Notícias

Cadela abandonada para morrer em noite fria é resgatada e adotada por policial

Uma cadela foi abandonada para morrer, presa dentro de um saco de ráfia, amarrado por um fio, num canavial às margens da Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo, a Rodovia da Integração (SP-563), em Tupi Paulista (SP). A vida, no entanto, havia reservado uma nova chance para o animal, que foi resgatado e encontrou um novo lar.

Casaco foi colocado em Vitória para aquecê-la (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Vitória, como passou a ser chamada a cadela, devido à garra que ela teve para sobreviver, foi encontrada no domingo (4) pelo produtor rural Marinho Zamonelo, de 44 anos. Ele passava de carro no local quando viu algo e decidiu parar e verificar.

“Só vi porque ela [cadelinha] levantou a cabeça, como se estivesse pedindo socorro, e no impulso fui tentar desamarrar. Mas ela começou a pular e rosnar, então, fiquei com medo e liguei para os bombeiros, que me orientaram a acionar a polícia local”, lembrou ao G1. “Não é meu costume parar ali, parece que foi uma luz”, completou.

Para Zamonelo, a pessoa que fez isso com a cadela não tem amor no coração. “Tem tanta coisa errada no mundo e isso prova que as pessoas não têm amor no coração, nem pelos animais”, disse. O produtor rural espera não vivenciar a mesma situação de novo, mas garante que irá ajudar caso aconteça.

Policiais salvaram a vida de Vitória (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

“Para fazer o bem, eu paro. O homem não vê, mas Deus vê o que a gente faz”, afirmou.

A cadela foi resgatada por policiais militares da 4ª Companhia de Tupi Paulista, pertencente ao 25º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) e adotada por um dos agentes. Ao chegar no local da denúncia, os policiais encontraram a cadela dentro do saco, apenas com a cabeça para fora. Assustada, ela se debatia.

A Polícia Militar considera que o animal foi abandonado para morrer. “Com muito custo, os policiais conseguiram libertar o animal e constataram que se tratava de uma fêmea, contudo, encontrava-se muito debilitada e não conseguia se levantar, provavelmente por ter passado toda a noite exposta ao frio intenso que se registrou”, informou a Polícia Militar em nota oficial.

Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que entre 7h e 8h, horário em que o resgate foi solicitado, os termômetros marcavam entre 10,2°C e 11,1°C na região e que, um pouco antes, por volta das 6h, foi registrado 10,1°C.

Comovido com a situação da cadela, o cabo Paulo Barberino Filho tirou a própria jaqueta e colocou sobre Vitória, numa tentativa de aquecê-la. Além dele, participaram da ação os soldados Rodrigo Fernando Nascimento de Souza e Mailson Brito Meneghini e o cabo Fabiano Henrique Vello Rossaneli, que acabou adotando a cadela. O Corpo de Bombeiros e uma ONG de proteção animal de Dracena (SP) também foram acionados.

Vitória foi adotada pelo cabo Rossaneli (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Após o resgate, Vitória foi encaminhada para uma clínica veterinária, onde segue internada. Diagnosticada com hipotermia, ela recebeu os cuidados necessários e, por estar saudável, deve receber alta médica nesta terça-feira (6).

De acordo com o médico veterinário Colombo Guerra Carvalho Júnior, exames foram realizados, dentre eles um hemograma, e foi constatado que o animal está com boa saúde. “Estava somente com a temperatura baixa”, comentou. Vitória recebeu medicamentos, vitaminas e aquecimento. “Duas horas depois, já estava bem e comeu um monte de ração”, completou o profissional, que estima que a cadela tenha menos de um ano de idade.

Final feliz

Apesar da história de Vitória ter começado triste, a ação dos envolvidos no resgate e a atitude de Rossaneli, ao adotá-la, mudaram seu destino. Assim que for liberada da clínica, a cadela poderá viver uma nova vida ao lado de sua nova família.

O cabo da PM decidiu adotar Vitória após se comover com a situação em que ela foi encontrada. Ele conversou com a esposa, que concordou e, então, formalizou a adoção.

Rossaneli disse ao G1 que este foi o primeiro resgate de animal em situação de abandono no qual ele atuou. “Como uma pessoa dessa [que abandonou] dorme à noite?”, questionou o policial.

