Você é o Repórter

Grupo Fauna realiza feira de adoção em Ponta Grossa (PR)

Grupo Fauna
grupofauna@gmail.com

fauna

Neste sábado, dia 5 de novembro, será realizada “Feirinha de Adoção de Animais” do Grupo Fauna, na plataforma da Estação Saudade, próximo ao Terminal Central, em Ponta Grossa, PR, das 10h00 às 17h00.

Estarão esperando um novo lar cães e gatos, adultos e filhotes. Os adultos já estão castrados, os filhotes o serão quando completarem 6 meses.

Para adotar é preciso ser maior de 18 anos, portar documento de identidade, comprovante de endereço e assinar um termo de responsabilidade.

O evento não será realizado em caso de chuva.

​Read More
Você é o Repórter

Grupo Fauna realiza mais uma Feira de Adoção de Animais neste domingo

Grupo Fauna
grupofauna@gmail.com

Neste domingo (04) faremos mais uma Feirinha de Adoção de Animais do Grupo Fauna. Será no Parque Ambiental (ao lado do Parque dos Mamonas), em Ponta Grossa (PR), das 14h às 17h. Estarão disponíveis para adoção cães e gatos, adultos e filhotes. As fêmeas adultas já são castradas e as filhotes o serão quando tiverem a idade certa. Para adotar é preciso um documento de identidade, comprovante de endereço e assinar um Termo de Compromisso. O animais podem ser vistos também no blog Adota Eu!.

​Read More
Você é o Repórter

Grupo Fauna promove jantar colaborativo durante a Semana Mundial de Ações para a Abolição da Carne, no PR

Grupo Fauna
grupofauna@gmail.com

Divulgação

O Grupo Fauna participa pelo segundo ano consecutivo da Semana Mundial de Ações para a Abolição da Carne. Em 2010 a entidade organizou um Lanche Vegano, no Sindicato dos Metalúrgicos de Ponta Grossa (PR), e este optou por organizar um Jantar Colaborativo.

Cada participante leva um prato doce ou salgado que saiba fazer, vegano, ou seja, livre de produtos de origem animal. A proposta é compartilhar receitas e sabores livres de violência contra os animais.

O Jantar Colaborativo ocorrerá no dia 24 de setembro, a partir de 18h, na sede da Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (SINDUEPG). As pessoas interessadas em participar podem confirmar presença enviando email para grupofauna@gmail.com.

Serão vendidos adesivos e camisetas do Grupo Fauna, e todos terão a oportunidade de compartilhar idéias sobre a necessidade de uma dieta livre de produtos de origem animal.

Esta campanha mundial é promovida pelo grupo Meat Abolition, o qual traz em seu site a seguinte justificativa:

Lutar pela abolição da carne é a extensão lógica do vegetarianismo e veganismo. Pessoas que são contra touradas não pedem somente ao público que faça boicote a elas, mas que elas sejam banidas. Pessoas que se opõem ao foie gras não aconselham somente que ninguém compre, mas querem que a alimentação forçada seja extinta. Por que as pessoas que se opõem ao consumo de carne seriam as únicas a não dar aconselhamentos de comportamento pessoal?

A recusa em comer carne pode ser entendida como um boicote político e como a expressão de apoio ao anseio de abolição, similar à campanha pelo fim da escravidão na Grã-Bretanha no final do século XVIII, quando 300 mil pessoas boicotaram a produção de açúcar de plantações baseadas em trabalho escravo.

O movimento pela abolição da carne é um ato político: visa atrair a opinião pública para que venha a aderir à ideia de que a carne deve ser banida. O objetivo é que as sociedades humanas, uma após a outra, decidam banir a produção, comercialização e consumo de carne.

A ideia é dizer alto e em bom tom que não é somente dever de cada indivíduo deixar de apoiar a exploração assassina que o consumo de carne animal e produtos derivados impõem, mas que esse é também o dever das sociedades como um todo.

http://www.meat-abolition.org/pt-pt/chamada

O Grupo Fauna tem promovido o amplo debate sobre a questão, além de oferecer oficinas sobre alimentação vegetariana, demonstrando na prática a infinidade de possibilidades e sabores imersos numa alimentação livre de produtos de origem animal. É signatária da resolução desta campanha:

Resolução

Porque a produção de carne implica que matemos os animais que comemos,

porque numerosos animais sofrem nas condições em que são criados e mortos,

porque o consumo de carne não é uma necessidade,

porque os seres sensíveis não devem ser maltratados ou mortos sem necessidade,

a criação de animais, a pesca e a caça dos animais feitos para obter carne, assim como a venda e o consumo de carne de animais, devem ser abolidos.

