Você é o Repórter

Abrigos são beneficiados com uma tonelada de ração em Fortaleza (CE)

Foto: Divulgação

Após o sucesso da terceira edição da Cãomiada Fortaleza, que reuniu cerca de 700 pessoas com seus animais domésticos, no Aterro da Praia de Iracema, o Movimento São Francisco de Defesa animal – organizador do evento – realizou a doação de uma tonelada de ração, aos abrigos de animais de Fortaleza.

A boa ação é resultado das vendas de camisa do evento, realizado no último dia 9 de abril, que teve todo o seu valor revertido na compra de rações. As ONGs contempladas com as doações foram: São Lázaro; ABRACE; Arca de Noé; Novelo de Lã, Abrigo da Estela e UPAC.

Além das rações, o fundador do Movimento São Francisco e vereador de Fortaleza, Célio Studart, também realizou a doação de um valor em dinheiro às ONGs, para medicamentos.

“Isso foi em abril. Mas, se todos os meses conseguirmos realizar eventos que mobilizem e impactem a sociedade para a causa animal, todos os meses serão milhares de animais sem fome e com uma vida mais digna”, enfatizou Célio Studart.
O próximo evento, já previsto, é o “Pet pra Pet”.

​Read More
Notícias

Consultas ao veterinário são saúde preventiva

Foto: José Leomar

Levar o animal para consulta veterinária regularmente é essencial para a saúde preventiva. Mas o que fazer quando o tutor é de baixa renda e não tem condições de pagar um atendimento? Em Fortaleza (CE), existe uma alternativa de qualidade. Trata-se do Hospital da Faculdade de Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Favet-Uece).

O Hospital Veterinário, como instituição universitária, tem a prioridade de possibilitar a formação dos futuros médicos. Porém, os acadêmicos são acompanhados, em todos os procedimentos, por professores e médicos já formados e com larga experiências na mais diferentes áreas de atendimento.

Foto: José Leomar

Conforme explicam o diretor da Favet, Célio Rodrigues, e o chefe do Hospital, Odanir Cruz Moreira, diariamente são distribuídas 20 senhas, por turno, mas, dependendo da complexidade dos casos, chega a até 25 senhas. Na média, ficam em torno de 48 atendimentos diários. Para conseguir as senhas, o tutor deve chegar às 7h30, no turno da manhã, ou às 13h, para o expediente da tarde.

Os cães e gatos são maioria nas demandas. Mas a unidade também pode atender animais de grande porte. Como o transporte destes torna-se mais difícil por parte do tutor, as consultas nessa área são menos numerosas.

Os preços cobrados são bem acessíveis à população de baixa renda. Criadores comprovadamente carentes, atestando por meio da conta de luz ou inscrição em programa social do Governo Federal como o Bolsa Família, podem ter gratuidade nas consultas. Nos casos de cirurgia, pagam apenas o material utilizado.

Foto: José Leomar

“O sentido maior do atendimento é o ensino veterinário. Para isto, temos alunos plantonistas e alunos estagiários”, explica Célio Pires. Os estágios constam do currículo universitário e podem ser obrigatórios ou não. Para os obrigatórios, a Favet também recebe alunos de outros Estados e até de outros países. Nos casos dos não obrigatórios, são mais os estudantes da própria Uece.

Muitos profissionais veterinários procuram o hospital como forma de reciclagem. Porém, Célio Pires justifica que a atual legislação concernente aos estágios acadêmicos ainda não permite o procedimento.

Especialidades

O Hospital Veterinário está preparado para oferecer mais de 100 procedimentos, desde consulta simples, aos serviços de imagem como Raio-X, cistografia e radiografia contrastada, exames de eletrocardiograma, biópsia, citopatológico e ultrassonografia, anestesias em geral e cirurgias nas áreas de reprodução animal, como castração e partos, retirada de glândulas e tumores, gastrotomia, hérnias, hiperplasias. Também realiza cirurgias ortopédicas para amputação, redução de fraturas ou ruptura de ligamentos.

