Notícias

Pato resgatado nada pela primeira vez em seu novo lar no santuário

A PETA encontrou o filhote de pato no quintal de uma casa na região rural do estado norte-americano da Virgínia. Os funcionários da PETA estavam na propriedade para ver alguns cães quando notaram uma gaiola imunda com o pequeno animal dentro.

Foto: PETA

“Herman vivia no que só pode ser descrito como um ‘inferno para patos’: uma gaiola de arame úmida e enferrujada coberta com uma lona, ​​repleta de fezes e comida apodrecida, cheia de moscas e vermes”, disse a PETA sobre as condições em que eles encontraram o patinho.

Sabendo que o filhote precisava de ajuda, os funcionários conversaram com o proprietário da casa sobre a entrega do filhote aos cuidados da PETA. Os socorristas explicaram que Herman precisava de água onde pudesse nadar e conviver com outros patos. Eventualmente, o proprietário concordou em entregar o patinho.

Herman foi levado para uma fazenda santuário, onde ele poderá nadar, socializar e relaxar pelo resto de sua vida. O vídeo do primeiro mergulho do patinho mostra o filhote chapinhando na água.

A PETA espera que a história de Herman sirva como um lembrete da responsabilidade que advém de ter um pato como animal doméstico. Esses animais podem viver até os 10 anos de idade e precisam de bastante espaço, água e companhia.

​Read More