Notícias

Encontro Vegano de Natal e 1º Encontro Cultural Vegano são realizados em SP

São esperados cerca de 15 mil visitantes, 200 expositores, artistas, artesãos e músicos

veg 1

Será promovido pela JMA J’adore mes amis (marca ativista de camisetas e cosméticos veganos), no próximo dia 13 de dezembro, no Centro de Convenções Rebouças, o mega encontro de produtos e serviços veganos do Estado de São Paulo e o 1º Encontro Cultural de talentos veganos com entrada franca.

O evento, que contará com mais de 200 expositores, abrangerá principalmente a gastronomia, que será um dos pontos altos e oferecerá aos participantes pratos de todos os tipos, desde a tão apreciada feijoada vegana até o salgadinho mais querido do brasileiro, em sua versão vegana, a coxinha.

O Encontro tem como alvo além de veganos e vegetarianos e também todos aqueles que têm interesse em conhecer um mundo sem crueldade ou mesmo curiosidade em descobrir novos sabores e produtos sem qualquer tipo de exploração animal.

Divulgação
Divulgação

Haverá, ainda, espaço para ONG’s de ajuda animal para que estas vendam seus produtos e serviços, arrecadem fundos e divulguem seus trabalhos, assim como a adoção de cães e gatos.

Nesta mega edição, a fundadora do Encontro Vegano, Rosana Tsibana, espera, receber um número recorde de visitantes, em torno de 15 mil pessoas, para que mais pessoas tenham acesso ao veganismo.

As já tão esperadas rodas de bate-papo e palestras gratuitas sobre conscientização e informação sobre os direitos animais, alimentação saudável e ativismo, fazem parte da programação a Yoga e Meditação, além de diversos expositores como: Casa da Coxinha Vegana, Veggie Life Store, La Vie Vegan, Arte Vegan, Panda Vegano, Santuário Terra dos Bichos, Emporium Vida, Kerai Moda Sustentável, Vovó Vegana, Geléia Boa, Green Effect, Alva, Native Empório, Daqui de Casa Ateliê, Le Bidou, Quintal de São Francisco, Rancho dos Gnomos, Tribuna Animal, Monster Cat, Mirai, Artmanha, Gelato Paradiso, SOB, Garimpada, Duas Irmãs Veganas, Gelinho Detox, Yas&Brisa, Pachamama, Viver Integral,Wegan, Viva Vida Vegana, Churros Veganos, C&W Lanches, Boutique do Corpo, Lush,Vira Lata Vira Amor,MUN Artesanal, Casa Jaya, Dr. Arranhadores,O Mato, Vegabom, Lucky&Cia, Pegasus Lona, Mari Sucos, Yóga Classico,La Essence Aroma, Atelier Bem Te Vi, Dona Tapioca, Engenho da Terra, Delícias Maribú, Central Vegan, Moça Gateira, Vegetarirango, Vegetariogro, Espaço ConVida,IOFI, Bistro Verdes, Delicioso Bandejão, Mais Vida Alimentos, Jaca Verde, VegVida, Cacau Ouro, Lila Prassada, Salto Veggie,Sabores de Israel, Sabor Caseiro Cozinha, Art’s Dream, Lala Mimi, Petto Netto, Pyara, Com Ciência e Saúde, Inciclo Coletores, Cesta Básica Orgânica, Thais Prandi, Bioz Organic, Bendito Capim, Paradinha Cereais, Animal Liberation Front, Rotisserie Vegana, Eu Amo Capinhas,Omm di Casa Culinária, Cia do Bicho, Ekobolsas, Satii Acessórios, Much Love, Le Cuillère Douce, Delights Delícias Veganas, Ekilibre entre outros.

Mas, certamente, o outro diferencial desta edição é o encontro com artistas, músicos e artesãos veganos, que apresentarão aos visitantes os seus talentos e compondo o 1º Encontro Cultural Vegano.

Divulgação
Divulgação

O início

“Tudo começou com a Marie, uma gatinha que resgatei de um atropelamento em 2013, em uma avenida de São Paulo”, relembra Rosana Tsibana. A fundadora do Encontro Vegano diz que o animalzinho teve várias fraturas e fez duas cirurgias grandes na região da bacia. “Essa gatinha, tão frágil e pequenina, foi a responsável pela criação do Encontro Vegano JMA J’adore mes amis”, explicou.

Segundo Rosana, com os custos veterinários elevados surgiu a ideia de se realizar um evento para ajudar a arcar com o tratamento. “No início, era apenas um evento de arrecadação de fundos, mas tornou-se um grande evento vegano, com um importante papel de difundir e divulgar o veganismo, a paz, o amor e o respeito pelos animais, pelas pessoas e pelo planeta”, lembra emocionada.

