Notícias

Projeto Novos Sabores organiza "1º Noite do Hareburguer" em Jacareí (SP)

Por Willdson Stahn (em colaboração para a ANDA)

hare

No dia 18 de Julho a partir das 19 horas o projeto Novos Sabores vai organizar a 1º Noite do Hareburguer, no Colégio Antônio Afonso, em Jacareí. O é um hambúrguer caseiro feito pela comunidade Hare Krishna da fazenda Nova Gokula, de Pindamonhangaba. No dia do evento será servido com pão integral, alface, tomate, queijo e maionese vegana. De acordo com o fundador do projeto, Willdson Mendes, o objetivo é mostrar que na alimentação do dia a dia e, mesmo em lanches rápidos, é possível sempre escolher opções mais saudáveis. “O hareburguer é feito com ingredientes orgânicos e não contém gordura animal; seu preparo é à base de soja e temperos indianos”, explicou.

Os lanches custarão 10 reais e parte da renda será revertida para o Cãotinho da Ceci, organização de proteção animal que atua em Jacareí e hoje abriga mais de 100 animais abandonados. A venda é feita somente de forma antecipada, pela internet, na página do Projeto Novos Sabores no Facebook, ou ainda na Gráfica Mais Imagem e na loja Nação Verde, ambas em Jacareí.

Além da venda do hareburguer , durante o evento haverá mostra de artesanato, venda de produtos naturais, vegetarianos e feira de alimentos orgânicos. Acontece também o flea market, uma feira aberta de troca e venda de produtos novos ou usados. A noite contará ainda com apresentações dos alunos da escola de dança Ballare.

Criado em Junho de 2014 para difundir a culinária vegetariana, vegana e orgânica, o Projeto Novos Sabores, que já organizou outros 3 eventos com venda de feijoada, pizza e coxinha vegana, inicia uma nova atuação oferecendo cursos para quem quer desfrutar de uma alimentação mais saudável. O primeiro será realizado no domingo, dia 19 de Julho, com o tema Bolinho Caipira. De acordo com Willdson Mendes, os conceitos ensinados no curso vão ajudar os participantes a produzir muitas outras receitas saudáveis. “Além de fazer a massa o inscrito vai aprender também a temperar a proteína de soja, fazer diversos outros recheios, e também conhecer outras receitas como a do queijo vegetal e a do caldo de legumes; mais barato e muito mais saudável do que os caldos vendidos em supermercado”, disse.

O curso será ministrado pela chef Tatiana Venturelli, da Casa de Fulô, a partir das 15 horas também no Colégio Antônio Afonso. O valor é de 10 reais e as inscrições podem ser feitas na página do Projeto no Facebook.

Serviço
Noite do Hareburguer
Dia: 18 de Julho, Sábado, às 19h
Local: Colégio Antônio Afonso – Rua XV de Novembro, 140 – Centro – Jacareí/SP

Vendas:
Gráfica Mais Imagem – Largo do Riachuelo, 114 – Centro – Jacareí/SP
Loja Nação Verde – Rua Barão de Jacareí, 507 – Centro – Jacareí/SP

Informações
Willdson Mendes – (12) 98242-2406
Página no Facebook

​Read More
Notícias

Hambúrguer vegetariano é um dos mais procurados em praia do RJ

O que chama atenção nos sanduí­ches são os nomes nada convencionais. Foto: Divulgação

Você pode estar querendo só dar um fim à fome, mas Raphael Krás, o “Harebúrguer”, garante que, com seus sanduíches 100% vegetarianos, o que você vai ter é uma “experiência cósmica”. Pode não ser cósmica, mas, com certeza, será engraçada

Começando pelo bom humor do cardápio. Vendendo hambúrgueres de carne de soja há cinco anos, no posto 9 da praia de Ipanema, Raphael – ou apenas Hare – acaba de inaugurar sua loja em Copacabana, na Galeria River, na rua Francisco Otaviano, 67. O preço dos sanduíches varia de R$ 6 a R$ 9.

O que chama atenção nos sanduíches do jovem de 24 anos são os nomes nada convencionais. O harebúrguer 7 elementos é um exemplo. E a descrição dos ingredientes ainda mais exótica: “Pão integral com 7 grãos, 7 notas musicais, 7 portais interdimensionais e  7 cores astrais”. Todos os seis tipos de sanduíche têm ingredientes como “tomates psicodélicos”, “tomates verdes fritos” e “castanhas de caju harmonizantes”.

Foi assim que a brincadeira de Raphael, que começou em 2006 com R$ 50 emprestados pela mãe para comprar os ingredientes para os primeiros hambúrgueres, deu certo.

Hoje, “Harebúrguer” dá nome à loja. Segundo Krás, a ideia de vender o produto na praia veio quando se tornou vegetariano. “Eu adorava praia, não fazia nada, não tinha dinheiro e me tornei vegetariano. Pensei então em vender um lanche que agradasse as pessoas que não comem   carne, mas que também não excluísse o público que aprecia.”

Vegetariano

Já sobre os nomes nada comuns dos produtos, Raphael diz que são uma forma de chamar a atenção. Mas ele também acredita na força do “hare”.

“Eu precisava da atenção do público. Mas o ‘hare’ eu uso em tudo, porque a palavra me passa positividade, é alegre e divertida. Para trabalhar com alimentos, é preciso saúde e alegria”, acredita.

Raphael diz que a transformação de vendedor ambulante da praia para dono de marca de fast food vegetariano – como define o ramo no qual investe – aconteceu de forma natural. “Com o tempo, percebi que o ‘harebúrguer’ havia se tornado minha vida e comecei a investir em cursos para aprender, na teoria, o que eu já fazia na prática, como plano de metas, planejamento.  Até penso em fazer administração hoje”, revela.

A loja faz entregas em domicílio, aceita encomendas, mas isso não significa o fim da “percepção terráquea” nas areias do Posto 9. “Vamos continuar na praia, onde tudo começou”, garante.

Fonte: Band

​Read More