Está prevista para breve a inauguração de novos serviços com equipamentos automatizados. Isto vai permitir a realização de maior quantidade de exames como hemograma, sumário de fezes e urinas, entre outros. Também possibilitará prestar serviços para as clínicas veterinárias particulares no trabalho de diagnóstico.

Durante os procedimentos, os acadêmicos são acompanhados pelos professores Annice Cortez, Paulo Barbosa, Marilac Alencar, Cristina da Silva, Virgílio Emanuel Vieira e José Darcírio Gonçalves Pereira. Também contam com acompanhamentos dos veterinários Reginaldo Pereira, Alex Alves, Érica Carvalho e Geraldo Juarez Rodrigues. Na recepção e demais serviços, o funcionário Mayco Gomes de Sousa e mais uma equipe de apoio garantem a qualidade no atendimento.

Se o animal está bem, mesmo assim recomenda-se a consulta veterinária pelo menos uma vez por semestre, para possíveis exames preventivos. Nos casos de suspeita de alguma doença, a consulta deve ser feita o mais rápido possível.

Está prevista para janeiro de 2012 a inauguração do novo Hospital Veterinário da Uece, já em conclusão, no campus do Itaperi. Célio Pires prevê que, com a nova unidade, a capacidade de atendimento vai triplicar para os pequenos animais, havendo incremento para a recepção de grandes animais.

Serviço

Hospital Veterinário da Favet-Uece, Campus do Itaperi
Av. Dedé Brasil, Fortaleza (CE)
Telefone: (85) 3101.9847/ 3101.9850

Fonte: Diário do Nordeste

http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1054160

​Read More
Notícias

Exposição em Fortaleza (CE) orienta sobre cuidados com animais

Uma exposição realizada em shopping de Fortaleza traz orientações sobre os cuidados necessários com animais. Segundo organização do evento, a iniciativa é para evitar casos de maus-tratos como abusos e mutilações a animais, crimes que podem levar à pena de três meses a um ano de prisão, além de multa.

A programação inclui palestras e mostras de fotografias de projetos, como o Grupo de Apoio ao Bem Estar Animal (GABA) e a União Protetora de Animais Carentes (UPAC). Na quarta-feira (5), a presidente da União Internacional Protetora dos Animais (UIPA), Geuza Leitão, dará uma palestra sobre legislação animal. Confira a programação completa:

1 a 6 de outubro (sábado a quinta-feira)
Exposição de Fotografias do GABA “O Bem Estar Animal: uma lição de solidariedade. Aprenda você também!”
Exposição de Fotografias da UPAC “União Protetora dos Animais”

5 de outubro (quarta-feira)
Palestra “Legislação Animal” da Dra. Geuza Leitão, presidente da UIPA

Serviço:
Expo Animal
Shopping Benfica (Avenida Carapinima, 2200, Bairro Benfica)
1 a 6 de outubro
10h às 22h

Ingressos: grátis (inscrições para palestra serão realizadas na administração do shopping)

Classificação indicativa: livre.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Biólogos emitem alerta para a sobrevivência dos golfinhos

Biólogos estão preocupados com a sobrevivência dos golfinhos. Foto: Iana Soares

A orla de Fortaleza (CE) é moradia de dezenas de golfinhos da espécie boto-cinza, que de vez em quando aparecem na superfície navegando. Por isso, biólogos da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis) estão preocupados com a sobrevivência dos animais durante e após o alargamento da orla da Beira-Mar, a “engorda da praia”.

Pouco mais de um quilômetro da faixa de praia, entre a avenida Desembargador Moreira e a rua Rui Barbosa, terá a faixa de areia alargada em 80 metros para receber os espaços de lazer previstos no projeto.

Para discutir o futuro dos golfinhos, representantes da Aquasis se reuniram ontem com o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), José Wilson Uchôa do Carmo. A reunião foi proposta pelo vereador João Alfredo (Psol), autor de projeto de lei que define os botos-cinza como patrimônio natural de Fortaleza. Em pauta, a necessidade de um monitoramento dos cerca de 50 golfinhos residentes da orla da Capital antes, durante e após a “engorda” da praia.