Cadela foi abandonada para morrer (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

O militar lembrou que, após encontrar a cadela graças à denúncia recebida pela PM, a equipe policial fez contatos para ajudar o animal. Dentre as pessoas contactadas está a protetor de animais Joisiany Ceber, que foi a responsável por encaminhar Vitória ao veterinário e a escolher o nome dela.

“Vou manter esse nome, porque ela foi forte. Na situação em que ela estava, não se sabe desde que horas, ela sobreviveu”, afirmou o cabo. “Me sinto agradecido por dar uma segunda chance para o bichinho”, acrescentou.

Repercussão 

Publicada na rede social da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a história do resgate de Vitória alcançou, até a publicação desta reportagem, aproximadamente de 35 mil reações, 12,9 mil compartilhamentos e 7,9 mil comentários.

A repercussão foi tamanha que o caso chegou ao conhecimento da ilustradora Gisele Daminelli, de Santa Catarina. Comovida com o desfecho da situação, ela fez um desenho que retrata o momento em que Vitória foi aquecida pelo casaco de um dos policiais.

Ilustradora retratou resgate de Vitória em desenho (Foto: Reprodução/Instagram)

Rossaneli ficou surpreso com o alcance que o caso teve. “A gente tira foto para mostrar aos comandantes, no caso, para chamar a Joisiany”, comentou.

Nas redes sociais, a atitude daqueles que participaram do resgate foi elogiada. “Parabéns a todas as equipes pelo bom coração”, escreveu um internauta. “É assim que se demonstra o respeito a vida, pena que a maioria dos olhos não enxergam”, disse outro.

A Polícia Militar também parabenizou os agentes e as demais pessoas que se envolveram no resgate. “Parabéns aos guerreiros que participaram do atendimento e apoio. Não mediram esforços para amparar o próximo, ainda que este tivesse sido um animal indefeso”, incentivou a PM.

Cabo Barberino tirou sua jaqueta e colocou em Vitória para protegê-la do frio (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Shopping abriga cachorros abandonados para protegê-los do frio

Um shopping em Istambul, na Turquia, decidiu abrigar cachorros abandonados para protegê-los do frio. O inverno na cidade é rigoroso e a ajuda do estabelecimento tem sido primordial para esses animais, que correm o risco de morrer de hipotermia na rua.

Foto: ARZU INAN

A cidade é conhecida pelo bom tratamento que dá aos cachorros e gatos abandonados. Os cães que passaram a ficar dentro do shopping conseguiram abrigo após entrarem, por conta própria, no local. Ao invés de serem expulsos do local, eles foram acolhidos e receberam tapetes de papelão e cobertores para dormir em frente às lojas.

Como se não bastasse a acolhida que o shopping deu aos animais, a loja de roupas femininas Penti levou vários cães para dentro de seu estabelecimento, dando-lhes ainda mais conforto. Uma foto que mostra três cães dentro da loja, enquanto um cliente faz compras, viralizou nas redes sociais e comoveu internautas. As informações são do portal Pawpulous.

O gerente da loja Penti, Arzu Inan, e o proprietário de um café, Selçuk Bayal, que deu abrigo a 12 gatos, afirmaram à mídia local que nem a possível desaprovação de alguns clientes os impediu de ajudar os animais.

Foto: ALI ÇELIK
Foto: SELÇUK BAYAL

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Destaques, Notícias

Cão salva a vida de ciclista mantendo-o aquecido enquanto aguardava resgate

O ciclista Martin Ion estava fazendo uma viagem sozinho pelas montanhas Semenic, no oeste da Romênia. Em determinada altura do passeio, ele caiu e deslocou o quadril. Não conseguia se levantar, e começou a ficar com hipotermia enquanto permanecia deitado no chão frio esperando os paramédicos chegarem para ajudá-lo. Foi então que um cão em situação de rua deitou ao seu lado, mantendo-o aquecido.

Reprodução | The Daily Mail

De acordo com Ion, o cão acompanhava a sua bicicleta ao longo da estrada coberta por névoa, e o fez por várias horas até que ultrapassou o rapaz. Mas o animal parou assim que Ion caiu e, ao vê-lo no chão, mesmo sem entender exatamente o que fazia, se deitou ao lado dele e manteve seu corpo aquecido por tempo suficiente para que ele fosse resgatado vivo.

