Notícias

Cantora tinge os pelos de sua cadela e é acusada de tortura

A vaidade do ser humano não tem limites que, para chamar a atenção ou ganhar dinheiro, é capaz de causar dor e sofrimentos a animais indefesos.

Gwenneisa lillard, de 28 anos, é uma cantora de hip-hop e R & B de Hosutan, Texas, que pinta completamente sua cadelinha “Hunny”, de cinco anos, com vários tons de rosa.

Lamentavelmente, o cachorro ganhou fama depois de ser apresentado nos videoclipes de sua tutora – em aparições estranhas, ganhando o nome de “cachorrinho Beyonce” pelos telespectadores.

Gwenneisa garante que o corante usado para colorir o pelo de Hunny é completamente vegano, mas continua sendo criticada por amantes de animais que a acusam de “tortura”.

“As pessoas adoram tirar fotos com ela, mas há algumas pessoas que a veem e acham que colori-la é prejudicial”, diz a cantora. As informações são do Daily Mail.

“Eles são apenas desinformados. Dizem que ela não pediu para ser colorida artificialmente e me perguntam por que eu mudo sua cor natural”.

“Ela também não pede para eu cuidar dela. Ela não me pede para alimentá-la, levá-la ao veterinário ou deixá-la sair para usar o banheiro. Mas eu sou a mãe e faço o que é certo para ela”.

“Eu faço meu cabelo toda semana e ela também. Ela é muito bem amada e cuidada. As pessoas que chamam isso de crueldade animal precisam ir atrás de pessoas que estão realmente abusando de seus cães e não de pessoas que gastam centenas de dólares por mês em manter seus cães com uma aparência incrível”.

“Se você quer que seu cão pareça bem básico ou intocado, isso é seu direito – mas Hunny é minha cachorra e ela é fabulosa como sua mãe”.

Segundo a cantora, não é ela quem tinge Hunny mas gasta de US$ 150 a US$ 175 para que profissionais o façam a cada dois meses.

Gwenneisa tem se preocupado com ativistas dos direitos dos animais, mas ela afirma que, como tutora de sua cadela, sabe o que é melhor para ela.

Ela disse: “As pessoas chamam a PETA e dizem coisas rudes frequentemente, mas são mal informadas. Eu acho que eles são idiotas. Há muitos cães neste mundo sendo abusados, espancados e forçados a lutar contra outros cães. Minha cadela é mimada em um salão para cães. Isso não é algo feito na minha cozinha”.

Gwenneisa disse que não poderia estar mais orgulhosa da cadela, que foi dada a ela como um presente de seu namorado e também é usada como “cão de apoio emocional”.

“Sou música e queria que ela se destacasse nos meus vídeos e fosse parte do que eu estava fazendo porque a levo em todos os lugares que vou”.

“As pessoas a amam porque ela é cheia de energia, muito brincalhona e doce”, finaliza a cantora.

​Read More