Notícias

Cavalo doente é abandonado por tutor em margem de córrego no Mato Grosso do Sul

Reprodução/CampoGrandeNews
Reprodução/CampoGrandeNews

Um homem de 52 anos foi autuado por maus-tratos a um cavalo que estava abandonado e machucado há dois dias às margens de um córrego, em Ivinhema, a 282 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações do site Jornal da Nova, o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema, Ricardo Cavagna, soube dos maus-tratos que o cavalo vinha sofrendo do seu tutor e deslocou uma equipe de investigadores para averiguar a situação.

No local os policiais encontraram o animal machucado, com alguns arranhões no dorso, apresentando sinais de abuso, deitado e sem forças para levantar.

Após diligências, foi identificado e encontrado o tutor do animal, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos. O tutor do cavalo alegou que estava medicando o animal e que o levou até a beira do córrego com um trator.

O delegado acionou o veterinário do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e o chefe da vigilância sanitária para medicarem o animal e emitir laudo de constatação sobre maus-tratos.

Fonte: Campo Grande News

​Read More
Notícias

Morre cachorro que foi vítima de maus-tratos em Ivinhema (MS)

Foto: Ivinotícias
Foto: Ivinotícias

Na manhã desta segunda-feira (21), em Ivinhema, o cachorro que foi encontrado amarrado dentro de um buraco não resistiu e morreu.

Após ser resgatado o animal foi encaminhado para uma clínica veterinária no município de Ivinhema, por estar com câncer, muito debilitado e desidratado, o cachorro não resistiu.

O caso teve muita repercussão e várias pessoas se indignaram com a ação.

Um boletim de ocorrência foi registrado contra a tutora do animal e contra o rapaz a quem ela teria pedido para assassinar o cachorro.

Fonte: Ivinhema News

​Read More
Notícias

Homem que torturava vacas é multado em R$ 500 pela Polícia Ambiental

O homem de 46 anos flagrado nessa segunda-feira torturando vacas na chácara onde mora, no distrito de Amandina, em Ivinhema, a 282 quilômetros de Campo Grande (MS), foi multado em R$ 500 pela PMA (Polícia Militar Ambiental). O infrator poderá recorrer da multa, junto ao Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul.

A PMA foi à propriedade rural nesta terça-feira e encontrou apenas uma vaca machucada, mas já em recuperação e se alimentando normalmente.

Os policiais verificaram que o dono da chácara tem problemas psicológicos. Ele apresentou atestado médico.

Na manhã de ontem, a PM (Polícia Militar) foi avisada de que o homem estava espancando uma vaca e ao chegar na chácara encontrou o animal caído e o proprietário da chácara segurando um pedaço de madeira.

De acordo com registro policial, o bovino tinha sangue no nariz e estava com respiração ofegante. No local onde a vaca havia caído também tinha sangue.

Conforme relatos da PM, o autor dos maus-tratos tem cinco animais, entre bois e vacas. Todos tinham sinais de maus-tratos. Eles estavam magros, tinham carrapatos e ficavam amarrados em troncos de árvores com cordas.

O homem foi autuado por maus-tratos e responderá pelo crime em liberdade.

Fonte: Campo Grande News

Nota da Redação: Este homem deveria ser proibido de tutelar animais. Apenas multá-lo em R$500,00 não garante que outros animais venham a sofrer em suas mãos. As leis contra os maus-tratos no Brasil precisam avançar.

​Read More
Notícias

Casal de leões está abandonado no Zoológico de Ivinhema (MS)

Desativado há cerca de 2 anos, o Zoológico Municipal de Ivinhema abriga um casal de leões que não puderam ser removidos e outros animais. A denúncia foi feita pelo site Nova News e chamou a atenção de uma grande rede de televisão nacional.

Segundo informações do site, os leões estão obesos e quase não vistos. No zoológico é possível encontrar macacos, porcos do mato e um veado. O local fica na entrada de Ivinhema, às margens da MS-276, no sentido para Deodápolis.

A falta de manutenção obriga os animais a viverem em meio a sujeira e mato (Foto: Campo Grande News)

Em nota, a prefeitura de Ivinhema informou que o zoológico não atende à legislação, por ter sido criado há mais de 30 anos. O valor para adequação está fora do orçamento do município, que repassou a responsabilidade para o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

O zoológico fica próximo à área residencial da cidade e está tomado pelo mato. Uma família é responsável por cuidar dos animais, que ainda não tem destino definido. Denúncias apontam que o local transformou-se em criatório do mosquito da dengue.

Fonte: Campo Grande News
 

​Read More