Notícias

Segurança usa cassetete para expulsar cão de hospital: ‘covardia imensurável’

Reprodução/Instagram/APAA

Um segurança do Hospital Dom Orione, em Araguaína, no Tocantins, foi flagrado usando um cassetete para expulsar um cachorro do estacionamento da unidade de saúde. Uma testemunha registrou o ato de violência em um vídeo (confira ao final da reportagem).

Nas imagens, não dá para confirmar se os golpes desferidos pelo segurança atingiram o animal. No entanto, é possível ouvir o choro desesperado do cachorro. Na sequência, uma mulher parece repreender o segurança, que volta para dentro do hospital.

O caso foi encaminhado à Associação Protetora dos Animais de Araguaína (APAA), que registrou um boletim de ocorrência. O cão foi resgatado.

Em nota, a associação afirmou que “a covardia existente em agredir um animal é imensurável, não importando o contexto, há diversas formas dignas de agir em situações sem usar da agressividade”.

O Hospital Dom Orione também se posicionou. Em um comunicado, a unidade afirmou que não houve agressão por parte do segurança e disse que o cachorro era “raivoso”. A associação, no entanto, desmentiu o hospital e repudiou seu posicionamento. De acordo com a APAA, o cachorro tachado como bravo permitiu que a mulher que o resgatou o pegasse no colo, como mostram as imagens registradas.

Reprodução/Instagram/APAA

“Informamos que repudiamos não só a agressão ao animal, mas também o posicionamento da instituição, agressão não se justifica. Nos causa estranheza uma instituição dessa natureza, que defende a vida e a saúde, se pôr a defender o agressor e justificar seus atos”, afirmou a entidade.

Confira abaixo a íntegra das notas divulgadas pelo hospital e pela associação de proteção animal:

Nota do Hospital Dom Orione

“O Hospital Dom Orione esclarece que não compactua com nenhum tipo de agressão, seja a pessoas ou a animais. A instituição é defensora da vida, sendo responsável pelo nascimento de mais de seis mil crianças a cada ano, além de centenas de vidas que são salvas diariamente por meio dos atendimentos realizados na unidade.

As imagens de vídeo postadas nas redes sociais, envolvendo um colaborador e um cachorro em frente a esta unidade, estão sendo analisadas. No entanto, desde já esclarece-se que testemunhas que estavam no local e presenciaram toda a cena, relataram que o animal estava raivoso, latindo e rosnando para as pessoas que passavam no local. Por isso o colaborador teve a atitude de afastá-lo, pois as pessoas estavam com medo do cachorro. Testemunhas relatam ainda que não houve agressão por parte do colaborador, apenas gestos para afastar o animal.

O Hospital Dom Orione informa que o caso está sendo devidamente apurado.”

Nota da Associação Protetora dos Animais de Araguaína

“A Associação Protetora dos Animais de Araguaína – APAA vem por meio desta nota expressar extremo descontentamento com o fato ocorrido em frente ao Hospital Maternidade Dom Orione, envolvendo um colaborador da instituição e um cachorro em situação de rua.

Somos contra violência de qualquer natureza, e como seres humanos, pensantes e donos de nossos atos, qualquer agressão é passível de repúdio, ainda mais quando o alvo é um animal irracional.

A covardia existente em agredir um animal é imensurável, não importando o contexto, há diversas formas dignas de agir em situações sem usar da agressividade, por exemplo, como mostra no final das imagens divulgadas, uma mulher pegando no colo o até então “cão raivoso”.

Informamos que repudiamos não só a agressão ao animal, mas também o posicionamento da instituição, agressão não se justifica. Nos causa estranheza uma instituição dessa natureza, que defende a vida e a saúde, se pôr a defender o agressor e justificar seus atos.

Esperamos que as autoridades competentes ajam de acordo com a legislação.

Nós da Família APAA não apoiamos nenhum tipo de exposição ou violência ao agressor, nos mostremos superiores.”

Confira o vídeo da agressão abaixo (as imagens são fortes):

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por APAA (@apaa_araguaina) em


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More