“Eu passei por um buraco na trilha, não vi e fui jogado para fora da bicicleta, sem conseguir me mover. Foi quando ele também parou de correr e sentou ao meu lado”, ele relembra. Era como se o animal precisasse ajudar e proteger aquela pessoa bondosa que o divertira por algum momento, e que parecia em uma situação vulnerável.

Reprodução | The Daily Mail

Assim que o resgate chegou, Ion foi levado às pressas para a seção de ortopedia do Hospital de Emergências do Condado de Timisoara para reparar seus ossos quebrados e deslocados. “Quando chegamos, o cachorro não saiu do seu lado e ficou lá até a ambulância chegar”, disseram os paramédicos em entrevista ao The Daily Mail. Tão cuidadoso foi o animal que fez questão de se certificar de que Ion recebia todo o cuidado necessário, e que sairia do local vivo e acompanhado.

Reprodução | The Daily Mail
Reprodução | The Daily Mail

O cachorro tão cuidadoso e leal chamou a atenção das pessoas que participaram do resgate, e acompanharam tudo nas redes sociais. Tanto é que, posteriormente, ele foi adotado por Ionut Mihai Popovici, funcionário público do Conselho do Condado de Caras Severin. Agora ele não mora mais na rua. Ganhou uma casa e um nome: Max.

​Read More
Notícias

Animais do Canil Municipal de Apucarana (PR) recebem agasalhos

Com a queda na temperatura, os cães abrigados no Canil Municipal de Apucarana, no Paraná receberam agasalhos e ficarão com a proteção até os dias ficarem mais quentes.  A ação foi uma iniciativa do Canil Municipal de Apucarana em parceria com Sociedade Protetora dos Animais de Apucarana (SOPRAP).

Essa não é a primeira vez que os animais recebem agasalhos.
Essa não é a primeira vez que os animais recebem agasalhos. De acordo com o diretor do canil, toda vez que a temperatura cai, eles usam as roupinhas.

“O agasalho é uma maneira de protegermos os animais da baixa temperatura. Como nós, eles também sentem frio”, observa a vice-presidente da SOPRAP Marcele Ravar.

O Canil Municipal de Apucarana abriga cerca de 130 cães, dos quais 115 estão para adoção, à espera de um novo lar.

Segundo o coordenador do Canil, Luan Rafael da Silva Santos, esta ação de agasalhar os cães ocorre sempre que cai à temperatura, sendo inverno ou não. “Ainda estamos no outono e com a chegada do inverno a tendência é fazer mais frio, com isso o cuidado com os animais é extremamente importante. Desde 2013, quando começamos a realizar as ‘Campanhas de Augasalhos’, conseguimos reduzir 100% o óbito de cães por conta de hipotermia”, informa Luan Santos.

Os agasalhos usados nos animais do canil são fruto de doações da população. “É importante que as doações continuem, não só de agasalhos, mas também de cobertores e jornais”, destaca Luan Santos.

O Canil e o Gatil Municipal estão localizados na Avenida Cristiano Kussmaul, 2500, com funcionamento de segunda a sexta-feira das 8 horas e 16h30. Telefone 3901-1051.

Fonte: Tn Online

​Read More
Notícias

Texugo com hipotermia é resgatado em Portugal

Segundo o CM apurou junto do comandante Fernandes Palma, da Capitania do Porto de Vila Real de Santo António, “o animal aparentava estar em hipotermia e bastante fraco, tendo sido encontrado na zona da barra do Acém”.

Foto: CM

O texugo foi recolhido pelos agentes da PM e entregue em seguida no RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, em Olhão, onde está a ser tratado.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: CM

​Read More
Notícias

Vídeo mostra cachorro chorando e ajudando veterinário a cuidar de seu amigo doente

O cão fica ao lado de seu amigo durante toda a consulta veterinária, sempre perto e fazendo carinhos (Reprodução/Youtube)
(Reprodução/Youtube)

Prepare os lencinhos, porque o vídeo que mostra um cão chorando por seu companheiro doente e ajudando o médico a cuidar dele, pode ser uma das mais lindas demonstrações de amor sincero que você poderia ver em sua vida!

