbum e uma autobiografia. O autor de There’s a light that never goes out e How soon is now? tem muitas bandeiras. Além do veganismo, defende uma postura de justiça social e contra o capitalismo. Ele cobra posicionamentos dos artistas quanto à conscientização de seu público em relação aos direitos da população.

Johnny Marr será uma das atrações do 19º Cultura Inglesa Festival. Para saber como adquirir um ingresso gratuitamente, acesse o site do evento.

​Read More