Notícias

Poodle resgatado nos EUA estava tão maltratado que não parecia ser um cão

Quando o poodle Ripley foi encontrado por funcionários do abrigo, eles não sabiam dizer se o cãozinho era macho ou fêmea. O pelo estava tão emaranhado que ele sequer se assemelhava a um cachorro. Ripley foi um dos piores casos de resgate já visto em Houma, Louisiana (EUA).

O pequeno cachorrinho foi encontrado em uma pedreira no sul da Louisiana, em 18 de outubro. Depois que ele foi resgatado, integrantes do “My Heart’s Desire”, um grupo de resgate particular que ajuda animais, iniciou um grande tratamento veterinário para restabelecer a saúde de Ripley.

O estado em que ele foi encontrado era tão grave, absolutamente coberto de pelos, em virtude do longo tempo de abandono, que até hoje ele não sabe como reagir ao toque, nem percebe como andar na grama – ele não sentia o chão há muitos meses por contado excesso de pelos.

Veterinários de uma clínica próxima sedaram Ripley para poder limpá-lo. Ele foi completamente raspado. Embora ele ainda tenha algumas feridas, está se recuperando bem. E agora é apenas uma questão de tempo para deixar sua pele respirar e se curar.

Segundo os cuidadores, ele já ganhou um pouco de peso, e anseia por atenção humana. “Ele percebe que as pessoas são boas, e pede para que coloquemos ele no colo e o aconcheguemos”, diz uma das pessoas que o resgataram.

Apesar de Ripley, que deve ter cerca  de dois anos, não está ainda disponível para adoção, o grupo está trabalhando para encontrar um lar definitivo – de preferência sem filhos ou cães de grande porte.

Quando Ripley se juntar à sua nova família, ele vai ter garantido durante um ano banhos, alimentos, brinquedos e muito mais coisas que serão doados pela Fundação PETCO e “Ripley’s Acredite se quiser”.

Desde que encontramos o filhote, os funcionários decidiram chamá-lo de Ripley, porque “simplesmente não podiamos acreditar que havia um cão lá embaixo”, disse um representante daONG. Quando a história dele começou a ser divulgada, a Ripley’s entrou em cena oferecendo-se para ajudar a patrocinar o cão durante um ano.

Todos os que estão envolvidos no caso estão muito gratos pelos apoio e torcem muito pelo Ripley. “Nós não sabemos o início de sua história, mas sabemos o meio, e espero que tenha um final muito feliz.”

Fonte: PeoplePets

​Read More