O cãozinho doente estava caído em uma poça de água enquanto o outro cão tentava levar policiais até o local para ajudá-los.

Sabe-se que além da hipotermia por ter passado a noite em uma poça, o cão também sofreu pancadas na cabeça. Posteriormente os dois cães foram resgatados por Wilson Coutinho (Protetor Wilson), no Rio de Janeiro.

Veja o momento comovente:

Fonte: O Grito do Bicho

​Read More
Notícias

Intenso frio na região pode ter sido causa de morte de cachorro em Passos de Maia (SC)

07
Divulgação

O intenso frio das últimas semanas pode ter sido a causa da morte de um cachorro no município catarinense de Passos Maia, que faz divisa com Palmas, sul do Paraná nesta sexta-feira (10). O animal, coberto de gelo, foi encontrado morto em via pública no Bairro Nilde Bresciani.

Há 40 quilômetros de Palmas, onde as temperaturas de solo chegaram aos –9.0ºC na madrugada, a sede do município do Oeste de Santa Catarina também registrou temperaturas negativas durante toda a madrugada. Conforme noticiado, o cão, de médio porte, não apresentava ferimento aparente, aumentando a possibilidade de morte por hipotermia.

Fonte: RBJ

​Read More
Notícias

Protetores tentam capturar esquilo sem pelos antes que morra congelado

Redação ANDA- Agência de Notícias de Direitos Animais

Esquilo-sem-pelos

Protetores de animais estão desesperados para resgatar um esquilo sem pelos que foi visto em um parque – temendo que o animal possa morrer congelado quando o inverno começar. As informações são do Daily Mail UK.

Vários moradores de Dunstable, em Bedfordshire, Inglaterra, viram a criatura incomum correndo com outros animais saudáveis, mas especialistas da vida silvestre têm sido incapazes de rastreá-lo. Com a temperatura da área podendo mudar drasticamente para -1C no final de semana, especialistas estão veementes em levar o animal à segurança para impedir que sofra hipotermia.

Especialistas do Resgate de Animais Silvestres de Bedfordshire têm ido ao parque para tentar encontrar o esquilo por 4 dias, mas não têm visto sinal dele. “Nós passamos mais de uma hora procurando no local e não havia nenhum sinal dele. Conversamos com o público que também não tem o visto”, disse a instituição de caridade. “Essa é a quarta vez que nós saímos a procura desse animal e apesar de haver inúmeros esquilos no parque, ainda não temos visto esse nem uma vez. Esse não é um local onde uma armadilha pode ser colocada pela impossibilidade de ser monitorada então temos que contar com ele estar lá quando nós estivermos, para então podermos avaliar a situação.”

Segundo o fundador do Hospital de Animais Silvestres Tiggywinkles, Less Stocker, esquilos sem pelos devem ser mantidos em segurança durante o inverno para impedir que desenvolvam hipotermia. “Nós tivemos um por muitos anos que perdeu o seu pelo, eles vivem bem mas a grande preocupação é no inverno então tínhamos que trazê-lo para cá todo inverno”, ele disse. “Durante o dia eles não têm proteção contra o frio então a hipotermia é um perigo real, os esquilos continuam a andar normalmente porque não sabem que não têm pelos.”

Há inúmeras condições médicas que podem causar que animais como esquilos percam o seu pelo, como micose, sarna ou até o estresse de um confronto com um predador. Além do perigo do frio, a condição geralmente não traz riscos de vida.

​Read More
Notícias

Pit bull é encontrado com hipotermia em saco de lixo

Pit bull foi resgatado e está recebendo atendimento veterinário (Foto: Seda/Divulgação)
Pit bull foi resgatado e está recebendo atendimento veterinário (Foto: Seda/Divulgação)

Um cachorro da raça pit bull foi encontrado dentro de uma sacola de lixo no Arroio Dilúvio, em Porto Alegre. O animal, de idade avançada, foi resgatado na última segunda-feira (6) pelo Corpo de Bombeiros e levado a uma unidade de medicina veterinária para receber atendimento.

