Notícias

Homem confunde filhote de onça com gato e resgata o animal em Goiás

O filhote, que estava saudável, foi examinado por um veterinário e, em seguida, devolvido à natureza


Um morador de Catalão, em Goiás, confundiu um filhote de onça com um gato e resgatou o animal no último domingo (2).

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

“Nós achamos que era um gato, chamamos os bombeiros, e os bombeiros falaram que era uma onça. Levei um susto muito grande mesmo”, disse o pedreiro Jhonatha da Silva Pinho.

Os militares explicaram que Jhonatha e outro pedreiro encontraram o filhote após o animal ser acuado por cães. Eles afastaram os cachorros e chamaram os bombeiros. As informações são do G1.

O animal foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). O veterinário da unidade, Diogo Baldin Mesquita, explicou que o filhote é uma onça suçuarana do sexo masculino e tem aproximadamente quatro meses de idade.

“Ele estava super saudável, em ótimo estado. O animal foi reintroduzido à natureza, a mãe já o encontrou e levou. Estamos monitorando toda a área”, explicou Diogo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Suspeito de matar cavalo a pauladas é detido em Aparecida de Goiânia (GO)

O cavalo foi encontrado morto na Praça Elmar Arantes e moradores da região denunciaram o crime de maus-tratos


Um catador de recicláveis de 44 anos, que não teve a identidade revelada, foi detido no dia 27 suspeito de matar um cavalo a pauladas em Aparecida de Goiânia (GO).

Foto: Reprodução

O crime, segundo a Polícia Civil, teria sido cometido com a ajuda de um rapaz que tem menos de 18 anos e também foi autuado. As informações são do portal Mais Goiás.

O homem foi detido após ser encontrado em via pública, na região que o crime foi realizado. Ele foi levado à delegacia pelo delegado Carlos Levergger.

Os dois suspeitos foram autuados pelo crime de maus-tratos a animais, mas responderão em liberdade, já que o delito é considerado de menor potencial ofensivo e, por isso, não prevê prisão preventiva.

Entenda o caso

Um cavalo foi encontrado morto na Praça Elmar Arantes, em Aparecida de Goiânia (GO) no último domingo, dia 26. Moradores da região afirmam que o animal foi morto a pauladas por carroceiros.

Um morador da região, que preferiu não ser identificado, contou que os carroceiros não só espancaram o animal, como também submetem outros cavalos a maus-tratos.

“Os carroceiros moram em frente ao parque. Os cavalos ficam amarrados ao relento. Já filmei várias vezes eles indo e voltando da casa onde ficam. Não é a primeira vez que isso acontece. Neste exato momento um amarrou o cavalo no meio do mato”, disse o morador ao G1.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema). O delegado Luziano de Carvalho revelou que informações indicam que o animal estava com uma das patas quebrada.

“O caso do cavalo com a pata quebrada é mais complicado de recuperar, nestes casos muitas vezes precisa sacrificar, mas não justifica ele ser morto a pauladas”, disse o delegado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cães são abandonados sem água e comida em casa vazia em Goiânia (GO)

Duas vizinhas da casa onde os cães estão abandonados passaram a alimentá-los e esperam encontrar novos lares para eles


Dois cachorros foram abandonados em uma casa vazia no Setor Negrão de Lima, em Goiânia (GO). De acordo com moradores da região, os tutores dos animais mudaram de endereço há mais de 20 dias e deixaram os cães para trás, sem água e comida.

Foto: Millena Barbosa/TV Anhanguera

Comovida com o sofrimento dos animais, que ficaram em meio a bastante lixo, a dona de casa Mayara Moreira, de 30 anos, está alimentando e dando água aos cães com ajuda de sua mãe, Maria de Nazaré Silva.

“É muito triste ver eles assim. Isso é um crime. Deixar eles sem água, sem comida e o pior de tudo, trancados. Eu e minha mãe estamos vindo aqui duas vezes ao dia e jogando comida para eles”, contou Mayara, em entrevista ao G1.

A casa está com a estrutura prejudicada e algumas paredes já caíram. Os animais vivem em meio ao entulho e ao lixo, em condições precárias.

