Histórias Felizes

Mulher se surpreende ao encontrar filhote de gato dentro de bolsa na rua

Uma moradora da cidade de Cardiff, no País de Gales, saiu para dar uma volta no bairro onde mora quando, no meio da rua, encontrou uma bolsa fechada caída no chão. A princípio, imaginou que fosse apenas isso, até que percebeu que o objeto estava se mexendo.

Reprodução | The Dodo

Foi então que ela abriu a bolsa para checar o que tinha lá dentro, e levou um susto: um filhote de gato estava no fundo dela. O fato dela estar fechada indicava que a pessoa que o colocou ali não queria que o animal escapasse daquela terrível situação.

Como ela não teria condições de criar o animal, levou-o até a RSPCA, organização responsável por cuidar de animais em situação de rua e encontrar lares adotivos para eles, para que o gatinho pudesse ter toda a ajuda que precisava – e também atendimento veterinário.

Reprodução | The Dodo

“Eu fiquei chocada e desanimada de que alguém considere aceitável tratar um gatinho de uma maneira tão cruel e perigosa”, disse Annie Simmonds, uma inspetora da RSPCA, em um comunicado à imprensa. “Ela deve ter ficado absolutamente aterrorizada“.

O filhote tinha apenas 20 semanas de vida quando foi abandonado à própria sorte, e depois de receber atendimento veterinário, a equipe da RSPCA constatou que estava tudo certo com a saúde dele.

Reprodução | The Dodo

Assim que ela percebeu que estava sendo bem cuidada, e começou a se sentir um pouco mais confortável ao redor das pessoas, a personalidade dela aflorou. Ela se mostrou uma gatinha muito doce e amigável, e até então tem se virado muito bem sob os cuidados dos profissionais da RSPCA.

Mesmo que as coisas agora tenham se acertado e a vida da gatinha tenha sido salva, todos os envolvidos com a situação ainda estão em choque com o ocorrido, e estão tentando entender o que aconteceu para que ela tenha sido abandonada para morrer em uma situação tão absurda.

​Read More
Notícias

Visitante inesperado aparece em Bandeirantes (PR)

Um filhote fêmeo de lobo-guará, com aproximadamente 40 dias, foi trazido pela Polícia Ambiental para o estande da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, instalado na feira de serviços Paraná em Ação em Bandeirantes. O filhote, já batizado de Cibele, foi resgatado ao meio dia sábado (14), depois que sua mãe foi atropelada na BR-369, entre Santa Mariana e Bandeirantes.

O lobo-guará está na lista dos animais em extinção, e devem restar entre 180 e 200 espécimes no Brasil. “Ele é típico da região Sul e aqui no Paraná sua população já foi bem considerável”, explicou o Ouvidor da Sema, José Dionir Zeco Paz. “A caça e o desmatamento desenfreado, não só no Paraná, mas no país todo, colocou a espécie em risco”, disse Zeco.

Apesar de assustada, Cibele tomou uma mamadeira de leite de cabra e se acomodou no colo de Zeco.

O animal já foi encaminhado ao veterinário em Cornélio Procópio, onde será examinado, alimentado e tratado. O filhote vai permanecer sob a guarda da Polícia Ambiental até atingir idade para ser solto novamente em seu habitat.

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente é um dos grandes parceiros do Paraná em Ação. As Oficinas de Aquecedor Solar, usando garrafas pet e embalagens de leite longa vida e a Oficina de confecção de bolsas e sacolas reaproveitando banners usados são muito procurados. A média de atendimento é de 100 sacolas e 40 aventais masculinos e femininos.

O aquecedor solar também faz muito sucesso e a procura para aprender a montá-lo também é grande.

Em todos os eventos, a Sema promove educação ambiental e a distribuição de mudas de árvores nativas para reposição da mata ciliar.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

​Read More