Notícias

Vídeo de gatinho forçado a fumar cigarro por abusadores causa revolta nas redes sociais

O filhote luta para se libertar enquanto seus algozes o seguram e forçam o cigarro aceso em sua boca, o crime ocorreu na região de Andaluzia, na Espanha


 

Foto: CEN/PACMA
Foto: CEN/PACMA

Por Eliane Arakaki

O vídeo de um grupo de jovens forçando um gatinho filhote a fumar um cigarro provocou indignação e revolta nas redes sociais.

A imagens mostram um homem segurando as pernas do gatinho e virando-o de cabeça para baixo enquanto tentam colocar a cabeça do animal em um copo de cerveja.

Em outro clipe, o felino foi forçado a ficar de pé sobre as duas patas traseiras enquanto um homem colocava um cigarro aceso na boca do filhote e os demais aplaudiam.

O gato luta para se libertar quando o vídeo termina.

Atenção, imagens fortes:

O partido político espanhol Animalist Party Against Maltratment of Animals (PACMA) compartilhou o clipe no domingo e alertou as autoridades locais.

Acredita-se que o incidente ocorreu na região espanhola do sul da Andaluzia.

Após a denúncia, o gatinho foi resgatado pela Guarda Civil Espanhola e levado para uma clínica veterinária para exames.

Os criminosos podem responder a uma acusação legal de crime de abuso de animais.

Laura Duarte, porta-voz do PACMA, disse: “Esse tipo de crueldade sempre acontece e é compartilhado nas redes sociais com impunidade.

Outros casos semelhantes de crueldade com animais já foram denunciados pelo PACMA como por exemplo o caso em que uma mulher filmou o momento doentio em que colocou um gato em uma máquina de lavar.

No incidente, que aconteceu no ano passado, ela ameaçou continuar machucando mais animais.

A agressora disse: “Próxima vítima. Você não quer que eu mate mais gatos, então eu vou matar cães”.

No vídeo abaixo é possível acompanhar o gatinho sendo resgatado e atendido na clínica veterinária:

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

​Read More
Notícias

Mais de mil tartarugas condenadas à morte são salvas em fazenda na Espanha

Aproximadamente 1.100 tartarugas, de 62 espécies diferentes, foram resgatadas de uma fazenda onde eram criadas e depois condenadas à morte para consumo humano na Espanha. Além dos animais, muitos dos quais pertencentes a espécies criticamente ameaçadas de extinção, também foram recolhidos cerca de 750 ovos.

A ação foi realizada pelo Serviço de Proteção da Natureza (Seprona) da Guarda Civil espanhola, que afirmou que o local era uma das bases de uma das maiores organizações internacionais dedicadas ao tráfico da vida selvagem. Segundo as autoridades, as tartarugas seriam mortas pelo uso de suas peles, cascos e carne. Os ovos também são consumidos e considerados uma iguaria.

Mais de mil tartarugas foram resgatadas pela Guarda Civil (Foto: World Animal News)

A operação

Além do resgate dos animais, três pessoas foram presas e outras três estão sendo investigadas em Mallorca e Barcelona. Dois dos suspeitos detidos são cidadãos alemães, que supostamente estavam reproduzindo tartarugas aquáticas em condições deploráveis ​​em uma local em Llucmajor. Eles enfrentam acusações de contrabando de espécies protegidas, crimes contra a flora e a fauna e lavagem de dinheiro.

A operação teria começado em fevereiro do ano passado, depois que agentes da Guarda Civil do Aeroporto de Palma detectaram e posteriormente resgataram várias tartarugas de caixa de Coahuilan (Terrapene coahuila). Os técnicos da Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Extinção (CITES) ajudaram a identificar as diferentes espécies.

Guarda Civil

Infelizmente, as tartarugas estão entre os principais vertebrados mais ameaçados do planeta: de um total de 365 espécies reconhecidas, 148 são consideradas ameaçadas pelos critérios da IUCN, nas categorias de vulneráveis, perigosas ou perigosas críticas. Na história recente, 7 espécies e 3 subespécies de tartarugas foram extintas.

Autoridades verificaram que os responsáveis ​​pela fazenda estavam colaborando com o dono de uma loja de animais exóticos em Barcelona. O tráfico desses animais prejudica a espécie ao tirá-las de seu habitat, no Sudeste Asiático. Entre as tartarugas recuperadas, há espécies protegidas e endêmicas do México, dos Estados Unidos e do Canadá.

Infelizmente, as tartarugas estão entre os vertebrados mais ameaçados do planeta: de um total de 365 espécies reconhecidas, 148 são consideradas ameaçadas pelos critérios da IUCN, nas categorias de vulneráveis, perigosas ou perigosas críticas. Na história recente, 7 espécies e 3 subespécies de tartarugas foram extintas.