Contato: grupofauna@gmail.com

​Read More
Notícias

Grupo Fauna solicita apoio da Promotoria de Saúde para cumprimento de lei de cuidados com animais

(da Redação)

Diante da ausência de uma política pública efetiva de controle e cuidados dos animais domesticados, incluindo cães, gatos e cavalos, mais uma vez o Grupo Fauna entra em ação, solicitando apoio da Promotoria Estadual de Defesa da Saúde. A problemática envolvendo estes animais já deveria ter sido solucionada, mas o poder público municipal reluta em investir em pessoal e estrutura. Enquanto diversos municípios brasileiros dão o exemplo (vejam compilação abaixo) e estão resolvendo esta questão de forma preventiva, através de educação, registro geral animal, esterilização cirúrgica, fiscalização e multa àqueles que maltratam animais, Ponta Grossa (PR) está estacionada.

Em 1998 o Grupo Fauna elaborou uma série de estudos e mobilizou a comunidade e Câmara Municipal, conquistando a lei municipal 6179/99. Esta lei foi aprimorada em 2007, estando vigente como lei municipal 9019/07.

Até o momento somente ações paliativas tem ocorrido, quando não há a ausência total de ações, pois estas não estão pautadas num diagnóstico (censo animal) sério nem em planejamento e cumprimento de metas, conforme deliberações aprovadas na 8° Conferência Municipal de Saúde de Ponta Grossa, em 2009.

Outro ponto importante é que a Prefeitura investiu na estruturação de uma clínica veterinária, nas dependências do Canil Municipal, mas não a equipou nem abriu concurso público para que a mesma funcione. Preferiu, até os últimos anos, terceirizar o serviço, encarecendo os custos. Atualmente, nem isso tem ocorrido, pois as irrisórias 40 castrações por mês, pagas para uma clínica particular, estão paralisadas.

Mesmo que estivessem ocorrendo, sem um diagnóstico sobre a realidade da população animal de Ponta Grossa, de nada adianta estas poucas castrações para realmente reduzir a população animal. É como dar um tiro no escuro.

Acompanhem alguns pontos de reivindicação ao Ministério Público Estadual e um levantamento dos avanços em outras cidades brasileiras (em anexo). Enquanto isso, em Ponta Grossa, o caos impera.

Mesmo com legislação específica vigente desde 1999 (revisada em 2007) o município de Ponta Grossa carece até o momento de uma política pública efetiva sobre esta questão, mesmo com estrutura adaptada para uma Clínica Veterinária Popular nas dependências do Canil Municipal e carros próprios para coletas de pequenos e grandes animais.

O Grupo Fauna participou da 6ª, 7ª e 8ª Conferências Municipais de Saúde de Ponta Grossa, elegendo delegados para as etapas estaduais e nacional em 2007, sempre levando demandas sobre a questão dos direitos animais e da saúde ambiental.

A entidade possui representação junto ao Conselho Municipal de Saúde (CMS) no segmento de Usuários do SUS desde 2006 até a presente data. Há mais de 10 anos o Grupo Fauna reivindica junto ao Ministério Público Estadual a efetivação de uma política publica no sentido de solucionar o problema dos animais nas ruas do município, não obtendo resultados significativos e permanentes por parte do Poder Executivo.

Cumpre ressaltar que dentre as diversas propostas aprovadas na 8° Conferência Municipal de Saúde de Ponta Grossa, estão as seguintes:

·      Desenvolver e efetivar um plano de metas para o controle da população de animais, baseados no cumprimento da Lei Municipal 9019/07 (dispõe sobre o controle de populações animais, bem como sobre prevenção e controle de zoonoses no Município de Ponta Grossa, e dá outras providências);

·      Realizar um censo de animais no município;

·      Garantir o registro geral animal (RGA): microchip (transponde subcutâneo) com numeração relacionada aos dados do responsável pelo animal, em todo o município;

·      Garantir um número de castrações (cirurgias de esterilização de cães e gatos) suficiente para a redução da população animal com base nos números do censo e no plano de metas;

