São Paulo é uma das últimas cidades a investir nos jardins
De olho no planeta

Jardins verticais ajudam a combater os efeitos da poluição

 

São Paulo é uma das últimas cidades a investir nos jardins
Foto: M.90º

Há várias abordagens diferentes para combater as fachadas cinzentas de concreto e a insustentável poluição atmosférica. A Organização Mundial da Saúde recomenda 12 metros quadrados de área verde per capita. Em comparação com São Paulo (2,8 metros quadrados), até mesmo uma selva de concreto como Londres (35 metros quadrados) é um verdadeiro oásis. Com mais de 11 milhões de habitantes, São Paulo é uma área urbana muito densa, com pouco espaço para a vegetação.

“Começamos como um manifesto para ocupar fachadas cegas com jardins verticais e transformar as grandes cidades em lugares mais agradáveis e mais habitáveis”, explica Guil Blanche, fundador da M. 90º, o estúdio paisagista que liderou a revolução verde de São Paulo.

“Por meio de jardins verticais, encontramos uma maneira de transformar a paisagem urbana e trazer mais verde para a cidade, que é abundante em áreas urbanas densas”, diz.

A M. 90º começou se dedicar à transformação do centro de São Paulo em 2013, no Minhocão, reduzindo o impacto ambiental dos 300 mil carros que passam pelo local diariamente, informa o Culture Trip.

“Decidimos transformar a realidade das pessoas que, de acordo com estudos, têm uma expectativa de vida 15 anos menor em relação à média brasileira”, adiciona.

Desde 2015, M.90º criou 10 jardins verticais em toda a cidade, utilizando 62,5 toneladas de resíduos reciclados e reduzindo a quantidade de CO2 no ar paulistano em 16 toneladas.

Este é apenas o começo. A M.90º possui quatro jardins verticais em construção. “De acordo com a nossa experiência, uma equipe de seis pessoas consegue construir um jardim vertical de 600 metros quadrados em aproximadamente 30 dias. Para os jardins verticais de 10,950 metros quadrados do Corredor Verde na Avenida 23 de Maio, levamos quatro meses de trabalho ininterrupto”, explica Blanche.

Segundo a M.90º, há potencial para construir 280 mil metros quadrados de espaço verde em um ano sem ocupar espaço no chão – uma proposta incrível que já está provocando melhorias no padrão de vida em uma das maiores metrópoles do mundo.

“De acordo com nossos estudos, São Paulo tem inúmeras estradas urbanas que poderiam ser transformadas em corredores verdes. Queremos levar jardins verticais às principais avenidas da cidade, que poderiam ser beneficiadas com os efeitos ambientais e, ao mesmo tempo, mudar a paisagem urbana muito agressiva de São Paulo”, acrescenta Blanche.

​Read More
Você é o Repórter

Família procura gata da raça Ragdoll desaparecida nos Jardins de SP

erezek@uol.com.br

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A gata Yuki é da raça Ragdoll e está desaparecida na região de Jardins, Zona Oeste de SP.

Ela é muito mansa e atende pelo nome. A família acredita que ela possa estar entre as regiões da Augusta x Estados Unidos x Ministro Rocha azevedo x Lorena ou imediações.

Alguém viu a Yuki por aí?

Contato: José Bracco, Facebook

​Read More
Você é o Repórter

Cadela encontrada na avenida Paulista (SP) procura por seus tutores

Maira
rocha_maira@yahoo.com

Encontrada cachorrinha na região dos Jardins/ Av.Paulista. É preta com marrom, porte médio e estava com coleira vermelha.

Ela é muito boazinha e carinhosa, come ração e faz suas necessidades no jornal. Acredito que ela tenha se perdido. Por favor, me ajudem a encontrar seus tutores ou uma boa família para ela.

Contato: Maira rocha_maira@yahoo.com – (11) 9139-3350

​Read More
Notícias

Mulher oferece R$ 5 mil a quem encontrar cachorra desaparecida na cidade de São Paulo

(da Redação)

Desesperada com o sumiço de Dalila, sua cachorrinha de dez anos, uma economista paulistana está oferecendo R$ 5 mil como recompensa a quem a devolver.

Dalila está desaparecida há dias. Foto: arquivo pessoal

Segundo sua tutora, Dalila teria desaparecido de dentro de uma pet shop localizada em uma das regiões mais nobres da capital paulista, o bairro dos Jardins, na semana anterior ao Natal.

Já os proprietários do estabelecimento contam outra versão para o sumiço: a cachorra teria fugido após ser entregue à economista, segundo informou o R7.

Desde o incidente confuso, a tutora de Dalila tem feito de tudo para encontrá-la. Além de oferecer a recompensa,  já espalhou pequenos avisos e faixas com a foto da cachorra pelos postes da região e pagou um carro de som para anunciar as buscas.

​Read More
Notícias

Macacos que viviam nos jardins de palácio são expulsos pelo Presidente

Foto: Reprodução DN Globo
Foto: Reprodução DN Globo

O Presidente Rupiah Banda, da Zâmbia, mandou retirar cerca de 200 macacos que estavam há décadas nos jardim do palácio presidencial, em Lusaca, como represália pelo fato de um destes animais ter urinado em cima dele, em junho passado, quando dava uma conferência de imprensa.

Na época, como lembrou a BBC, Banda gracejou dizendo que a urina do macaco até seria capaz de lhe “dar sorte”, mas dois meses depois veio a ordem de transferir os animais para um jardim botânico nos arredores da capital. Até ao momento, já foram transferidos 61 macacos, ao contrário das aves e dos antílopes, que permanecem nos jardins do palácio presidencial.

Fonte:  DN Globo

​Read More