Notícias

Jacaré de 3,6 m era mantido como ‘guarda’ e alimentado com gatos

(Foto: Divulgação/Florida Fish and Wildlife Conservation Commission)
(Foto: Divulgação/Florida Fish and Wildlife Conservation Commission)

Na cidade de Tampa, na Flórida (EUA), policiais e agentes da FWC (sigla em inglês para a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida) ficaram impressionados ao encontrarem um aligátor (conhecido como jacaré-americano) de 3,6 m de comprimento, amarrado à uma árvore como se fosse um animal doméstico.

De acordo com o jornal “The Tampa Tribune”, a polícia foi chamada por moradores que viram o réptil enorme em um terreno próximo a um complexo de apartamentos, com uma corda no corpo e amarrada em uma árvore, como se fosse um animal doméstico.

Os oficiais afirmam também que o animal pesava 181 kg estava saudável e bem alimentado, e que pessoas não identificadas estariam dando gatos da vizinhança como comida para o animal. “Quando um animal selvagem é alimentado, ele perde o medo de humanos e os associa a comida, o que é perigoso”, explicou o oficial da FWC Baryl Martin.

O animal foi morto.

Fonte: G1

Nota da Redação: São três incoerências absurdas: o animal é tratado como se fosse doméstico, é alimentado com gatos e, por fim, é morto pela polícia que não sabe o que fazer com ele. O jacaré não tem culpa de ter sido capturado, confinado e tratado como animal doméstico e merece voltar ao seu habitat. Da mesma forma, é um ato cruel alimentá-lo com gatos da vizinhança, como se a vida destes animais fosse “descartável”.

​Read More