·      Construir uma Clínica Veterinária Popular Municipal para atendimento permanente de animas de rua e daqueles de famílias carentes;

·      Garantir que médicos veterinários atuem nas Unidades Básicas de Saúde esclarecendo e orientando sobre zoonoses e cuidados com os animais e seus ambientes domésticos, a fim de que permaneçam saudáveis. (Relatório da 8° Conferência Municipal de Saúde de Ponta Grossa)

O Grupo Fauna também conquistou a aprovação da proposta n° 562 da 8ª Conferência Estadual de Saúde do Paraná:

562: Contratar médicos veterinários para desenvolverem ações de educação em saúde nas comunidades. (Relatório da 8° Conferência Estadual de Saúde do Paraná)

O Grupo Fauna, enquanto representante da sociedade civil organizada, sem fins lucrativos, e contando apenas com trabalho voluntário, recebe constantemente os apelos dos diversos segmentos da comunidade referentes a esta problemática, que tem se agravado pela insuficiência na execução das ações para o cumprimento efetivo da lei.

​Read More
Notícias

Grupo Fauna promove jantar vegetariano beneficente em Ponta Grossa (PR)

(da Redação)

O Grupo Fauna promove mais um Jantar Vegetariano Beneficente, no dia 20 de maio às 20h, no Salão da Seção Sindical dos Docentes da UEPG  de Ponta Grossa (Rua Rui Barbosa, 131, Centro).

O evento tem como objetivo divulgar a alimentação vegetariana, livre de produtos de origem animal, oferecendo pratos saborosos, éticos, saudáveis e ambientalmente e socialmente justos.

Toda a arrecadação do Jantar será revertida para as ações educativas do Grupo Fauna em Defesa dos Direitos Animais e Ambientais.

O cardápio do jantar será strogonoff, arroz integral, batata palha, salada, maionese, cuscuz, pães, patês e sucos naturais.

O evento também exibirá a animação “Vegana”, do Instituto Nina Rosa e produtos da lojinha do Grupo Fauna.

O Grupo Fauna é uma entidade/movimento de defesa dos Direitos Animais e Ambientais, sem fins lucrativos, atuante desde 1998 em Ponta Grossa (PR).

Tem como missão a luta por uma sociedade ética, sustentável, livre, justa e solidária para todos os seres que compartilham conosco este Planeta.

Atua em frentes educativas, mobilizatórias e de controle social, ao reivindicar e propor políticas públicas pautadas numa Ética Biocêntrica, que considera o valor inerente de cada ser vivo, sem discriminação de espécie.

O custo do jantar por pessoa é de R$ 20,00.

Serviço:
Salão da Seção Sindical dos Docentes da UEPG – SINDUEPG.
Alameda Nabuco de Araújo, 500, Uvaranas.
Em frente ao Colégio Agrícola.
Ingressos antecipados a R$ 20,00.
Vendas: Brutal Heavy Metal Store
Rua Paula Xavier, 1486, Loja 02, Centro.

Contato: grupofauna@gmail.com

​Read More
Notícias

Prefeitura de Ponta Grossa (PR) desobedece liminar que proíbe o uso de esporas em animais em rodeio

(da Redação)

Mesmo diante da Ação Civil Pública de número 0010586-38.2011.8.16.0019 conquistada pelo Grupo Fauna, entidade de Defesa dos Direitos Animais e Ambientais, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PR) e demais organizadores do 17º Rodeio Crioulo fez o uso de esporas nas provas de gineteada (montar em cavalo e fazê-lo corcovear e dar pinotes, agarrando-se eu sua crina), fato comprovado por membros do Grupo Fauna e Ativeg PG no dia 30 de maio de 2011.

Os militantes voluntários estiveram fiscalizando exaustivamente as provas e registrando com fotografias e filmagens. As provas com o uso de esporas iniciaram no final da tarde.

A decisão liminar proibiu “qualquer subterfúgio capaz de provocar nos animais sofrimento atroz ou que vise estimular sua inquietação injustificada, como a espora pontiaguda, o uso de choques elétricos e/ou mecânicos, ou ainda o espancamento nos bretes”.

Acompanhe a notícia em vídeo.

De acordo com a liminar concedida ao Grupo Fauna, neste caso a Prefeitura Municipal e demais organizadores do 17° Rodeio Crioulo ficam sujeitos à multa pecuniária de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) por cada prática contrária ao comando judicial.

