Notícias

Fotógrafo se especializa em imagens que mostram semelhanças entre cães e seus tutores

As imagens bem-humoradas são fruto de um trabalho com duração de um ano

Sergei e Spike. Foto Gerrard Gethings

O trabalho do fotógrafo britânico Gerrard Gethings poderia muito bem ser resumido com a expressão “nariz de um, focinho do outro”. Ele buscou retratar artisticamente as semelhanças incontestáveis de cães e seus tutores num trabalho que teve um ano de duração. Cães e humanos posaram da mesma maneira em produções que incluíram perfeita iluminação e expressões faciais.

Harry e Hattie. Foto Gerrard Gethings

Sobre a coleção bem-humorada o fotógrafo relatou ao portal “Health Food House”:  “Não quero criar imagens de animais paternalistas. Meus assuntos são criaturas complexas e cheias de personalidade, humor e imprevisibilidade. Eu quero que eles pareçam épicos. Para mim, um animal doméstico não é menos bonito ou majestoso que um animal selvagem”.

Jessica e Buddy. Foto Gerrard Gethings

As fotos resultaram em  um jogo de memória chamado “Você se parece com seu cachorro?”. A ideia foi combinar 50 cartões divertidos dos cães e de seus tutores num jogo hilário.

“A familiaridade geralmente nos faz esquecer isso, mas quando você se aproxima e captura todos os detalhes da alma aos olhos de um cachorro, gato ou cavalo, começa a se lembrar de onde veio. Eles parecem importantes e individuais novamente. Com uma herança que remonta para sempre”, diz o fotógrafo.

Cenk e Horst. Foto Gerrard Gethings.

Ele argumenta: “Mas por que as pessoas se parecem com seus cães? São traços de personalidade compartilhados, tendências narcísicas pouco suprimidas ou crescem juntos ao longo do tempo como velhos casais?”.

Charlotte e Caspar. Foto Gerrard Gethings

Gethings acredita que as fotos exploram os vínculos intensos que as pessoas desenvolvem com  seus cães: “Todos nós vemos esses casais estranhos no parque: um velho com um velho cachorro cinza. Um homem barbudo com um schnauzer.  Alguém com cabelo encaracolado e um poodle”. Veja mais fotos AQUI

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

 

​Read More