Notícias

Raposa sofre fatura exposta após ser atropelada por trem

Reprodução/Corpo de Bombeiros

Uma raposa foi resgatada no último sábado (30) após ser encontrada gravemente ferida em uma linha férrea no distrito de Sá Fortes, a cerca de 11 km de Barbacena, em Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros acredita que o animal tenha sido atropelado por um trem.

O resgate foi realizado após uma mulher de 33 anos acionar os militares. Moradora de um sítio localizado nas proximidades da linha férrea, a testemunha ouviu uivos altos e pensou que um cachorro tivesse sido atropelado pelo trem. Diante disso, ligou para o Corpo de Bombeiros e pediu ajuda.

Quando chegaram no local, os militares perceberam que o animal ferido era, na verdade, uma raposa-do-campo, bastante agitada e assustada. Com cerca de 30 kg e um metro e meio de comprimento, a raposa estava gravemente ferida.

Chefe da equipe responsável pelo resgate, o sargento Wemerson explicou ao portal Folha de Barbacena que a ação da testemunha, somada à agilidade do Corpo de Bombeiros, foi providencial para que a raposa fosse resgatada com vida.

“O trabalho foi rápido e graças também à solicitante, uma vez que tão logo retiraram o animal passou outra composição, o que poderia ser fatal”, disse.

Encontrada com um sangramento na boca e um ferimento na pata direita, ela foi encaminhada a clínica veterinária Late e Mia, em Barbacena, onde recebeu os cuidados necessários. Segundo informações divulgadas nas redes sociais do estabelecimento, a raposa sofreu uma fratura exposta, havendo a necessidade de amputar o membro.

O animal apresentava também um ferimento na boca, com luxação no canino direito. Apesar disso, ela está conseguindo se alimentar. A clínica explicou, porém, que a raposa terá que passar por cirurgia e que corre risco de morte por ter perdido muito sangue.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More