Em princípio, a o Grupo Fauna entrou com pedido de proibição de todo e qualquer apetrecho ou atividade que gerasse maus-tratos aos animais, bem como a proibição das atividades de “rodeio mirim”, onde crianças são incentivadas precocemente à esta prática, considerada cruel diante de uma série de justificativas citadas na Ação Civil Pública, como o incentivo à banalização da violência e exploração dos animais, dentre eles filhotes, como terneiros e animais pequenos, como ovelhas, utilizadas em provas de laço e rodeio mirim.

De acordo com a vice-presidente da entidade, Andresa Jacobs, “se recebemos incansáveis alegações dos defensores de rodeio de que o uso do laço, sedém, esporas, eletrochoques e espancamentos no brete não interferem no comportamento dos animais, nada mais lógico do que não realizá-los, pois são, desta forma, desnecessários. Fomos acionados pela organização do 17° Rodeio para que fizéssemos um acordo para permitir o uso da espora, o que foi imediatamente negado. Sabemos que se não há maus-tratos, os animais não pulam, pois estes inocentes só dão o ‘show’ que os organizadores querem, às custas de terror e dor. Nossa missão é essa, ser a voz dos que não tem voz, assim faremos sempre que necessário e possível.”

A entidade aguarda providências e informações da justiça para que os réus sejam punidos pelo descumprimento da decisão liminar.

Grupo Fauna

O objetivo das ações do Grupo Fauna, além de coibir diretamente os maus-tratos aos animais, é de informar e sensibilizar a população de que práticas como a dos rodeios, sejam eles crioulos ou não, são consideradas completamente desnecessárias e violentas, atingindo seres que não tem condições de escolha nem autodefesa.

“Práticas como estas, arcaicas e retrógadas, não podem ser defendidas pelo simples fato de terem um histórico arraigado culturalmente na sociedade. Toda cultura é passível de mudança, graças a Deus, se não estaríamos até hoje lançando cristãos aos leões ou escravizando as pessoas de pele negra”, completa Andresa.

Contato: grupofauna@gmail.com

​Read More
Notícias

Parceria entre ONGs rende trabalho educativo em prol dos Direitos Animais

(da Redação)

O Grupo Fauna, entidade de Defesa dos Direitos Animais e Ambientais de Ponta Grossa, no Paraná, há 3 anos atua em parceria com a Ativismo Vegetariano (Ativeg PG).

As duas entidades, pautadas na Libertação Animal, sempre tiveram os documentários do Instituto Nina Rosa (INR) como material de apoio em suas atividades educativas. Trechos da animação “Vegana”, a mais recente produção do INR, foram exibidos a convite da Sociedade Espírita Francisco de Assis (SEFAN), para crianças dos Cursos de Evangelização, no dia 27 de março, em Ponta Grossa.

A União Libertária Animal (ULA), do Rio de Janeiro, possibilitou mais um avanço nas ações educativas do Grupo Fauna e da Ativeg PG. A ULA liberou os direitos de impressão da Cartilha “Ulinha! Direitos Animais para Crianças”, que foram impressas em papel reciclado e doadas para as atividades de evangelização da SEFAN sobre o respeito à Natureza.As crianças da SEFAN foram as primeiras contempladas com trechos da animação “Vegana” e com a Cartilha “Ulinha!”, em Ponta Grossa.

O Grupo Fauna e a Ativeg PG pretendem ampliar a impressão das cartilhas para a distribuição em mais espaços de educação formal e não-formal, onde forem convidadas.Temas como guarda responsável, comercialização de animais, animais em circos e zoológicos e alimentação vegetariana são abordados pelos militantes da Libertação Animal em Ponta Grossa, agora com o apoio de materiais de qualidade para crianças, criados e disponibilizados pelo INR e pela ULA.O Grupo Fauna e a Ativeg PG estão buscando apoio para a ampliação da impressão das Cartilhas “Ulinha!” para todas as escolas de Ponta Grossa.

Para saber mais acesse:

Instituto Nina Rosa: http://www.institutoninarosa.org.br/produtos-inr

União Libertária Animal: http://www.uniaolibertariaanimal.com/projeto-ulinha/cartilha-infantil

Contatos:

Ativeg PG: pontagrossa@ativeg.org
Grupo Fauna: grupofauna@gmail.com

​Read More
Notícias

Grupo Fauna realiza há 12 anos campanha pela adoção de cães e gatos vítimas de maus-tratos

(da Redação)

1° Feirinha de Adoção do ano ocorrerá neste domingo no Parque Ambiental

Neste domingo, dia 30 de janeiro ocorrerá a 1° Feirinha de Adoção de Cães e Gatos de 2011, promovida pelo Grupo Fauna.