​Read More
Notícias

Guarda costeira dos EUA salva cachorro que caiu em águas congeladas

Guarda correu para salvar o cão e nadou 200 m para alcançá-lo (Reprodução/Youtube)
Guarda correu para salvar o cão e nadou 200 m para alcançá-lo (Reprodução/Youtube)

A reunião da manhã na estação de Frankfort da Guarda Costeira de Michigan, nos Estados Unidos, foi interrompida na última terça-feira (3), quando surgiu a notícia de que um cão havia caído nas águas geladas de um canal entre o Lago Michigan e Betsie Lake.

De acordo com informações do jornal Daily Mail, Tim Putnam, da Guarda Costeira, nadou cerca de 200 m, em meio ao gelo, para chegar até o cachorro.

— Eu tive que empurrar um monte de gelo para fora do caminho, foi muito cansativo.

A Guarda Costeira postou um vídeo emocionante do resgate no Facebook, que mostra o quão longe Putnam teve que nadar para salvar o cão.

O animal precisou ainda ser puxado com a ajuda de uma corda e a operação de resgate durou cerca de 24 minutos.

O cão, apelidado de Betsie por seus salvadores, foi levado para um centro de recuperação e está em boas condições de saúde, apesar do choque gelado que levou ao cair nas águas. Betsie não estava usando uma coleira para ser identificado mas seu tutor foi localizado.

“A equipe de resgate salvou este cão da água porque não importa ser cão ou pessoa, é uma vida”, concluiu Putnam.

Assista ao vídeo do resgate abaixo:

Fonte: R7

​Read More
Notícias

GCM de Praia Grande (SP) retira “cão policial” de suas atividades

Anna Gabriela Ribeiro/G1
Anna Gabriela Ribeiro/G1

Depois de servir o Canil da Guarda Municipal em Praia Grande, no litoral de São Paulo, por quase nove anos, um dos membros da corporação será retirado de suas atividades. Com 11 troféus conquistados no decorrer da carreira, o cão Thor sensibilizou seus colegas de trabalho na despedida. Com o sentimento de gratidão, os guardas afirmam que Thor agora será o mascote do grupo.

O pastor belga, de nove anos, vai ser aposentado da função depois de trabalhar na viatura do Canil da Guarda Municipal da cidade. Além da prestação de serviço, Thor é um cão premiado. “No campeonato julgam a imobilização do cão e julgam também a parte policial dos guardas. Ele zerou, não errou em nada e foi campeão. É um trabalho em conjunto, tem que ter uma sintonia e o treino. Se aposentou sendo campeão, encerrou a carreira com chave de ouro”, diz o guarda Flávio Alves da Silva, que trabalhou com Thor por cerca de dois anos.

Além da inteligência, o guarda destaca a segurança que o animal passa para o grupo. “É um cão que você pode contar com ele para qualquer tipo de situação. Você sabe que ele vai morder, ele passa confiança para a guarnição. Queremos treinar um cão igual a ele, para tentar suprir a falta dele. No Canil trabalhamos com três homens e um cão. Então, um cão como o Thor está preparado para dispersar 20 pessoas. Se fosse para dispersar 20 pessoas com dois guardas, jamais conseguiríamos. Ele passa confiança para a viatura e a guarnição que está com ele, é o membro principal”, diz Silva.

O cão teve uma rotina de trabalho como a dos guardas, 12 horas de serviço e 36 horas de folga, mas os colegas reconhecem que o animal agora precisa descansar. “Chegou a hora dele, também não podemos sacrificar o cão. Teremos gratidão eterna à ele. A gente se apega muito, você está com ele todo dia, estamos cheios de problema na rua, em casa, mas você chega no cachorro e vai lá desabafar com ele. Não tem nem o que explicar, você sente se ele está bem também, e ele nos sente também. Quando você chega ele fica pulando cheio de alegria, quer brincar, quer fazer o treino”, conta o guarda.

O guarda municipal Paulo Vitório dos Santos foi o treinador do Thor e trabalhou com ele por sete anos. Por isso, tem o direito de ter a guarda do cão depois do término de seu trabalho. “A gente pensa em primeiro lugar no bem estar do animal. Se eu arrumar um espaço, com certeza vou levar ele. Ele é muito fiel à gente, ele não quer saber se a gente é rico ou pobre, se é preto ou branco, ele só quer carinho, e você dando isso para o animal ele retribui. Claro que temos que colocar disciplina e regras porque é um cachorro de polícia, mas é muito prazeroso trabalhar com o cachorro, é um companheiro, sinto falta dele”, afirma Vitório.

Fonte: G1

Nota da redação: é importante lembrar que o cão estava sendo utilizado como instrumento da Guarda Municipal. O cão ainda era um animal explorado e somente sem a utilização de seu trabalho ele será respeitado plenamente. 

