Destaques, Notícias

Empresas oferecem pinturas em cavalos durante festas de aniversário

Defensores dos direitos animais afirmam que a tinta pode causar danos à saúde e estresse


Vídeo ABC7

Muitas empresas de alojamento e montaria em cavalos oferecem pinturas nos animais durante comemorações, como festas de aniversário, por exemplo. Ativistas pelos direitos animais se manifestaram contra a prática após a divulgação de uma foto onde um pônei aparece pintado em uma comemoração de final de ano em Oklahoma, estado americano. De acordo com a proprietária de uma das empresas que oferece o serviço, Joanna Sime, os animais não mostram qualquer descontentamento ou infelicidade durante a pintura.

Apesar disso, os manifestantes afirmam que a tinta pode causar danos à saúde dos cavalos. A diretora sênior da organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA), Stephanie Bell, critica que “colocar um cavalo para ser amarrado e pintado por uma multidão não é uma maneira de comemorar”. Ela afirma que pintar animais pode desenvolver reações alérgicas dolorosas, além de colocar as pessoas a sua volta em perigo, pois não é possível prever como o animal vai reagir.

Sime esclarece ao site ABC7 News (8) que as tinturas usadas são antialérgicas e não possuem substâncias tóxicas, além de serem laváveis. A pintura não é usada somente em comemorações, ela também é utilizada para marcar os cavalos durante tempestades, para que seja possível recuperar os animais em casos de furacão ou episódios que podem fazer com que eles saiam, como conta Lauren Freitag.

Freitag afirma ter tido o aval de um veterinário que garantiu que a prática não faria mal aos animais. Nenhum argumento convence Bell, que pede “a todos que participam dessas atividades que deixem os animais em paz”. De acordo com ela, a experiência pode causar estresse aos cavalos envolvidos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Istambul proíbe carruagens puxadas por cavalos

As carroças serão substituídas por carros elétricos e os cavalos serão mandados para um refúgio de vida selvagem


ShepherdMedia/ Pixabay

Na semana passada, após anos de ativismo em prol dos direitos animais, os ativistas da cidade de Istambul, na Turquia, obtiveram uma grande conquista: a proibição do uso de carruagens puxadas por cavalos.

As carroças são responsáveis por grande sofrimento dos animais, e após a morte de 105 cavalos na região, o prefeito da cidade, Ekrem Imamoglu, manteve uma promessa que fez ao movimento dos direitos animais e proibiu a veiculação das carroças.

As autoridades do governo anunciaram nesta segunda-feira (20), que as carroças serão substituídas por carros elétricos e os cavalos serão mandados para um refúgio de vida selvagem.

Ainda de acordo com o site Party For The Animals (Festa para os animais), um dos argumentos utilizados pelos ativistas durante os anos que passaram lutando pela causa dos cavalos, é que os mil cavalos estavam sendo maltratados, além do mais, dezenas estavam morrendo em função das péssimas condições, como a falsa de serviços veterinários e a grande jornada de trabalho sob o sol quente.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More