Conforme a Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda), da prefeitura da capital, o cão estava com hipotermia e sarna. Ao ser recolhido, foi dócil com os médicos-veterinários, que acreditam que não se trata de um animal abandonado.

Caso o tutor não apareça para buscá-lo, a Seda colocará o cachorro para adoção. Interessados podem procurar as feiras de adoção promovidas aos domingos no Parque Farroupilha, na capital, ou ainda ligar para o telefone (51) 3289-8908.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Morre cadela salva após ser enterrada viva em SC

A cadela que foi enterrada viva e resgatada pela Polícia Militar no último dia 25 de julho na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, morreu na madrugada desta segunda-feira, mesmo após ter recebido tratamento de veterinários da Associação de Proteção aos Animais (Aprablu), local em que ficou desde que foi achada.

A cadela foi enterrada viva e resgatada pela Polícia Militar no último dia 25 de julho na cidade de Blumenau Foto: Jaime Batista da Silva/ Terra

Durante o último fim de semana, o animal – batizado de Vicky pelos membros da Aprablu – teve perda de apetite e sofreu uma hemorragia.

No dia 25 de julho, segundo a associação, uma mulher de 68 anos, de nome não informado, teria ficado incomodada com os latidos do animal e, depois de agredir, resolveu enterrar a cadela. A Polícia Militar da cidade foi acionada por uma moradora da rua e realizou o resgate.

A cachorra, vira-lata, foi encontrada com ferimentos e hipotermia. O animal vinha se recuperando bem, mas, de acordo com a Aprablu, sua imunidade ainda estava muito baixa.

Fonte: Terra

​Read More
Você é o Repórter

Tem início a campanha do agasalho para cães e gatos abandonados de SP

Projeto ProteCÃO
projeto.protecao@uol.com.br

Neste ano, iremos realizar a I Campanha do Agasalho para Cães e Gatos Abandonados de São Paulo, pois com a chegada do frio, muitos animais de abrigos e principalmente das ruas, sofrem demais por falta de aquecimento adequado, onde os mais atingidos são os mais idosos e os filhotes.

Infelizmente alguns animais acabam até morrendo por hipotermia.

Estamos arrecadando roupinhas, cobertores, toalhas e caminhas para os animais abandonados e de abrigos credenciados.

A campanha terá início, oficialmente, dia 18 de junho na feira de adoção que acontecerá na Clínica Anima Pet Care, na Rua Dr Diogo de Faria, nº 48.

Para aqueles que não podem comparecer até um dos postos de doações, poderão enviar por sedex, para um dos seguintes endereços:

Postos de recolhimento das doações:

– Clínica Veterinária Anima Pet Care.
Endereço: Rua Dr Diogo de Faria, 48 – Vila Mariana. Tel: 5081-7242

– Clínica Veterinária Pet da Arca.
Endereço: Rua Napoleão de Barros, 136 – Vila Mariana. Tel: 5072-8079

– Clínica Veterinária Anjos de Branco.
Endereço: Rua Estado de Israel, 745A – Vila Clementino. Tel.: 3486-6346

Por favor, ajudem a divulgar!

Informações: www.projetoprotecao.com
Email: projeto.protecao@uol.com.br

Acesse também:

FACEBOOK
TWITTER
ORKUT

​Read More
Notícias

Animais domésticos precisam de mais atenção no inverno

Veterinários alertam sobre problemas de saúde causados pelas baixas temperaturas.

Você sabia que, com as baixas temperaturas, os animais domésticos, por mais que sejam peludos, podem sofrer com as doenças de inverno e até morrer?

Os veterinários alertam que, assim como nós, eles também precisam estar bem protegidos para evitar doenças. É como bem ilustra o caso do cãozinho Beethoven.

Tudo começou com um aparentemente inofensivo espirro, mas não demorou para que ele precisasse ser levado ao veterinário.

Duas injeções depois e antibioótico receitado, Beethoven começou a se recuperar. É que os pets sofrem mesmo com o inverno. Até as aves passam por apuros, principalmente com correntes de vento, podendo desenvolver hipotermia.

No vídeo abaixo, veterinários alertam sobre os cuidados que devemos ter com os animais nesta época do ano.

Assista e saiba como garantir o bem-estar dos animais:

Fonte: R7

​Read More