Com o portão trancado, as vizinhas jogam sacolas com comida através da grade do portão. “É bem complicado para a gente dar comida para eles assim. O chão está cheio de sacolas porque foi a forma mais fácil que encontramos para não deixar eles com fome”, disse Maria de Nazaré.

A expectativa de Mayara é de que os cães sejam adotados. “Eu tenho três cachorros em casa, que eu cuido muito bem. Eu penso neles quando vejo esses animais abandonados assim. O que eu mais quero é poder tirar esses cães daqui e encontrar um novo lar pra eles”, afirmou Mayara.

Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) enviou nota ao G1 por meio da qual informou que enviará uma equipe ao local e tomará providências.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Ex-prefeito de Campinorte (GO) é autuado por crime ambiental após postar foto com onça morta

A onça-parda, também conhecida como Sussuarana ou Puma Concolor, está ameaçada de extinção


O ex-prefeito de Campinorte (GO) Francisco Corrêa Sobrinho foi autuado por crime ambiental após publicar uma foto ao lado de uma onça-parda morta. Após prestar depoimento em uma delegacia, ele foi liberado para responder ao processo em liberdade.

Em sua defesa, Sobrinho alegou que encontrou a onça morta e errou ao tirar uma foto com ela. As informações são do portal G1.

Foto: Reprodução/Redes sociais

“O meu erro maior foi de pegar essa onça, levar para minha casa, dependurar e tirar uma foto. Mandei a alguns amigos meus e vazou”, disse o ex-prefeito. A investigação policial foi iniciada após a foto ser compartilhada nas redes sociais até chegar à Polícia Civil.

De acordo com o delegado Rafhael, que ouviu o ex-prefeito e registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), o caso será encaminhado a Justiça e Sobrinho não foi indiciado por se tratar de um crime “de menor potencial ofensivo”.

“Aqui nós apenas formalizamos. Ouvimos ele, juntamos o que temos e mandamos para o Judiciário, que agora vai analisar. O juiz pode pedir mais provas”, detalhou o delegado.

Foto: Reprodução/Redes sociais

Em depoimento, o ex-prefeito disse que os seis cães que vivem em sua fazenda mataram a onça e que eles ficam, inclusive, machucados.

“[…] Fui ajudar meu caseiro a tirar o leite. Chegando ao curral – eu tenho 6 cachorros na minha propriedade -, meus cachorros começaram a fazer um barulho danado de briga e eu fui lá ver. Me deparei com a onça já morta e meus cachorros feridos. Ela machucou bastante meus cachorros”, explicou.

Foto: Reprodução/Polícia Civil

O corpo da onça, segundo Sobrinho, foi jogado no Rio dos Bois, que corta sua fazenda. Policiais fizeram buscas na propriedade, mas não encontraram o animal.

A onça-parda, também conhecida como Sussuarana ou Puma Concolor, é um felino de grande porte e está ameaçada de extinção.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
Notícias

Cachorro é resgatado após ser esfaqueado na cabeça em Pires do Rio (GO)

Protetores de animais iniciaram uma campanha para arrecadar fundos para o tratamento veterinário do cachorro


Um cachorro abandonado foi esfaqueado na cabeça em Pires do Rio (GO). Ele foi resgatado e corre o risco de ficar cego. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Foto: Arquivo Pessoal/Adriana Luciana

Amarelão, como é chamado, apareceu na região da Praça do Mercado há aproximadamente três meses. Desde então, ele recebia cuidados de moradores e comerciantes. Na madrugada de terça-feira (12), o animal foi agredido.

Um grupo de protetores de animais resgatou o cachorro. Para arcar com os gastos do tratamento veterinário, eles iniciaram uma campanha de arrecadação de fundos.

“Ele estava muito fraco, perdeu muito sangue, precisamos fazer uma transfusão. A facada pegou próximo do nervo do olho, então não sabemos se ele ficará cego ou não. Ele já tinha perdido a visão de um olho e, agora, corre o risco de perder do outro”, disse ao G1 Adriana Luciana Mendonça, voluntária da Associação Protetora de Animais Abandonados (Aproaab).

