Jornalismo cultural

Geltor desenvolve colágeno vegano com biocompatibilidade superior ao colágeno convencional

A companhia californiana de biodesign Geltor lançou recentemente o HumaColl21, considerado o primeiro colágeno vegano de uso humano do tipo XXI criado de forma sustentável para ser utilizado na formulação de cosméticos. O produto, que tem biocompatibilidade superior ao colágeno convencional, foi apresentado esta semana na feira global in-cosmetics realizada em Paris, na França.

O produto já faz parte da formulação de um creme facial antienvelhecimento da coreana AHC – o “Ageless Real Eye Cream for Face” (Fotos: Divulgação)

“Existem tantas proteínas naturais com funções incríveis fora do atual ecossistema animal. Nosso objetivo é liderar o uso de proteínas bioativas como o colágeno em novas categorias. O HumaColl21 abre as portas não apenas para melhores resultados, mas para um processo superior que pode ser usado com segurança na indústria da beleza, de alimentos, bebidas e até além”, informou o CEO da Geltor, Alex Lorestani, em comunicado à imprensa.

Dos 28 tipos de colágeno que o corpo humano produz, o tipo XXI é identificado como um precursor dos colágenos tipos I e III, considerados essenciais para a manutenção da elasticidade e da juventude da pele.

Segundo a Geltor, agora é possível estabelecer um paradigma revolucionário de biocompatibilidade de cuidados com a pele. Uma das vantagens do HumaColl21 é que o processo de fermentação sustentável das proteínas de origem não animal requer apenas uma fração da terra, água e tempo necessários para a produção do colágeno de origem animal.

“Atualmente a maior parte do colágeno disponível no mercado é proveniente da pele e dos ossos de porcos, bois e vacas criados em fazendas, sem considerar a biocompatibilidade com a pele humana”, enfatiza.

Entre as promessas do HumaColl21 estão a redução de rugas, firmeza da pele, elasticidade e hidratação. O produto já faz parte da formulação de um creme facial antienvelhecimento da coreana AHC – o “Ageless Real Eye Cream for Face”.

​Read More
Notícias

Empresa de biotecnologia chinesa cria colágeno à base de levedura

Imagem: Jland Biotech

O colágeno é uma classe de proteínas formadas por aminoácidos no organismo humano. Ele representa até 30% do total de proteínas. A substância é produzida pelo próprio corpo, mas pode ser ingerida para que haja suplementação.

Tradicionalmente derivado de produtos animais, predominantemente vacas ou peixes, ele tem a função de manter as células unidas e é o principal componente proteico de órgãos como a pele, cartilagens e ossos.

Felizmente, após 10 anos de pesquisa e desenvolvimento, a Jland Biotech criou uma versão livre de animais do colágeno tipo 3 usando a tecnologia de fermentação de levedura.

Serene Yuan, porta-voz da empresa, disse à Cosmetics Design Asia que o Reallagen passou por vários testes rigorosos e os resultados mostraram que as propriedades anti-envelhecimento superam o colágeno derivado de animais em 200%.

“Em cosméticos , as pessoas estão procurando ingredientes livres de animais. Nosso colágeno segue essa tendência. É seguro para veganos e pode ser usado para produtos halal. Acreditamos que é o futuro”, explicou Yuan.

“Com outro colágeno, você não saberá a fonte além de que é de peixe provavelmente. Mas podemos garantir a você segurança devido à nossa qualidade consistente.”

Ela acrescentou: “a compatibilidade é muito boa, pode passar por qualquer formulação que eu possa lhe garantir”.

O Reallagen também é adequado para a produção em massa, de acordo com Yuan.

Os produtos da Jland Biotech incluem um pó Reallagen, líquido e bolas de colágeno Reallagen, que contêm 35% da substância. De acordo com a Cosmetics Design Asia, essas bolas podem ser compradas e combinadas com ingredientes como o ácido hialurônico.

Desque que chegou ao mercado, há dois anos, o Reallagen tem uma alta demanda.

“Nos últimos dois anos, o negócio se desenvolveu muito rapidamente”, disse Yuan.

“Já temos distribuidores em todo o mundo apenas a partir de um ano de promoção ativa. Também estabelecemos um escritório de vendas na Europa e temos contatos com grandes empresas.” As informações são do LiveKindly.

Colágeno vegano

A Jland Biotech não é a única no mercado. Ano passado, a Geltor recebeu o prêmio de “Inovação da Beleza do Ano” da CEW por seu produto de colágeno vegano, N-Collage.

O prêmio é um dos maiores da indústria de beleza e cosméticos. A Geltor foi escolhida entre seis semi-finalistas por sua contribuição para inovar e revolucionar o mercado de cosméticos.

​Read More