​Read More
Notícias

Pássaros em extinção são encontrados presos em cativeiro em Guarulhos (SP)

Agentes da Guarda Civil de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, encontraram 39 pássaros, ameaçados de extinção, em cativeiro. Seis homens foram detidos.

A Guarda Civil patrulhava pela avenida José Miguel Ackel, no Jardim Leblon, na manhã da última sexta-feira, 09, quando suspeitou de cinco homens que entravam em uma fábrica de blocos com gaiolas nas mãos.

Ao abordarem os suspeitos, um deles portava um estilingue artesanal. Os homens disseram aos guardas que o local é um ponto de encontro de criadores de aves.

Quando questionados se tinham pássaros em casa, todos afirmaram que sim. Os guardas civis se dirigiram às casas dos suspeitos e encontraram aves em todas elas.

A Polícia Ambiental foi chamada ao local e constatou que os pássaros são da fauna silvestre, e estão em risco de extinção.

Segundo os guardas civis, o irmão de um dos suspeitos, quando ficou sabendo que os pássaros seriam apreendidos, soltou vários deles.

Todos os envolvidos, inclusive o homem que soltou os pássaros, foram levados ao 4º Distrito Policial de Guarulhos, assinaram termo circunstanciado e foram liberados.

Fonte: eBand

​Read More
Você é o Repórter

Guarda Civil de Porto Feliz (SP) encontra espécie de tucano ameaçado de extinção

Camila Steiner Campos
AI/Prefeitura Municipal de Porto Feliz

Na segunda-feira (10), a Guarda Civil da cidade de Porto Feliz, cidade do interior de São Paulo, encontrou um filhote de tucano-do-papo-amarelo, espécie que está ameaçada de extinção, em uma área verde do município, no Jardim Excelsior.

Houve uma denúncia de que algumas crianças tentavam pegar a ave. Ao chegar ao local, a guarnição conseguiu apanhar o tucano, que aparentemente vivia em cativeiro. A Guarda Municipal entrou em contato com a Polícia Ambiental, que levará o filhote para fazer exames, sendo depois devolvido ao seu habitat natural.

​Read More
Notícias

Campanha do Ibama conscientiza população e barreiras policiais

Segundo dados do Ibama, todos os anos milhares de animais silvestres são retirados de seus habitats naturais no Brasil para um triste destino: o tráfico. Só para ter uma ideia da grandeza desse tipo de prática ilegal, um caminhão utilizado para esses fins, transporta, em média, mil espécies silvestres, com um detalhe: por dia, circulam bem mais do que um veículo como esse nas rotas de transporte do país.

Ainda de acordo com o Instituto, os animais que não são diretamente “exportados”, através das fronteiras e aeroportos brasileiros, normalmente são encaminhados para o eixo Rio-São Paulo, onde são vendidos em feiras livres. Preocupados, a equipe da unidade regional do Ibama em Caraguatatuba decidiu criar a “Operação Animais na Rodovia”, para inibir o tráfico na região do Vale do Paraíba, que engloba 40 municípios, entre as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

O projeto está focado, principalmente, em duas medidas: barreiras policias, realizadas em parceria com a guarda civil e rodoviária do País, que visam apreender os animais silvestres que estão sendo traficados; e abordagem dos carros que passam pela Rodovia Presidente Dutra para distribuição de panfletos com o tema “Animais silvestres X animais domésticos”, que tem o objetivo de desestimular a aquisição de animais silvestres como “pets”.

A primeira ação da “Operação Animais na Rodovia” aconteceu nos dias 1 e 2 de junho, em homenagem a Semana do Meio Ambiente e, apesar de não ter realizado nenhuma apreensão, a equipe do Ibama considerou a iniciativa um sucesso. Além de entregar os panfletos de educação ambiental para uma série de veículos, a operação reuniu, pela primeira vez, três instituições federais para coibir o tráfico de animais silvestres no país.

O trabalho do Ibama e da Polícia Federal deverá ter continuidade e tornar-se uma prática periódica e, claro, sigilosa na região do Vale do Paraíba. No entanto, para coibir cada vez mais o tráfico de animais silvestres, a Instituição está pedindo patrocínio para empresas e sociedade civil. Os interessados em ajudar podem entrar em contanto com o escritório de Caraguatatuba pelo telefone (12) 3884-7520.

Além da “Operação Animais na Rodovia”, o Ibama está desenvolvendo um outro projeto que também é focado na luta contra o tráfico. Se trata de um CETAS – Centro de Triagem de Animais Silvestres, para onde são encaminhadas as espécies silvestres apreendidas nas barreiras policiais para receberem tratamento adequado. A ideia é reabilitar os animais e soltá-los em remanescentes florestais, mas para que seja possível aprimorar e aumentar a prática, o Instituto também necessita de patrocínio, que pode ser oferecido no mesmo telefone.

Fonte: Planeta Sustentável

​Read More