Foto: Arquivo Pessoal/Adriana Luciana

“Ainda não sabemos exatamente em quanto vai ficar, porque depende do tanto de tempo que ele vai precisar ficar internado. Ele também vai precisar de outros cuidados, tomar remédio”, disse.

Interessados em ajudar devem entrar em contato com os voluntários. Para isso, basta procurar as páginas Protetores da Vida, da Aproaab, nas redes sociais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


​Read More
De olho nas leis, Notícias

Maus-tratos aos animais podem gerar multa de até R$ 200 mil em Aparecida de Goiânia

Multas variam de R$ 200 a R$ 200 mil, dependendo da gravidade do caso (Foto: Reprodução)

No último dia 1º, o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) sancionou uma lei que prevê multa de R$ 200 até R$ 200 mil para quem pratica maus-tratos contra animais em Aparecida de Goiânia (GO), dependendo da gravidade do caso.

A matéria da lei publicada no Diário Oficial lista 16 itens que incluem agressão, abandono, envenenamento, exploração excessiva como mão de obra e privação de alimento e água. A fiscalização da lei de proteção a animais domésticos e da fauna, de autoria do vereador Helvecino Moura (PT), vai ser feita pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

​Read More
Notícias

Vídeo mostra homem puxando cachorro pelas pernas, dando tapas e jogando-o no chão

Cachorro é agredido em Trindade, em Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um vídeo mostra um homem puxando o cachorro dele pelas pernas e o jogando no chão em seguida, em Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia. Segundo o autor das imagens, que não quis ser identificado, o tutor do animal chegou bêbado em casa e começou a agredir o animal. A Polícia Civil disse que vai apurar o caso.

O registro foi feito em uma casa do Residencial Maria Monteiro, em Trindade. As imagens mostram o homem dando vários tapas e socos no cachorro. Ele levanta o animal e o joga no chão e, por último, o levanta, pendurado pelas pernas, e o leva para dentro da casa.

Vizinhos do homem informaram à TV Anhanguera que esta não foi a primeira vez que o animal foi agredido pelo homem.

O autor do vídeo disse que não registrou nenhuma ocorrência sobre o fato. No entanto, procurada pela emissora, a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente informou que irá enviar uma equipe ao local para que o caso seja apurado.

Fonte: G1 

​Read More
Notícias

Cão é resgatado após ficar preso em represa de estação de tratamento de esgoto

Bombeiros resgatam cachorro dentro de estação de tratamento de esgoto em Aruanã — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O Corpo de Bombeiros resgatou um cachorro que havia caído dentro de uma estação de tratamento de esgoto da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) em Aruanã, região noroeste de Goiás. Segundo a corporação, o animal estava em uma das represas de dejetos com água até o pescoço. Ele estava bastante debilitado e apresentava escoriações leves.

Em nota, a assessoria de imprensa da Saneago informou que lamenta o ocorrido, que a área é cercada e que técnicos farão uma vistoria no local para verificar se há frestas no cercamento (veja a íntegra ao final do texto).

O resgate ocorreu na tarde da última quinta-feira (10). Dois militares participaram do trabalho, que consistiu em laçar o animal. Um deles, o sargento Francisco Dácio Rodrigues Farias Filho, acredita que o animal ficou mais de 24h no local. Ele trabalhou junto com o soldado Caetano.

“Ele caiu na bacia e não conseguia subir porque as margens têm uma superfície de borracha lisa e ele escorregava. Ele estava debilitado porque ficou muito tempo lá, sem água e comida, além de estar em contato com os dejetos em local insalubre”, disse.

Em seguida, os bombeiros deram um banho no animal e o alimentaram. O sargento afirmou que pretende ir até uma loja de produtos agropecuários para comprar vermífugos e vitaminas para ele.

Farias Filho destacou que o cão foi levado para o quartel e está à disposição do tutor, caso haja. Como a estação fica em uma região mais afastada, o bombeiro acredita que ele possa pertencer ao dono de alguma chácara da região.

Se ninguém aparecer, a corporação vai procurar alguém que possa adotá-lo.