Todo último domingo de cada mês, desde 1999, o Fauna realiza esta atividade com o intuito de conseguir lares responsáveis para animais vítimas de maus-tratos, dentre os quais o principal é o abandono.

Uma ação que não resolve o problema da superpopulação em si, pois para isso é preciso uma gestão municipal realmente comprometida com uma política pública permanente pautada na lei municipal 9019/07.

Porém, é uma ação que busca assessorar pessoas solidárias que arcam com todos os custos materiais e emocionais de resgate destes inocentes, e precisam encaminhá-los para lares responsáveis e amorosos.

Neste domingo, de 14h a 17h no Parque Ambiental de Ponta Grossa (Paraná) mais uma Feirinha de Adoção.

Interessados em adotar devem ser maiores de 18 anos, possuírem residência fixa e condições de cuidar do animal até o final de sua vida, levar documentos pessoais (RG e CPF), comprovante de residência e passarem por entrevista e preenchimento de Termo de Compromisso de Adoção.

Os animais expostos para adoção responsável são previamente cadastrados pela diretoria da entidade e, portanto, não serão aceitos outros animais para participarem da Feirinha no local sem aprovação prévia. Os adultos são castrados e os filhotes terão castração agendada, sob responsabilidade da pessoa solidária que o resgatou.

O Grupo Fauna não possui abrigo nem clínica veterinária, por isso não recolhe nem trata animais.

É uma entidade de Defesa dos Direitos Animais e Ambientais pautada na concepção da Libertação Animal, ou seja, de que nenhum animal tem a função de servir o ser humano, seja para entretenimento, alimentação, vestuário, tração, estética, experimentação ou outra forma de exploração.
Os animais possuem valor em si, são sujeitos de uma vida e, portanto, possuem direitos.

O Fauna realiza atividades de assessoria a pessoas solidárias, bem como atividades educativas (oficinas e palestras sobre Direitos Animais, Alimentação sem Crueldade e demais temas) e de mobilização social.

O Grupo Fauna também divulga animais para adoção pelo Blog Adota Eu! – www.grupofauna.blogspot.com.

Interessados em agendar uma atividade educativa ou reunião podem entrar em contato pelo email grupofauna@gmail.com.

​Read More
Você é o Repórter

ONG denuncia onda de abandono de cães e gatos no Paraná

(da Redação)

Há quase doze anos em atividade no município de Ponta Grossa o Grupo Fauna, entidade de Defesa dos Direitos Animais e Ambientais, denuncia nova onda de abandono de cães e gatos em período de festas de final de ano e férias de verão. Todo ano a história se repete, trazendo consequências graves para os animais e mais transtornos para a população.

O motivo principal do abandono em massa, de acordo com a presidente do Grupo Fauna, Karina Medaglia, é que “o animal torna-se um estorvo para algumas pessoas que pretendem viajar e estas buscam no abandono uma solução imediata. Na verdade as pessoas não querem ter o trabalho de providenciar a hospedagem em clínicas veterinárias ou um cuidador residencial, preferindo largar cães e gatos em lugares afastados de suas residências, e optar em adquirir outro animal quando retornam das férias, transformando vidas em objetos.

As denúncias chegam diariamente para os membros do Grupo Fauna, que não atua recolhendo animais e sim orientando a população e reivindicando políticas públicas éticas e efetivas voltadas para a Defesa dos Direitos Animais. “As denúncias de abandono ocorrem durante todo o ano, mas neste período temos recebido em média 5 denúncias por semana, fora o que não chega até nós por email”, relata a vice-presidente Andresa Jacobs que também é colunista da ANDA.

“São relatos de famílias que se mudaram de suas residências e ‘esqueceram’ os animais, carros que param em ruas da periferia ou rodovias e jogam para fora os animais sem qualquer escrúpulo, além de caixas de papelão deixadas repletas de filhotes, dentre outras tristes histórias.”