A gatinha Marie faleceu uma semana antes de completar um ano do seu resgate, e exatamente no dia do Encontro Vegano de Natal. “Hoje não tenho dúvida que aquele pedido de socorro no asfalto quente não era só de uma gatinha atropelada. Era também o pedido de socorro de milhões de animais explorados, escravizados e mortos todos dias pelo ser humano”, concluiu.

Mercado

O mercado vegano e vegetariano abrange 16 milhões de pessoas em todo o País, isto é, 8% da população que se diz vegetariano no Brasil, segundo dados do Ibope (2013), sendo que este número cresce exponencialmente, podendo ser visto em todo o mercado brasileiro.

No Brasil, o número de empresas vegetarianas e veganas tem crescido ano após ano, sendo que hoje já existem em todo o território nacional milhares de negócios na área.

veg 4

Em suma, o mercado está em franca expansão, despertando o interesse de muitos consumidores que, com a facilidade de informação rápida, resolvem mudar seus hábitos alimentares e de consumo devido à conscientização de uma vida mais saudável e da exploração animal e ambiental envolvida na produção de alimentos de origem animal, vestuário, entretenimento, pesquisas e outros.

Muitas pessoas após visitarem um evento como o Encontro Vegano, acabam diminuindo e, na maioria das vezes, abolindo alimentos e todos os outros produtos de origem animal começam a consumirem os produtos veganos, que incluem também os produtos não testados em animais.

Acredita-se que este mega Encontro Vegano de Natal reforça o papel importante do Veganismo como agente fundamental de mudança de um mundo que, hoje, enfrenta a escassez de recursos naturais, os desastres ambientais, as doenças como câncer, diabetes, hipertensão e tantas outras e, principalmente, o total desrespeito ao direito dos animais de viverem livres da exploração humana.

“O veganismo não é um estilo de vida é um movimento de justiça social”

Veganismo trata-se do fim da exploração e da escravidão animal e representa a ideia de que a não violência começa por aquilo que comemos, vestimos e usamos no dia a dia. O veganismo é um compromisso com a justiça através do respeito ao direito básico que os animais não humanos sencientes têm de não serem tratados e usados como propriedade ou mercadoria, uma vez que eles sofrem, sentem dor e medo e têm interesse em viver e ser felizes. Ao reconhecer que é prejudicial usar os animais como recursos, muitas pessoas tornam-se veganas, isto é, elas param de consumir, vestir e usar produtos animais ou testados em animais.

(Fonte: Veganos Pela Abolição da Escravidão Animal)

Serviço

1º Encontro Vegano de Natal JMA J’adore mes amis e 1º Encontro Cultural Vegano

Data: 13 de dezembro de 2015

Horário: das 12h às 20h com Yoga e Meditação às 10h30.

Local: Centro de Convenções Rebouças

Endereço: Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, nº 23, Pinheiros – próximo a Estação de Metrô Clinicas – Saída Hospital das Clínicas (linha Verde)

Entrada franca

 

​Read More
Notícias

4º Encontro Vegano acontece dia 12 de abril em São Paulo

Por Rosana Tsibana (em colaboração para a ANDA)

encontro

A JMA J´adore mes amis, marca ativista de camisetas e cosméticos veganos, promove no dia 12 de abril a quarta edição do Encontro Vegano JMA na Rua Joaquim Távora, 605 (Vila Mariana) das 12h às 20h, com entrada franca.O objetivo é promover o Veganismo por meio da gastronomia, vestuário, arte e cultura.

O evento reúne produtos e serviços veganos, ou seja, livres de exploração animal, não testados em animais e sem ingredientes de origem animal. Muitas delícias veganas como feijoada, estrogonofe, pizza, coxinha, bolos, tortas, doces e salgados costumam fazer a área gastronômica “ferver” no período integral dos Encontros.

O evento conta, em média, com 60 expositores entre pequenos empreendedores nos ramos de alimentação, vestuário, acessórios, cosméticos e serviços, e ONGs que também vendem produtos ou utilizam o espaço para divulgar seu trabalho. Nessa edição, da Feira de Adoção, participam os protetores independentes da Adoção de Cães e Gatos de SP que há dez anos resgata animais da rua e atualmente possuem 70 cães e 30 gatos (vide fotos). Quem comparece ao encontro pode também doar ração, jornal, medicamento, fralda, tapete higiênico, roupinhas e outros produtos para os animais resgatados.

Tem ainda Yoga, Meditação e Palestras gratuitas de conscientização e informação sobre Direitos Animais, Alimentação Saudável, Veganismo, Educação Ambiental, Gastronomia Vegana e Ativismo Nacional e Internacional com os ícones do mundo vegano como Paulo Fradinho, André Cantú, Eduardo Corassa, Silvana Andrade, Tamara Bale, Alessandra Ribeiro e Fábio Futema.