Animal tomou banho e foi alimentado pelos bombeiros após o resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/TV Anhanguera

Nota da Saneago:

A Saneago lamenta o ocorrido e informa que a Estação de Tratamento de Esgoto de Aruanã é cercada e trancada. Técnicos farão vistoria no local para verificar se há frestas no cercamento. A Companhia explica que são realizadas vistorias diárias na unidade e que funcionários acionaram os bombeiros para o resgate, assim que perceberam a presença do animal.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Cachorro é resgatado em buraco de 5 metros em Aparecida de Goiânia (GO)

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um cachorro que estava desaparecido havia 18 dias foi resgatado de um buraco de 5 metros de profundidade em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo os tutores, uma criança ouviu o choro do animal, que atende pelo nome de Théo, e resolveu chamar a família, que com a ajuda de outros moradores retirou o animal da cratera. Um vídeo mostra o momento do resgate.

Théo estava desaparecido desde o último dia 20 de dezembro, no Setor morada dos Pássaros, Aparecida de Goiânia. A foto dele chegou a ser veiculada no Bom Dia Goiás, telejornal da TV Anhanguera, mas, até então, a família não tinha notícias do animal.

O cachorro foi resgatado na Rua Mainás, no mesmo bairro onde os tutores dele moram. Segundo apurou a emissora, neste fim de semana uma criança que passava pelo local ouviu um latido vindo de um lote baldio. Depois, o menino chamou todo mundo e o Théo foi resgatado com o auxílio de um balde e uma corda.

O animal foi devolvido à família dele após o resgate e, segundo os tutores, passa bem. No entanto, a família ficou preocupada, já que o buraco de onde o animal foi retirado apresenta risco para outras pessoas que vivem na região.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Cadela filmada sendo agredida com rodo passa por exame de corpo de delito

Homem é flagrado agredindo cão com rodo em rua de Goiânia — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

A cadela que foi filmada sendo agredida com um rodo passou por exame de corpo de delito em Goiânia. Câmeras de segurança registraram a cena, ocorrida em uma rua do Parque Tremendão. Após ser atingido, o animal rasteja de dor pelo asfalto e não consegue se levantar.

O delegado Luziano Carvalho, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) e responsável pelo caso, disse que um veterinário da Polícia Técnica-Científica o acompanhou na oitiva para verificar as condições da cadela, que se chama Madonna.

“O animal tem um hematoma na boca. Apesar das imagens serem fortes, ela não teve nenhuma fratura e está bem. No entanto, isso não atenua a atitude do homem que a feriu”, disse.

Carvalho procurou o homem que atira o rodo, mas não o encontrou em casa. Ele conversou apenas com a mãe dele, que tentou justificar a ação.

“Ela disse que minutos antes a cadela havia mordido dois cachorros pequenos que ela tem. Aí o filho ficou irritado e fez isso”, contou.

O delegado esteve na residência da tutora da cadela, mas ela também não estava em casa. Um irmão, que estava presente, liberou para que Madona fosse examinada.

O responsável pela investigação informou ainda que ficaram marcados depoimentos sobre o caso para a terça-feira (7): da tutora da cadela pela manhã, e do homem que atirou o rodo pela tarde.

Além disso, a polícia também vai intimar mais testemunhas e analisar mais imagens de câmeras de segurança que foram colhidas no local.

Agressão em vídeo

O caso aconteceu na manhã de sexta-feira (4), na Rua Pedro Bala. O vídeo foi enviado para a TV Anhanguera por um telespectador, que preferiu não se identificar, por meio do aplicativo QVT.

Antes da agressão, os cães aparecem brincando e correndo pela rua. Depois de atingido, o cachorro cai e tem dificuldades para se levantar. Ele se arrasta pelo chão. O agressor desaparece da cena.