“A população residente (de golfinhos) já sofre vários impactos por causa da poluição vinda do porto. Com a obra, nossa preocupação é com a ressuspensão de sedimentos contaminados do solo e com os ruídos. É preciso identificar medidas para diminuir os impactos e colocar como condicionante no licenciamento o monitoramento dos animais”, defende a bióloga da Aquasis, Ana Carolina Meirelles.

De acordo com o superintendente estadual do Ibama, a preocupação dos biólogos é “válida” e será considerada caso o órgão seja responsável pelo licenciamento. Por enquanto, isso não foi definido. “Estamos esperando uma definição se quem vai ficar com licenciamento é o Estado, o Município ou o Ibama. O Ibama em Brasília é quem tem competência para decidir”, diz. Por recomendação do Ministério Público Federal (MPF), o Ibama ficou a frente dessa decisão.

O superintendente do Instituto afirma que em até 30 dias o órgão licenciador deve ser divulgado. Após isso, uma audiência pública deverá ser realizada para discutir a obra e os impactos ambientais.

Fonte: O Povo

​Read More
Notícias

Tutora e cães sofrem acidente envolvendo trem, em Fortaleza (CE)

Uma mulher de 45 anos sofreu uma colisão com um trem quando tentava atravessar de carro uma via férrea no Bairro Aldeota, em Fortaleza, no fim da tarde deste sábado (20). Ela ficou presa nas ferragens durante cerca de 40 minutos, até a equipe do Corpo de Bombeiros conseguir removê-la. Ela teve ferimentos nas pernas e costas, mas não corre risco de morrer, segundo bombeiros. A acidentada foi encaminhada ao Hospital Instituto Dr. José Frota.

Segundo moradores locais, a motorista tentava ultrapassar a via férrea quando sofreu a colisão, o veículo foi arrastado por cerca de 50 metros até parar. Ainda de acordo com informações de moradores, a cancela que deveria alertar os veículos sobre a travessia do trem não funciona no cruzamento da avenida Padre Antônio Tomas com Via Expressa, local do acidente. A Autarquia Municipal de Trânsito afirmou que vai checar se a cancela estava funcinando ou não no momento do acidente.

Júnior, de 12 anos, adotou o cão que sobreviveu ao acidente. Foto: G1

“Supercão” sobrevivente

Junto com a motorista, estavam dois cachorros. Um deles morreu na hora com o acidente e outro sobreviveu sem ferimentos aparente. Um garoto que mora próximo ao local do acidente, Júnior, de 12 anos, disse que vai adotar o cão até reencontrar a dona. Ele batizou o animal de supercão, em referência à sobrevivência do animal. “Ele é um supercão, um herói”, disse o garoto, com cachorro nos braços.

Júnior disse também que vai procurar informações sobre a dona do cachorro para depois devolvê-la. “Não quero ficar com ele, só vou cuidar até a mulher sair do hospital”, diz.

Fonte: G1

​Read More
Notícias

Histórias de animais abandonados em Fortaleza (CE)

Foto: Reprodução

1. Júlia, com aproximadamente três anos, foi resgatada junto com sua ninhada. Naquela ocasião Júlia estava bastante debilitada, mas mesmo assim continuava amamentando seus filhotes mesmo ser ter nutrientes para manter-se de pé. O Grupo de Proteção Animal (GPA), a resgatou e a reabilitou para adoção. Hoje ela está forte e castrada. A ninhada de Júlia foi doada com sucesso e todos os filhotes encontraram um lar. Mas ela continua à espera de uma família: Júlia tem problema para ser adotada porque tem os dentes de baixo da arcada para fora, assustando as pessoas, mas é uma cadela extremamente dócil e educada.

2. Alyne, hoje com quase dois anos, foi encontrada, também pelo GAP, em uma casa de catadores de lixo, onde a família não tinha a menor possibilidade de cuidar. Ela foi resgatada com seus dois filhotes que já foram adotados, mas Alyne continua à espera de um lar para finalmente ter tranquilidade e ser feliz. Por conta dos maus-tratos, Alyne é muito medrosa, mas nem por isso perdeu a simpatia.