Como começou o Encontro

“Tudo começou com a Marie, uma gatinha que resgatei de um atropelamento em 2013, em uma avenida de São Paulo. Ela teve várias fraturas e fez duas cirurgias grandes na região da bacia. Essa gatinha, tão frágil e pequenina, foi a responsável pela criação do Encontro Vegano JMA J’adore mes amis. Com os custos veterinários elevados surgiu a ideia de se realizar um evento para ajudar a arcar com o tratamento dela. No início era apenas um evento de arrecadação de fundos, mas tornou-se um grande evento vegano, com um importante papel de difundir e divulgar o veganismo, a paz, o amor e o respeito pelos animais, pelas pessoas e pelo planeta”, explica Rosana Tsibana, idealizadora do Encontro.

Marie faleceu uma semana antes de completar um ano do seu resgate, e exatamente no dia do Encontro Vegano de Natal. “Hoje não tenho dúvida que aquele pedido de socorro no asfalto quente não era só de uma gatinha atropelada. Era também o pedido de socorro de milhões de animais explorados, escravizados e mortos todos dias pelo ser humano”, diz Rosana.

Expositores:

Taioba Nativa Gastronomia Orgânica, Gorilla Vegan Burger, Gordice Vegan, Sojelados, Le Bidou Cosméticos Veganos, Sojelados, Vegão Queijo Artesanal Vegano, SP Veg, Vegan 4 You Cook & Travel, Delights Delícias Veganas, SOB Será O Benedito, Casa da Coxinha Vegana, Arte Vegan, Veggie Life Store, Natural e Eco, Lila Prasada, Artmanha, Restaurante Vegano Panda, Torteria da Ka, Boutique do Corpo, La Vie Vegan, Organic A Panela Ecológica, Delicioso Bandejão Vegano, Mosnter Cat, Nicole Bustamante, JMA J’adore mes amis, Emporium Vida, Lush Cosméticos Feito a Mão, Mirai, Toya Vegan, Pepper Mint, Alfácil, Moringa Olífera, Jaca Verde, C&W Lanches, Rancho dos Gnomos, Projeto Mucky, Quintal de São Francisco, Tribuna Animal, Não Mate, União SRD, Natureza em Forma, Veganos pela Abolição,Libertação Animal Front, entre outros, além de ONGs e grupos voltados para a defesa dos Direitos Animais.

Serviço:

Data: 12/04 (Domingo)
Horário: Das 12h às 20h
Endereço: Rua Joaquim Távora, 605 – Vila Mariana – SP – próximo da estação Ana Rosa do Metrô
Entrada FRANCA

Para mais informações acesse a Página do evento no Facebook.

​Read More
Notícias

Equipe do Projeto Mucky participa de Encontro Vegano em São Paulo

Divulgação/Projeto Mucky
Divulgação/Projeto Mucky

No dia 15 de junho, o Projeto Mucky participou do Encontro Vegano realizado pela JMA J’adore mes amis, em São Paulo. Durante o evento beneficente, a equipe de Itu e outras instituições tiveram a oportunidade de expor e vender produtos livres de exploração animal, ou seja, produtos não testados em animais e sem ingredientes de origem animal, denominados produtos veganos.

Como o principal objetivo era conscientizar a população e demonstrar que é possível viver sem a crueldade e a exploração dos animais, foram apresentadas palestras sobre a importância da preservação da natureza, o respeito aos animais e ao meio ambiente, o consumo consciente, a alimentação saudável e o veganismo, como uma alternativa ética e sustentável.

“O evento foi um sucesso e agradecemos à sua organizadora, Rosana Tsibana, pelo convite e oportunidade de expor nossos produtos e nosso trabalho. Nossa gratidão, ainda, às madrinhas Maria Auxiliadora Silva de Almeida e Rosângela Almeida, pela estada e auxílio”, reconhece a equipe Mucky.

O Projeto

O Projeto Mucky existe há 28 anos com o objetivo de reabilitar os primatas brasileiros que sofrem de maus-tratos em função do tráfico de animais. É o principal programa voltado a saguis no Brasil.

O espaço está voltado principalmente para a qualidade de vida dos primatas. Portanto, ele não está aberto ao público. Mas é possível conhecer, com agendamento prévio, dentro de um contexto de aprendizagem e educação ambiental.

Para mais informações sobre o Projeto Mucky, agendamentos e colaborações, entre em contato com os responsáveis pelo e-mail coordenadora@projetomucky.com.br ou pelo telefone (11) 4023-0143.

Fonte: Itu

​Read More