Em seguida, duas pessoas aparecem para socorrer o cão. Segundo a pessoa que enviou o vídeo, a mulher é a dona do animal. Ela o levou para casa.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Professora pede ajuda para encontrar três cachorros desaparecidos em Goiânia (GO)

Professora pede ajuda para encontrar os três cachorros que desapareceram de casa, em Goiânia — Foto: Raysa Melo/Arquivo pessoal

Uma professora está desesperada à procura dos três cachorros domésticos que desapareceram de casa, no Setor Jaó, em Goiânia. Raysa Ferreira Gomes de Melo, de 29 anos, acredita que os animais tenham sido furtados, pois ela encontrou o portão parcialmente arrombado. Apesar de já ter percorrido o bairro, ela ainda não tem notícias do paradeiro dos animais.

“O vazio aqui está muito grande, porque o sentimento é inexplicável. Não sei nem externar isso. Por isso que a gente fica tão desesperado”, afirmou.

Os cães sumiram na tarde do último sábado (17). Raysa conta que estava dormindo com o marido e quando acordou, notou que os bichos não estavam mais lá.

Ela tem um casal – Lord e Duda – da raça Lulu da Pomerania, que já está com a família há mais de um ano, além de um SRD, chamado Ted, adotado há apenas um mês,

“Quando eu acordei e chamei eles para dentro, notei que nenhum estava lá. Fui ver e o portão estava meio torto na lateral. Meus cachorros são pequenos, acredito que eles foram levados por baixo do portão. Não ouvimos nada”, contou ao G1.

“Arrasada, desolada. Acho que essas são as palavras que mais me definem agora”, lamenta.
Ela afirma que as residências vizinhas possuem câmeras de segurança e que ela tenta obter as imagens. A professora afirmou também que o marido deve registrar uma ocorrência na delegacia ainda na manhã desta segunda-feira (19).

Além disso, a mulher vai pretende fazer cartazes e espalhar pela cidade para tentar localizar os animais.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

ONG promove bazar para pagar tratamento de 120 animais em Anápolis (GO)

Foto: Pixabay

Uma ONG protetora de animais em Anápolis promove no próximo sábado, 6 de outubro, uma bazar solidário para pagar tratamento de mais de 120 animais. O evento ocorre das 10h às 16h, na loja Cartoner, localizada na Av. Santos Dumont, nº 390, em Jundiaí, Anápolis. A organização Patas Solidárias, criada em janeiro de 2017, precisa de cerca de R$ 20 mil para pagar uma dívida de tratamentos dos animais.

No bazar os interessados poderão encontrar roupas, calçados, acessórios, artesanatos, perfumes e artigos de decoração. As peças serão vendidas por a partir de R$ 1 e serão aceitas diversas formas de pagamento como dinheiro, cartão de débito e crédito, sendo que cartões são aceitos em compras a partir de R$50, além de parcelamento para vendas de a partir de R$300.

De acordo com informações de Adriana Oliveira Silva, uma das integrantes da Patas Solidárias, o bazar é de grande importância para manter os mais de 120 animais abrigados na ONG, além dos que vivem em lares temporários até serem adotados.

“Resgatamos três casos complicados há pouco tempo, com cirurgias caras. Hoje temos dividas em quatro clinicas, casas de ração, farmácia e devemos também em cartões e cheques, pois os procedimentos precisam ser pagos imediatamente e vamos parcelando tudo”, explicou em entrevista ao Portal 6, de Anápolis.

A Patas Solidárias trabalha também com venda de marmitex beneficente, rifas e com os produtos da lojinha on-line de personalizados no Instagram (@lojinhapatassolidarias), onde pode-se encontrar produtos como chaveiros, canecas e bolsas.

Doações para o bazar

Para doar itens que você não usa mais, a ONG disponibiliza de pontos de coleta em Anápolis. As peças em boas condições serão vendidas no bazar. Um dos pontos de coleta é na própria loja onde será sediado o evento (Cartoner, localizada na Av. Santos Dumont, nº 390, em Jundiaí) ou na Drogaria São Geraldo, localizada na Rua Argentina, Nº 466, no Bairro Boa Vista, em Anápolis.

Além disso, a Patas Solidárias conta ainda com doações de mesas e cadeiras para o dia do bazar. Os interessados podem entrar em conato pelo Instagram da ONG @patassolidariasanp.

Fonte: Dia Online 

​Read More