3. Justin, um filhote SRD, de apenas dois meses, foi encontrado no bairro de Messejana com apenas 45 dias, juntamente com suas duas irmãs, Shakira e Beyoncé. Os três estavam dentro de um lixeiro. Justin é muito tranquilo, mas um pouco medroso por conta do abandono e sofrimento. Ele e suas irmãs, que têm um temperamento mais extrovertido, mas nem por isso menos carentes, estão precisando de carinho e segurança .

4. Pucca, uma bela felina preta de apenas seis meses foi encontrada abandonada na rua em um desses dias chuvosos. A sorte de Pucca foi estar exatamente no caminho do trabalho da presidente do GPA, que a resgatou e mudou o seu destino. Pucca, está pronta para ser adotada.

Todos esses personagens e muitos outros com histórias similares estarão amanhã, 17 de abril, em mais uma feira de adoção promovida pelo Grupo de Apoio ao Bem-Estar Animal (Gaba) em parceria com o GPA O evento acontece no Shopping Benfica a partir das 11 até às 20 horas. Cães e gatos, adultos e filhotes, poderão ser adotados na hora. Mas os interessados devem levar cópia do RG, CPF e comprovante de residência .

Se você apoia essa causa, mas não tem condições de levar um bichinho para casa, os dois grupos que trabalham para combater o abandono animal e divulgar a posse responsável estarão recebendo doações de notas fiscais, rações e medicamentos. Mas se preferir doe amor e carinho tornando-se um voluntário! Mas informações: com o GAP (85) 8124 4444 ou (85) 8124 4000. Email: gpa.internet@gmail.com; ou Gaba (85) 8806 9824.Email: gaba.fortaleza@gmail.com.

Fonte: O Povo

​Read More
Notícias

Grupo promove feira de adoção de gatinhos, em Fortaleza (CE)

Foto ilustrativa (s/c)

O Grupo de Apoio ao Bem Estar Animal (GABA) promove, na manhã deste domingo (27), a VI Feira de Adoção de Animais, das 9h às 17h, na Avenida Beira-Mar, em frente ao Náutico Atlético Cearense, em Fortaleza (CE).

No local, segundo a coordenação do GABA, cerca de 30 filhotes de gatos estarão exposto para quem desejar adotá-los.

Os interessados devem apresentar Carteira de Identidade, comprovante de endereço e ter no mínimo 18 anos de idade.

A campanha também pretende arrecadar doações como ração, medicamentos, materiais pet em geral, ou mesmo financeira.

Fonte: Janguadeiro

​Read More
Notícias

Dois homens são presos por tráfico de animais silvestres na Feira da Parangaba em Fortaleza (CE)

A Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA) realizou prisões em flagrante, neste domingo, na Feira da Parangaba, em Fortaleza (CE). Dois homens, de 43 anos e 64 anos, foram presos por tráfico de pássaros silvestres da fauna brasileira (curipião e bicudo).

Eles foram levados para o 5º Distrito Policial, na Parangaba, onde foi lavrado um Termo Ciscunstanciado de Ocorrência (TCO) por crime ambiental.

É comum operações fiscalizatórias da CPMA de combate ao tráfico e maus tratos de animais nas feiras de Fortaleza e Região Metroplitana.

O tráfico de animais silvestres é terceiro maior comércio ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e de armas de fogo.

Fonte: O Povo

​Read More
Notícias

Vacina contra raiva não é suspensa em Fortaleza (CE)

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) não vai suspender a as campanhas de vacinação de cães e gatos contra raiva em Fortaleza (CE), com a justificativa de que, até agora, o Centro de Controle de Zoonoses da cidade não registrou nenhuma ocorrência de efeitos graves nos animais devido às vacinas.

No entanto, a decisão da SMS é bem diferente da que foi tomada pelo Ministério da Saúde (MS), que suspendeu as campanhas de vacinação em todo o País. Devido aos resultados preliminares de investigação laboratorial, divulgado na quinta-feira, indicou a ocorrência de reações graves e mortes depois da vacinação que, até então, não eram previstos na literatura científica.

Fonte: Diário do Nordeste

​Read More