Notícias

Festival do urso-negro acaba com exibição animal em cativeiro

O Festival do Urso-negro, que será realizado no dia 1º de junho, terá uma importante mudança este ano. Após a PETA entrar em contato com seus organizadores, as exposições terão apenas animais livres.

urso-negro debruçado em uma árvore de seu habitat
A proibição da exibição do animal durante a exposição é um grande avanço. Essa atividade envolve diversos tipos de exploração dos animais. Foto: reprodução

No ano passado, a entidade alertou o evento sobre a crueldade com os ursos durante sua exibição em cativeiro. Em resposta, os organizadores se comprometeram a acabar com os insensíveis shows e ensinar o público sobre os animais humanamente.

Eles farão isso através de um museu do urso-negro, apresentações de especialistas e visitas ao habitat dos ursos de forma informativa.

Os ursos são animais inteligentes, e apesar de curiosos, constantemente evitam os humanos. Eles passam seus dias cavando, escalando, correndo e nadando nas longas áreas que habitam. Suas exibições aos humanos revelam um grande, e cruel, caso de exploração animal.

Nesse eventos, eles são submetidos a gaiolas apertadas e forçados a realizar truques confusos e até dolorosos na frente de multidões barulhentas. Graças às situações degradantes a que são expostos, frequentemente exibem sinais de estresse, depressão e trauma psicológico grave.

Apenas neste mês, ursos que viajam na exposição abusiva The Great Bear Show, foram resgatados com a ajuda da PETA. Após uma campanha da organização, mais de 620 estabelecimentos e dezenas de comunidades em todo o país agora proíbem eventos que abusam de animais silvestres.

“Um festival que homenageia os ursos deve ter entretenimento positivo e animais livres, não cativos”, diz a diretora da PETA. O festival, que ocorre na Carolina do Norte, teve o posicionamento correto ao encerrar as cruéis exibições de ursos. Agora a PETA convocando todas as outras feiras e festivais que ainda apresentam animais vivos para seguirem o exemplo.

​Read More
Notícias

Festival vegano invade zona Norte de São Paulo com delícias a R$10

Divulgação
Divulgação

No domingo, dia 6, a zona norte fica toda coloridinha com a 6ª edição da Feira de Motivação Vegana. O evento ocorrerá no Parque Domingos Luis, próximo ao metrô Jardim São Paulo, das 12h às 20h, com entrada gratuita.

Nesta edição de nome Festival de Flores, Movimento e Arte Vegana, a programação da feirinha oferece uma tarde recheada de atrações, como dança circular e cigana, ioga e palestras.

E para sua sorte, o evento ocorre junto ao Festival de Gastrônomia Vegana, com muitas comidinhas pra não deixar ninguém passar vontade e tudo por até R$10! Saca só as delícias que você encontra por lá: coxinha de jaca, feijoada, nhoque, jaca atolada, panquecas, hambúrgueres, e muito mais.

O local apresenta ainda expositores com artesanato e diversos produtos livres de crueldade animal. Além disso, pra você aproveitar toda a diversão e ainda dar aquela abastecida na biblioteca de casa, vai rolar uma biblioteca itinerante para trocas e doações de livros.

Quer saber mais novidades sobre a feira? Então, fique de olho na página do evento no Facebook.

6ª Feira Motivação Vegana e Festival de Flores, Movimento e Artes
Domingo, dia 06 de novembro
Horário: 12:00 às 20:00
Parque Domingos Luis
Rua Cataguazes, 808 Jardim São Paulo (Zona Norte) – Norte São Paulo – SP
Estação Jardim São Paulo – Ayrton Senna (Metrô – Linha 1 Azul)
Entrada gratuita

Fonte: Catraca Livre

​Read More
Notícias

Épocas festivas representam perigo à saúde de animais domésticos

Divulgação
Divulgação

O inverno chegou e, com ele, as esperadas festas juninas e julinas. Para alguns, as mais ricas comemorações brasileiras, em sua maioria, relacionadas a cultura do campo e das regiões do interior do país.

Apesar de trazer oportunidades de confraternização, a época também costuma trazer um grande desconforto aos animais. Muito usado durante as comemorações, os fogos de artifício que, de acordo com a tradição popular, servem para despertar São João, representam um grave problema à audição aguçada e sensível dos animais.

Nessas situações, o melhor a se fazer é dar abrigo ao animal onde possa diminuir o barulho causado pelos rojões, como explica a veterinária Carolina Ferreira.

“Cães têm maior sensibilidade na audição e todo o barulho pode amedrontar e fazer com que eles fujam para a rua, além de causar um estresse muito grande. Então, quanto mais protegidos do barulho, melhor para o bem-estar dos animais”, explica a veterinária.
Para evitar problemas neste período de festas, a reportagem selecionou alguns cuidados básicos que vão garantir a qualidade de vida dos animaizinhos:

Como evitar transtornos aos animais durante queimas de fogos de artifício:
Companhia: Evite deixar seu cão ou gato sozinho. Em casas, eles tendem a fugir para buscar seus tutores. Em apartamentos, há o risco de queda da varanda também em tentativas de fuga do animal.

Dentro de Casa: Animais que ficam em quintais devem, se possível, ser levados para dentro de casa e mantidos sem correntes ou coleiras. Eles podem se ferir no momento de medo.

Locais Fechados: Escolha um cômodo que possa ficar fechado, isolado na casa e com pouca interferência do barulho de ambientes externos. Deixe que o animal procure um local da casa em que se sinta protegido.

Esconderijos: Para quem tem gatos, uma boa dica é deixar armários com as portas abertas para que eles encontrem espaços tranquilos onde se esconder. Cães também costumam ficam embaixo de camas. Deixe-os escondidos e não tente tirá-los do local escolhido.

Protetores Auriculares: Protetores auriculares de algodão parafinado podem ser boas opções, mas causam desconforto para alguns animais. A melhor opção, portanto, é propiciar um ambiente tranquilo na hora da queima de fogos.

Sem Tensão: Evite passar a sua tensão para o animal. Há donos que os colocam no colo e ficam nervosos com a possibilidade do estresse do cão e do gato. Isso só intensifica o medo do animal.

Festa sem barulho
Para quem faz questão da tradicional iluminação nos eventos de comemoração, a iniciativa da prefeitura de Bauru pode ser um incentivo. Em 2015, para a festa da virada do ano, a Prefeitura utilizou fogos de artifício sem barulho, justamente em prol dos animais.

Outra opção para os amantes de animais domésticos para aproveitar a época junto de seus animais são as festas caipiras para seus animais sem a presença dos temidos fogos.

A diretora da ONG S.O.S Gatinhos, Sandra Regina, foi uma das responsáveis pelo “2º Arraiau dos Pets”, realizado em Jundiaí, que contou com a presença de mais de 400 convidados, acompanhados de seus animais. Sandra conta que o evento busca arrecadar fundos para a compra de remédios destinados à cerca de 200 animais carentes, que se encontram aos cuidados da entidade.

A festa contou com barracas de pesca, distribuição de amostras de ração, sorteio de brindes e entrega de prêmios para os cães mais velhos presentes no evento. A entidade pretende dar continuidade ao projeto no próximo ano. “Com o passar dos anos vamos adquirindo mais experiência e, para o ano que vem, pretendemos fazer uma festa ainda maior”, afirma Sandra.

Divulgação
Divulgação

Fonte: G1

​Read More