Até mesmo os animais de raça têm sido descartados desta forma, conforme o caso de uma daschund (basset) e uma mestiça despejadas na rodovia próxima ao Núcleo Santa Mônica. Muitos outros animais de raça já foram resgatados por pessoas solidárias, e registrados pelo Grupo Fauna, como pastor alemão, fila brasileiro, dálmata (um macho cego foi largado em uma estrada há alguns anos), daschund, pinscher, cocker, sharpei, gatos siameses, e até iguanas e tartarugas.

Para colaborar com pessoas solidárias que resgatam animais de abandono e maus tratos, o Grupo Fauna divulga os casos no Blog “Adota Eu!” (www.grupofauna.blogspot.com), incentivando a adoção responsável de animais carentes e fazendo forte campanha contra a comercialização de animais. A daschund e a mestiça citadas estão provisoriamente na casa de uma pessoa solidária e serão castradas e divulgadas no Blog “Adota Eu!” para que consigam um lar.

Mais informações pelo email: grupofauna@gmail.com

​Read More
Você é o Repórter

Direitos animais estão na pauta da XXII Semana Acadêmica de Estudos em Biologia de Ponta Grossa

Grupo Fauna
grupofauna@gmail.com

Convidamos todos a participar das atividades da XXII Semana Acadêmica de Estudos em Biologia – SAEB/UEPG.

Programação completa no blog http://caeduepg.blogspot.com/2010_11_01_archive.html

Particularmente, salientamos as atividades voltadas para a Defesa dos Direitos Animais:

Sexta-feira dia 19/11/2010

Noite:

19h às 20h30
GD 03 – Direitos de Animais Humanos e Não Humanos. Grupo Fauna. BLOCO F
Responsáveis: Andresa Jacobs (Grupo Fauna) e Willian Castro Lobo (Ativeg PG/Grupo Fauna)

20h30
MR 02 – Vivissecção X Métodos alternativos.
Biólogo MSc. Thales Astrogildo Tréz (UFSC). Observatório
Mediador: Paulo Cesar Facin (Grupo Fauna)

Sábado, dia 20/11/2010

Manhã:

8h às 12h

OF 02: Alimentação Vegetariana: uma questão de cidadania planetária
Luciana Moro, Andresa Liriane Jacobs e Willian Castro Lobo (Grupo Fauna).
Sala M120.

As inscrições para a oficina de sábado estão vazias Se não houver inscrição ela será cancelada. Portanto, quem quiser participar, por favor entrar em contato com o pessoal do CAED. O nosso contato é o da Michele, parceira da causa: 9949-8788

O cine SAEB da quinta-feira abordará a Ética na Biologia. Confiram detalhes abaixo:

Dos dias 16 a 20 estará ocorrendo a XXII Semana Acadêmica de Estudos em Biologia – “A Árvore da Ciência: uma visão não linear do desenvolvimento do estudo biológico.” E, na programação do dia 18 (quinta-feira) às 19h terá o Cine SAEB, com filmes sobre ciências biológicas.

Sendo assim, gostaria de convidá-los para participarem do Cine SAEB, sendo que neste terá o Lançamento do Filme Ética e as Ciências da Vida às 20h45. Este filme-documentário foi filmado e produzido com os acadêmicos do Bacharelado em Ciências Biológicas, sob coordenação dos professores Jorge Edison, Rodrigo Souza e Vanessa Zappia, como projeto de extensão.

Conta com a participação dos professores dos departamentos de Biologia Geral, Biologia Genética, Estrutural e Molecular e do departamento de Medicina.

 O filme aborda:

– Ética na Pesquisa em Ciências Biológicas;

– Ética e o fenômeno da Vida: início e tanatologia;

– Ética e o Ensino de Ciências e Biologia;

– Ano Internacional da Biodiversidade: Sustentabilidade, Ensino e a Produção do Conhecimento Biológico.

Esta produção será utilizada na graduação dos cursos de bacharelado e licenciatura em ciências biológicas, visando à formação integral dos acadêmicos e futuros educadores de ciências e biologia. E serão disponibilizadas cópias do filme no 1º semestre de 2011 para todas as escolas e colégios do Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa e PDE-UEPG.

Data: 18/11/10 (Quinta- feira)

Horário: 20h45

Local: Auditório do Observatório Astronômico da UEPG (próx. à piscina do Bloco G da Educação Física).

