Notícias

Beagle morto em hotel para cães sofreu trauma mecânico, afirma laudo da UFRPE

Por Sophia Portes / Redação ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais)

Arquivo pessoal

O cão Kadu, da raça beagle, foi encontrado morto pela tutora depois de passar o feriado no hotel para cães “Caninos Pet Club – Caninos Adestramento” no município de São Lourenço da Mata, em Pernambuco. O corpo do cão passou por análise do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), que divulgou nesta quinta-feira (27) que a causa da morte foi um choque hipovolênico causado por trauma mecânico.

“Kadu, dentre várias outras coisas, teve fratura completa de costelas, perfuração diafragmática, ruptura hepática, ruptura pulmonar em lobos médios e caudal esquerdo, hemorragia pulmonar… Teria sido mesmo uma fatalidade equipe Caninos Pet Club – Caninos Adestramento?”, indaga a tutora e advogada Patrícia Araújo Barbosa.

Patrícia afirma que irá acionar a justiça para o estabelecimento pague pelo que fez. Ela denunciou o Hotelzinho Caninos Adestramento por cometer negligência com a morte do animal. Em suas redes sociais a tutora desabafa e conta que foi passar o feriado em Tiradentes, no Rio Grande do Norte, e quando retornou encontrou o animal morto.

“Fizemos pesquisa e pegamos referências do hotelzinho, se imaginássemos que iria acontecer um absurdo desse, nem teria viajado mais. Foi a primeira vez que me afastei de Kadu. A empresa foi recomendada por muitos criadores de animais e decidimos confiar, depois de muita pesquisa”, lamenta a guardiã.

Laudo foi emitido pela UFRPE

Foi acordado entre a tutora e o dono do estabelecimento, Nahum Anselmo, que Kadu ficaria na casa do adestrador e filho do proprietário. Segundo Patrícia, a ida do beagle para casa do filho, foi ideia do próprio dono. Na residência havia outros três cachorros, todos de porte grande.

Nahum Anselmo se responsabilizou pelo ocorrido. “Estamos assumindo toda a responsabilidade. O que aconteceu foi uma fatalidade. Sabemos que não podemos trazer uma vida de volta”, lamentou. Nahum se comprometeu a custear as despesas do funeral do animal, além de levá-lo para análise na UFRPE.

“Lembro que Kadu era saudável, vacinas em dias, conforme cartão de vacina que deixamos cópia do hotelzinho. Qualquer reparo material feito, nunca apagará a dor, mas há um compromisso público que tudo que conseguimos será doado para animais sem tutores”, afirmou Patrícia.

​Read More