Entrevistas

Projeto + Consciência e ecoalfabetização

Foto Paula Schuwenck e Fernando BianchiPaula Schuwenck vive entre Atibaia e São Paulo. Optou pelo vegetarianismo durante a gravidez de seu filho, hoje com oito anos e vegetariano desde que nasceu. Ambos foram os motivadores para que seus pais também aderissem à dieta e formassem uma família inteira vegetariana. Por amor e respeito aos animais, decidiu pelo veganismo há seis anos e, desde então, tenta sempre unir sua profissão ao ideal de propagá-lo. O próximo passo foi o interesse pelas questões ambientais, o qual a levou a estudar sobre aquecimento global, entrevistar cientistas e estudiosos renomados e ser uma das idealizadoras do projeto de documentários + Consciência. Também escreve artigos, projetos e atualmente é redatora publicitária.
Fernando Bianchi é paulista e vegano há cinco anos por ética e respeito aos animais. Com extenso portfólio, é diretor de cena em publicidade e sonha em trabalhar com documentários, conscientização ambiental e a propagação do veganismo. Também é idealizador do projeto de documentários + Consciência, para o qual dedica parte do seu tempo e seu conhecimento profissional.

Nesta entrevista concedida à ANDA, Paula e Fernando falam sobre as características do projeto + Consciência, os princípios da ecoalfabetização a partir do veganismo e os conceitos de ética e respeito aos animais e ao meio ambiente que são o foco desta proposta audiovisual. Mais informações sobre o projeto também podem ser obtidas no site www.maisconsciencia.com.br .

ANDA – Sobre o que é o projeto + Consciência?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – É uma série de documentários sobre ecoalfabetização, meio ambiente e soluções ao aquecimento global. Percebemos que crianças e adultos, professores e formadores de opinião não estão bem informados sobre a gravidade do aquecimento global e, principalmente, não se reconhecem como os principais causadores das mudanças climáticas. Pensamos, então, em quatro documentários divididos por temas de extrema importância. Três destinados aos adultos e um destinado às crianças.

ANDA – Como vocês se interessaram sobre este assunto?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Somos veganos e trabalhamos com comunicação, então criamos diversos projetos para a divulgação do veganismo. Entre eles estavam os documentários. Percebemos que o vegetarianismo não tem força e nem a importância que merece em relação ao meio ambiente. Além disso, percebemos que, seja por pura falta de interesse da maioria e, bem provável, por lobby, muita coisa fica encoberta, sem divulgação. Não apenas sobre os problemas da pecuária, mas diversos outros fatores que envolvem dinheiro público e privado, interesses de alguns. Ficamos apaixonados pela causa ambiental e há anos passamos a estudar sobre aquecimento global, compramos diversos livros, filmes, documentários, revistas e percebemos que muitas coisas não são ditas, exploradas da forma como deveriam.

ANDA – Vocês podem dar algum exemplo?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Energias renováveis e a pecuária são bons exemplos. Entrevistamos um cientista, professor renomado da USP, que fez uma pesquisa sobre repotenciação de usinas hidrelétricas e provou que o Brasil não precisa de tantas usinas novas e que, tampouco, gerar energia com usinas hidrelétricas é benéfico ao meio ambiente. Além disso, descobrimos que a pecuária é muito mais prejudicial às mudanças climáticas do que aquilo que a mídia nos apresenta.

ANDA – Então os documentários falarão de pecuária e veganismo?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Sim, sempre com base em dados científicos, os documentários falarão da pecuária como uma das grandes causadoras e agravantes do aquecimento global e de diversos problemas ambientais. Para nós e os animais, a dieta vegana é ética e sem crueldade. Pela ótica ambiental, o veganismo é a dieta mais sustentável, coerente e harmoniosa ao meio ambiente.

ANDA – Quais serão os outros assuntos abordados em + Consciência?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Vamos falar de consumo consciente, da importância dos orgânicos ao meio ambiente, a consciência cidadã, atitudes que fazem diferença e alfabetização ecológica.

ANDA – E como pretendem abordar a ecoalfabetização?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Queremos oferecer um material de cunho educativo e pedagógico que vai além da reciclagem do lixo, da troca de lâmpadas e da torneira fechada para escovar os dentes. As crianças de hoje são extremamente consumistas. Não basta falar para separar o lixo, o ideal é reduzi-lo. Assim como é nosso dever ensinar às crianças que a alimentação é fator decisivo para o futuro do planeta. Que para cada quilo de carne são necessários de 15 a 20 mil litros de água, por exemplo. Além de objetivarmos que essas crianças cresçam com mais consciência ambiental, queremos preparar professores e pais para ajudá-las, com respostas a dúvidas e exemplos reais ao cotidiano.

ANDA – Como está o projeto atualmente?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – Infelizmente está parado por falta de patrocínio. Usamos os nossos próprios recursos até agora, mas não temos condições de seguir assim atualmente. Nosso projeto não é contemplado em leis de incentivo, como a lei Rouanet e a lei do audiovisual, porque aborda meio ambiente e não cultura. Tivemos propostas para burlar a lei e aprovarmos nosso projeto, mas não queremos usar o que foi criado para disseminar boas práticas dessa forma. A consciência do + Consciência estará sempre em sintonia com os seus objetivos.
Queremos muito viabilizar esse projeto e buscamos incessantemente apoios e patrocínios. Mesmo que seja só para finalizamos o primeiro neste momento. Acreditamos que este projeto é uma missão de vida.

ANDA – O nome + Consciência é seguido pela frase “Um único planeta. Uma única chance.” Vocês acreditam que nosso planeta ainda tem chance?

Paula Schuwenk e Fernando Bianchi – O planeta sempre terá chance. Quem corre risco é o ser humano, assim como os outros animais. Um único planeta foi designado para abrigar a nossa vida que é a única chance que temos de nos conscientizarmos para escolhas certas.

​Read More