​Read More
Você é o Repórter

Circo Imperial Romano/Irmãos Romanos continua apresentando animais em Ponta Grossa, contrariando a Lei Municipal

Grupo Fauna
grupofauna@gmail.com

O Grupo Fauna reiterou ontem (10), na Promotoria Estadual de Defesa do Meio Ambiente, o ofício-denúncia de que o Circo Imperial Romano, também denominado Irmãos Romanos, está instalado na cidade desde setembro, apresentando “cachorrinhos corinthianos” em seus espetáculos, através de carro de som e ingressos gratuitos. A Prefeitura Municipal também foi acionada oficialmente pelo Fauna, bem como o Núcleo Regional da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, sobre a emissão de alvarás e guias de transporte e atestados de sanidade animal, além da ilegalidade na apresentação dos cães.

A Lei Municipal n° 7924 de 2004 foi uma reivindicação do Grupo Fauna junto à Câmara Municipal, e cita em seu Artigo 1°, que “É  proibida, em  toda  a  extensão  territorial  do Município de Ponta Grossa, a utilização, sob qualquer forma, em espetáculos de circo, de animais selvagens, domésticos, nativos ou exóticos.”

O Grupo Fauna tem recebido inúmeras denúncias por email e por mensagem de celular de que o Circo Imperial Romano/Irmãos Romanos esteve no Jardim Carvalho, Uvaranas, Vila Guaíra. No final de semana recebeu mais denúncias de que este circo está no Bairro da Ronda, divulgando novamente a apresentação de “cachorrinhos corinthianos”.

Diante da falta de fiscalização para o cumprimento da Lei Municipal de proibição de apresentação de animais em circos, membros militantes do Fauna precisam estar sempre atentos para que as leis sejam cumpridas na cidade. “O Fauna não tem função de fiscalizar circos e outros estabelecimentos que exploram animais, mas o que acontece é que o município não se preocupa com isso, sequer fiscaliza a emissão de alvarás, pois do contrário este circo não estaria há cerca de dois meses na cidade apresentando animais de forma impune”, Andresa Jacobs, vice-presidente da entidade.

Isabele Futerko, 1° secretária da entidade, reforça: “O último circo na cidade que tinha a intenção de apresentar animais, o Troy Pantanal, foi interditado pela Prefeitura devido à denúncia do Grupo Fauna através do Minstério Público. Até quando temos que assumir papel dos órgãos públicos, que possuem recursos humanos e materiais garantir o cumprimento das leis?”

Para circos que apresentam animais em Ponta Grossa, a Lei Municipal prevê o cancelamento da licença de funcionamento, se houver, imediata interdição do local onde se realizarem os espetáculos e pagamento de multa.

​Read More
Notícias

Grupo Fauna promove lanche vegetariano beneficente em Ponta Grossa (PR)

(da Redação)

O Grupo Fauna, entidade que atua na defesa dos direitos animais e Ambientais de Ponta Grossa (PR), promove mais um Lanche Vegetariano Beneficente, no dia 22 de outubro a partir de 18h, no Salão de Festas do Sindicato dos Metalúrgicos de Ponta Grossa (Rua Rui Barbosa, 131, Centro).

O evento tem como objetivo divulgar a alimentação vegetariana, livre de produtos de origem animal, oferecendo pratos saborosos, éticos, saudáveis, além de ambiental e socialmente justos.

Toda a arrecadação do evento será revertida para as ações educativas do Grupo Fauna em Defesa dos Direitos Animais e Ambientais.

Serão servidos pratos doces e salgados, como tortas, bolos, salgadinhos e demais quitutes, além de café, chá e sucos naturais.
O evento também contará com videokê, apresentação de vídeos educativos, festival de talentos e venda de produtos do Grupo Fauna.

O Grupo Fauna é uma entidade sem fins lucrativos, atuante desde 1998. Tem como missão lutar por uma sociedade ética, sustentável, livre, justa e solidária para todas os seres que compartilham conosco este Planeta. Atua em frentes educativas, mobilizatórias e de controle social, ao reivindicar e propor políticas públicas pautadas numa Ética Biocêntrica, que considera o valor inerente de cada ser vivo, sem discriminação de espécie.

O custo por pessoa, para alimentação à vontade, é de R$ 15,00.

Os interessados devem enviar email para grupofauna@gmail.com a fim de adquirir seus ingressos com um dos membros do Grupo Fauna ou ligar nos telefones: (42) 99822064 ou (42) 91231000.

​Read More